Bible of the WayBíblia do Caminho  † Temática

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Harmonia dos quatro Evangelhos

P. Antônio Pereira de Figueiredo

 

TEMAS CORRELATOS
(Bíblia) (Evangelho) (Evangelho segundo São Mateus) (Evangelho segundo São Marcos) (Evangelho segundo São Lucas) (Evangelho segundo São João) (Novo Testamento) (Tabela cronológica) (Versões da Bíblia)
 

HARMONIA DOS QUATRO EVANGELHOS

  1. Divindade de Cristo — Jo 1.1  n 
  2. Prefácio — Lc 1.1

     

    5 A. C.

     

  3. Anunciação do nascimento de João Batista — Jerusalém — Lc 1.5
  4. Esponsais da Bem-aventurada Virgem Maria — Nazaré — Mt 1.18Lc 1.27
  5. Anunciação do nascimento de Jesus — Nazaré — Lc 1.26
  6. Visitação da Virgem Maria a Isabel — Hebron (?) — Lc 1.39
  7. Ela volta a Nazaré — Lc 1.56
  8. Sonho ou visão de José — Nazaré —Mt 1.20
  9. Nascimento e infância de João Baptista — Hebron — Lc 1.57

     

    4 A. C.  n 

     

  10. Nascimento de Jesus — Belém — Lc 2.1
  11. Adoração dos pastores — Idem — Lc 2.8
  12. Circuncisão — Id. — Mt 1.25Lc 2.21
  13. Apresentação e purificação — Jerusalém — Lc 2.22
  14. Genealogias —Mt 1.17Lc 3.23

     

    3 A. C.

     

  15. Adoração dos Magos — Belém — Mt 2.1
  16. Fuga para o Egito — Egito — Mt 2.13
  17. Matança dos Inocentes — Belém — Mt 2.16

     

    1 D. C.

     

  18. Volta a Nazaré — Nazaré — Mt 2.19Lc 2.39
  19. Infância de Jesus — Idem — Lc 2.40

     

    7 D. C.

     

  20. Jesus com os doutores no Templo — Jerusalém — Lc 2.46

     

    7-26 D. C.

     

  21. Mocidade de Jesus — Nazaré — Lc 2.51

     

    26 D. C. — Missão de S. João Batista

     

  22. Seu ministério — Bethânia — Mt 3.1Mc 1.1Lc 3.1
  23. O povo batizado — Além Jordão — Mt 3.5Mc 1.5Lc 3.7
  24. Primeiro testemunho de João acerca do Cristo — Idem — Mt 3.11Mc 1.7Lc 3.15
  25. João Batista e Jesus — Id. — Mt 3.13Mc 1.9Lc 3.21
  26. Tentação de Jesus — Deserto de Judeia — Mt 4.1Mc 1.12Lc 4.1
  27. Segundo testemunho de João acerca de Jesus — Bethânia —  Jo 1.19
  28. Primeira vocação dos cinco discípulos — Idem —  Jo 1.37

     

    27 D. C. — Primeiro aparecimento público do Cristo

     

  29. Primeiro milagre — Caná —  Jo 2.1
  30. Visita a Cafarnaum — Cafarnaum —  Jo 2.12
  31. Primeira Páscoa. Expulsão dos vendilhões — Jerusalém — Jo 2.13
  32. Discurso com Nicodemos — Idem — Jo 3.1
  33. Último testemunho de João acerca do Cristo — Ennon— Jo 3.25
  34. Cristo visita Samaria — Sicar— Jo 4.1
  35. Cristo volta a Caná — Caná — Jo 4.43
  36. Cristo cura o filho do régulo — Idem — Jo 4.46

     

    27 D. C. — Primeira pregação pública

     

  37. João Baptista prezo — Macherus — Mt 4.12Mc 1.14
  38. Pregação de Cristo na Galileia em — Nazaré —Mc 4.1Lc 4.15
  39. Pregação de Cristo na Galileia em — Cafarnaum — Mt 4.13Lc 4.31
  40. Vocação de André, Pedro, Tiago e João — Idem — Mt 4.18Mc 1.16
  41. Milagres: Lança fora um demônio — Id. — Mc 1.23Lc 4.33

