Bíblia do Caminho  † Testamento Redentor

Índice Página inicial Próximo Capítulo

O Evangelho segundo S. Lucas  Ee

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 15

(Versículos e sumário)

Algumas parábolas de Jesus

 

Jesus recebe pecadores

15 Então, chegou-se a ele os publicanos e os pecadores para o ouvirem.

2 Os fariseus e os escribas murmuravam, dizendo: Este recebe os pecadores e come com eles.

 

Parábola da ovelha perdida Ee

Mt

 

3 Ele lhes propôs esta parábola, dizendo:

4 Qual de vós é o homem que tendo cem ovelhas, se perde uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto e vai buscar a que se havia perdido, até que a ache?

5 E que achando-a, põe-na alegremente sobre seus ombros;

6 E vindo à casa chama a seus amigos e vizinhos, dizendo-lhes: Congratulai-vos comigo, porque achei a minha ovelha que se havia perdido?

7 Digo-vos que assim haverá maior júbilo no Céu, por um pecador que fizer penitência, que por noventa e nove justos, que não necessitam de penitência.

 

Parábola da dracma perdida Ee

 

8 Ou que mulher há que, tendo dez dracmas e perdendo uma, não acenda a candeia, não varra a casa e não a busque diligentemente até a encontrar?

9 E que, depois de a encontrar, não convoque as suas amigas e vizinhas para lhes dizer: Congratulai-vos comigo, porque achei a dracma que tinha perdido?

10 Assim digo-vos, que há alegria entre os anjos de Deus quando um pecador se arrepende.

 

Parábola do filho pródigo Ee

 

11 Disse-lhes mais: Um homem teve dois filhos.

12 E disse o mais moço deles a seu pai: Pai, dá-me a parte dos bens que me toca. Ele dividiu com eles seus bens.

13 Passados não muitos dias, ajuntando tudo o que era seu, partiu o filho mais moço para uma terra muito distante num país estranho, e lá dissipou toda a sua fortuna vivendo dissolutamente.

14 Depois de ter consumido tudo, houve naquele país uma grande fome, e ele começou a passar necessidade.

15 Retirou-se dali e se agregou com um dos cidadãos daquela região. Este porém o mandou para um arraial seu, para apascentar os porcos.

16 E desejava repletar-se de vagens, das que comiam os porcos, mas ninguém lhas dava.

17 Até que, tendo caído em si, disse: Quantos jornaleiros há na casa de meu pai que têm pão em abundância, e eu aqui pereço de fome!

18 Levantar-me-ei e irei buscar a meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o Céu, e diante