    Cura a sogra de Pedro — Id. — Mc 1.29Lc 4.38

    Cura muitos enfermos — Id. — Mc 1.32Lc 4.40

     

    27 D. C. — Primeiro Circuito geral

     

  42. Oração preparatória — Mc 1.35Lc 4.42
  43. Circuito pela Galileia — Mt 4.23Mc 1.39Lc 4.44
  44. Sermão no Monte de Genesaré — Mt 5, 6 e 7 — Sermão da barca. Grande apanho de peixe — Lago de Genesaré — Lc 5.1
  45. Cura do leproso — Mt 8.2Mc 1.40Lc 5.12
  46. Retiro para oração — Mc 1.45Lc 5.16
  47. Cura do paralítico — Cafarnaum — Mt 9.2Mc 2.1Lc 5.17
  48. Vocação de Mateus (Levi), ceia, e discurso — Idem — Mt 9.9Mc 2.14Lc 5.27

     

    28 D. C. — Ministério do Segundo Ano

     

  49. Segunda Páscoa — Jerusalém — Jo 5.1
  50. Milagre em Bethsaida e discurso — Idem — Jo 5.1
  51. O sábado e os discípulos colhendo espigas — Galileia — Mt 12.1Mc 2.23Lc 6.1
  52. Cura do homem com o braço ressecado — Cafarnaum — Mt 12.10Mc 3.1Lc 6.6
  53. Oposição dos herodianos — Idem —Mt 12.14Mc 3.6Lc 6.11
  54. Retiro para oração — Id. — Mc 3.13Lc 6.12
  55. Ordenação dos doze Apóstolos — Id. — Mt 10.2Mc 3.14Lc 6.13
  56. Sermão na planície de Genesaré — Cafarnaum (perto de) — Lc 6.17
  57. Cura do criado do Centurião — Cafarnaum — Mt 8.5Lc 7.2
  58. Ressurreição do filho da viúva de — Naim — Lc 7.11
  59. Mensagem de João Batista; testemunho do Cristo — Cafarnaum — Mt 11.2Lc 7.19
  60. Ameaça Corozaim e as outras cidades — Idem — Mt 11.20
  61. Maria Magdalena — Cafarnaum (?) — Lc 7.37

     

    Segundo Circuito geral

     

  62. Através da Galileia — Galileia — Mc 3.20Lc 8.1
  63. Cura do endemoninhado cego e mudo — Cafarnaum —Mt 12.22Lc 11.14
  64. Blasfêmia contra o Espírito Santo — Idem —Mt 12.24Mc 3.22
  65. O Espírito imundo (discurso) — Id. —Mt 12.43
  66. Os parentes de Jesus o procuram para falar-lhe — Id. —Mt 12.46Mc 3.31
  67. Parábolas: O Semeador — Planície de Genesaré — Mt 13.3Mc 4.1Lc 8.4

    A Cizânia — Idem — Mt 13.24

    O grão de Mostarda — Id. — Mt 13.31Mc 4.31

    O Fermento — Id. — Mt 13.33

    A Luzerna — Id. — Mc 4.21

    O Tesouro — Id. — Mt 13.44

    A Pérola de grande preço — Id. — Mt 13.45

    A Rede lançada ao mar — Id. — Mt 13.47

  68. Cristo acalma a tempestade — Mar de Genesaré — Mt 13.24Mc 4.37Lc 8.23
  69. Os demônios entram nos porcos — Ter. dos Gerasenos — Mt 8.28Mc 5.1Lc 8.27
  70. Parábolas: O Esposo — Cafarnaum — Mt 9.15

    Pano novo, vinho novo e odres — Idem — Mt 9.16

  71. Milagres: Cura da mulher com hemorragia. Ressurreição da filha de Jairo — Genesaré e Cafarnaum — Mt 9.18Mc 5.22Lc 8.41

    Cura de dois cegos — Cafarnaum — Mt 9.27

    Cura do mudo possesso do demônio — Idem — Mt 9.32

     

    Terceiro Circuito geral

     

  72. Missão dos doze Apóstolos — Mt 10.1Mc 6.7Lc 9.1
  73. Morte de João Baptista — Macherus — Mt 14.1Mc 6.14Lc 9.8
  74. Cristo: Multiplicação dos pães para os 5000 — Bethsaida — Mt 14.13Mc 6.34Lc 9.12
  75. Cristo anda sobre as águas — Lago de Genesaré — Mt 14.25Mc 6.48Jo 6.19
  76. Discurso na planície e na sinagoga — Cafarnaum — Mt 14.34Jo 6.22

     

    28 D. C. — Ministério do Terceiro Ano

     

  77. Discurso sobre o que torna imundo o homem — Cafarnaum — Mt 15.1Mc 7.1
  78. A mulher sirofenícia — Fenínia — Mt 15.21Mc 7.24
  79. Milagres: Cura do surdo-mudo — Decápole — Mc 7.32

      Cura da multidão de doentes — Idem — Mt 15.29

      Multiplicação dos pães para os 4.000 — Genesaré — Mt 15.32Mc 8.1

  80. O fermento dos Fariseus e Saduceus — Idem — Mt 16.5Mc 8.14
  81. Cura do cego — Bethsaida — Mc 8.22
  82. Pedro confessa a Divindade do Cristo — Cesárea de Fil. — Mt 16.13Mc 8.27Lc 9.18
  83. A transfiguração — Monte Tabor ou H. — Mt 17.1Mc 9.2Lc 9.28
  84. O moço lunático — Idem — Mt 17.14Mc 9.14Lc 9.37
  85. Prediz sua paixão — Galileia — Mt 17.22Mc 9.30Lc 9.44
  86. Stater (moeda) na boca do peixe — Cafarnaum — Mt 17.26
  87. Discurso sobre: a humildade (chamou um menino) — Idem — Mt 18.1Mc 9.33Lc 9.46

    o perdão — Id. — Mt 18.15

    a abnegação — Id. — Mt 18.8Mc 9.43

  88. Parábola do servo desapiedado — Id. — Mt 18.23
  89. A Festa dos Tabernáculos — Jerusalém — Jo 7.2

    Discursos — Idem — Jo 7

    Quadrilheiros mandados para prender Jesus — Id. — Jo 7.30

    A mulher adultera — Id. — Jo 8.3

    Discursos — Id. — Jo 8.12

    Ameaças de apedrejamento — Id. — Jo 8.59

  90. O cego de nascença curado e discursos — Id. — Jo 9
  91. Cristo é: a Porta — Id. — Jo 10.1

    o Bom Pastor — Id. — Jo 10.11

  92. A Festa da Dedicação — Jerusalém — Jo 10.22
  93. Cristo: é um com o Pai — Idem — Jo 10.30

    retira-se para além do Jordão — Pereia — Jo 10.40

    ressuscita Lázaro — Bethânia — Jo 11.1

    retira-se para Efraim — Efraim — Jo 11.54

  94. Os Samaritanos não o querem receber — Samaria — Lc 9.53
  95. Missão dos Setenta — Galileia — Lc 10.1
  96. Parábola do Bom Samaritano — Jerusalém — Lc 10.30
  97. Hospedagem em casa de Martha e Maria — Bethânia — Lc 10.38
  98. Oração Dominical — Monte das Oliveiras — Mt 6.9Lc 11.2
  99. Parábola do amigo importuno — Lc 11.5
  100. O Espírito mudo — Jerusalém — Lc 11.14
  101. Parábola do rico néscio — Idem — Lc 12.16
  102. Discurso sobre a Providência Divina — Id. — Lc 12.22
  103. A figueira estéril — Id. — Lc 13.6
  104. Cura da mulher encurvada — Id. — Lc 13.11
  105. O grão de mostarda — Id. — Lc 13.18
  106. Cura dum homem hidrópico — Id. — Lc 14.1
  107. Discurso sobre a humildade — Id. — Lc 14.7
  108. Parábolas: A grande Ceia — Id. — Lc 14.12

    A Ovelha perdida, a moeda de prata — Id. — Lc 15.1

    O Filho Pródigo — Id. — Lc 15.11

    O Feitor iníquo — Id. — Lc 16.1

    O Rico avarento e Lazaro — Id. — Lc 16.19

  109. Os dez leprosos — Samaria — Lc 17.11
  110. Parábolas: A viúva importuna — Jerusalém — Lc 18.1

    Fariseu e publicano — Idem — Lc 18.9

    O mancebo rico — Id. — Mt 19.16Mc 10.17Lc 18.18

    Os trabalhadores na vinha — Id. — Mt 20.1

    Os dez marcos de prata — Id. — Lc 19.12

  111. Cura do cego Bartimeo — Jericó — Mt 20.29Mc 10.46

     

    29 D. C. — A Última Páscoa

     

  112. A ceia na casa de Simão — Bethânia — Mt 26.6Mc 14.3Jo 12.1
  113. Maria unge a Jesus — Idem — Mt 26.7Mc 14.3Jo 12.3
  114. Entrada triunfal no Templo — Jerusalém — Mt 21.1Mc 11.1Lc 19.29Jo 12.12
  115. Retiro para Bethânia — Bethânia — Mt 21.17Mc 11.11
  116. A figueira que secou — Monte das Oliveiras — Mt 21.18Mc 11.12
  117. Expulsa os vendilhões do Templo (2.ª vez) — Jerusalém — Mt 21.12Mc 11.15Lc 19.45
  118. Retiro para Bethânia — Bethânia — Mc 11.19
  119. Discursos no Templo:

    O Pai e dois filhos — Jerusalém — Mt 21.28

    Os lavradores néscios — Idem — Mt 21.33Mc 12.1Lc 20.9

    A veste nupcial — Id. — Mt 22.1

    A moeda do censo — Id. — Mt 22.19Mc 12.13Lc 20.20

    Os Saduceus e a ressurreição — Id. — Mt 22.23Mc 12.18Lc 20.27

    O grande mandamento da lei — Id. — Mt 22.34Mc 12.28

    A viúva e as duas moedas — Id. — Mc 12.41Lc 21.1

    Os oito Ais — Id. — Mt 23

    Destruição de Jerusalém e do mundo — Id. — Mt 24.1Mc 13.1Lc 21.5

  120. Parábolas: As dez virgens — Monte das Oliveiras — Mt 25.1

    Os dez talentos — Idem — Mt 25.14

    Os cabritos e as ovelhas — Id. — Mt 25.31

  121. Prediz Jesus a sua traição — Bethânia — Mt 26.1
  122. Reunião do conselho ou Sinédrio — Jerusalém — Mt 26.3Mc 14.1Lc 22.1
  123. Coligação de Judas com os sacerdotes — Idem — Mt 26.14Mc 14.10Lc 22.3
  124. Preparação para a Páscoa — Id. — Mt 26.17Mc 14.12Lc 22.7
  125. O Lava-pés — Id. — Jo 13.1
  126. O Partir do pão — Id. — Mt 26.26Mc 14.22Lc 22.19
  127. Um de vós me há de entregar — Id. — Mt 26.21Mc 14.18Lc 22.21Jo 13.18
  128. Sou eu? — Id. — Mt 26.22Mc 14.19
  129. O pão molhado. O que fazes, faze-o depressa — Id. — Jo 13.26
  130. Saída de Judas — Id. — Jo 13.30
  131. Pedro avisado de negar Jesus — Id. — Mt 26.34Mc 14.30Lc 22.34Jo 13.38
  132. O cálice — Id. — Mt 26.28Mc 14.24
  133. Discursos depois da Ceia — Id. — Jo 14 — 16
  134. Oração do Cristo pelos seus discípulos — Id. — Jo 17
  135. O hino — Id. — Mt 26.30Mc 14.26
  136. A agonia no horto — Gethsemane — Mt 26.37Mc 14.33Lc 22.39Jo 18.1
  137. Sua oração (três vezes repetida) — Idem — Mt 26.39Mc 14.36Lc 22.42
  138. Suor de sangue. O anjo que o confortava — Id. — Lc 22.43
  139. Sono dos apóstolos — Id. — Mt 26.40Mc 14.37Lc 22.45
  140. Traição de Judas — Id. — Mt 26.47Mc 14.43Lc 22.47Jo 18.2
  141. Pedro corta a orelha de Malco — Id. — Mt 26.51Mc 14.47Lc 22.50Jo 18.10
  142. Jesus: sara a orelha de Malco — Id. — Lc 22.51

    desamparado pelos discípulos— Id.  — Mt 26.56Mc 14.50

    levado a casa de Annáz — Jerusalém — Jo 18.13

    julgado por Caifáz — Idem — Mt 26.57Mc 14.53Lc 22.54Jo 18.15

  143. Pedro segue atrás de Jesus — Id. — Mt 26.58Mc 14.54Lc 22.55Jo 18.15
  144. Pergunta do Sumo sacerdote — Id. — Mt 26.63Mc 14.61
  145. Cristo condenado, esbofeteado e escarnecido — Id. — Mt 26.66Mc 14.64Lc 22.63
  146. Negação de Pedro — Id. — Mt 26.69Mc 14.66Lc 22.55Jo 18.17
  147. Cristo diante de Pilatos — Id. — Mt 27.1Mc 15.1Lc 23.1Jo 18.28
  148. Arrependimento de Judas — Id. — Mt 27.3
  149. Pilatos: sai para falar ao povo — Id. — Jo 18.29

    fala em particular a Jesus — Id. — Jo 18.33

    manda açoitar Jesus — Id. — Mt 27.26Mc 15.15Jo 19.1

  150. A coroa de espinhos — Id. — Mt 27.29Mc 15.17Jo 19.2
  151. Pilatos mostra Jesus: Eis aqui o homem — Id. — Jo 19.5
  152. Jesus: formalmente denunciado — Id. — Mt 27.11Mc 15.2Lc 23.2

    remetido a Herodes e escarnecido pelos soldados — Id. — Lc 23.6

  153. Eis aqui o vosso Rei — Id. — Jo 19.14
  154. Pilatos: deseja soltar Jesus — Id. — Mt 27.15Mc 15.6Lc 23.17

    recebe a mensagem da sua mulher — Id. — Mt 27.19

    lava as mãos à vista do povo — Id. — Mt 27.24

    solta Barrabáz — Id. — Mt 27.26

    entrega Jesus para ser crucificado — Id. — Mt 27.26Mc 15.15Lc 23.25Jo 19.16

  155. Simão de Cirene leva a Cruz — Id. — Mt 27.32Mc 15.21Lc 23.26
  156. Deram-lhe vinho misturado com fel — Gólgota — Mt 27.34Mc 15.23Lc 23.36
  157. Pregam-no na cruz — Idem — Mt 27.35Lc 23.33Jo 19.18
  158. A inscrição — Id. — Mt 27.37Mc 15.26Lc 23.38Jo 19.19

     

    As Sete Palavras

     

  159. 1) Pai, perdoa-lhes — Gólgota — Lc 23.34

    Repartem as suas vestiduras — Idem — Mt 27.35Mc 15.24Lc 23.34Jo 19.23

    Insultos dos que passam e dos dois ladrões — Id. — Mt 27.39Mc 15.29Lc 23.35

    O bom ladrão — Id. — Lc 23.40

  160. 2) Hoje serás comigo no Paraíso — Id. — Lc 23.43
  161. 3) Mulher, eis aí teu filho, etc. — Id. — Jo 19.26

    Trevas sobre a terra — Id. — Mt 27.45Mc 15.33Lc 23.44

  162. 4) Deus meu, porque me desamparaste? — Id. — Mt 27.46Mc 15.34
  163. 5) Tenho sede — Id. — Jo 19.28

    O vinagre na esponja — Id. — Mt 27.48Mc 15.36Jo 19.29

  164. 6) Tudo está cumprido — Id. — Jo 19.30
  165. 7) Pai, nas tuas mãos encomendo o meu Espírito — Id. — Lc 23.46
  166. O véu do Templo rasgado — Jerusalém — Mt 27.51Mc 15.38Lc 23.45
  167. Abriram-se as sepulturas — Idem — Mt 27.52
  168. Testemunho do Centurião — Gólgota — Mt 27.54Mc 15.39Lc 23.47
  169. As mulheres vendo de longe — Idem — Mt 27.55Mc 15.40Lc 23.49
  170. O lado de Jesus aberto com uma lança — Id. — Jo 19.34
  171. O descimento da cruz e sepultura por José de Arimathéa e Nicodemos — Id. — Mt 27.57Mc 15.46Lc 23.53Jo 19.38
  172. Guardas ao sepulcro e a campa selada — O Jardim — Mt 27.65

     

    Os Quarenta Dias (Atos 1-3) desde a Ressurreição até a Ascensão

     

  173. As mulheres levam aromas ao sepulcro — O Jardim — Mt 28.1Mc 16.2
  174. Um anjo revolveu a pedra — Idem — Mt 28.2
  175. Mulheres dão a nova da ressurreição — Jerusalém — Mt 28.8Jo 20.1
  176. Pedro e João correm ao sepulcro — O Jardim — Lc 24.12Jo 20.3
  177. As mulheres voltam ao sepulcro — Idem — Lc 24.1
  178. Os guardas dão notícia aos Príncipes dos Sacerdotes — Jerusalém — Mt 28.11

     

    APARIÇÕES DE JESUS CRISTO

    Depois da sua Ressurreição

     

  179. 1) A Maria Magdalena — O Jardim — Mc 16.9Jo 20.14

  180. 2) As mulheres voltando — Idem — Mt 28.9Jo 20.17

  181. 3) Aos dois discípulos (Exposição das profecias sobre a Paixão) — Emaús — Mc 16.12Lc 24.13

  182. 4) A Pedro - (vede I Cor. XV. 5) — Jerusalém — Lc 24.34

  183. 5) Aos dez apóstolos no Cenáculo — Idem — Lc 24.36Jo 20.19

  184. 6) Aos onze apóstolos no Cenáculo inclusive Tomé — Id. — Mc 16.14Jo 20.26

  185. 7) Aos sete apóstolos na pesca. A Pedro — Mar de Tiberíades — Jo 21.5

  186. 8) Aos onze apóstolos num monte de Galileia —  Galileia — Mt 28.16I Cor. XV. 5

  187. 9) A mais de 500 irmãos juntos — Galileia ou Bethânia — I Cor. 15. 6

  188. 10) A Tiago — ? — I Cor. 15. 7

  189. 11) Dia da Ascensão — Bethânia — Mc 16.19Lc 24.50Atos 1.9

     

    Depois da Ascensão

     

  190. 12) 33 D. C. — A Estevão no seu martírio — Fora da cidade de Jerusalém — Atos 7.55

  191. 13) 35 D. C. — A Paulo na sua conversação — Caminho avizinhando a  Damasco — Atos 9.3 I Cor. XV. 8

  192. 14) 95 D. C. — A João o Evangelista no desterro — Ilha de Patmos — Apoc. 1.10-18

 

FIM DA HARMONIA

 


[1] Os versos indicam onde principiam os trechos.

 

[2] E. C.: A era cristã inicia-se quatro anos depois do nascimento de Jesus Cristo.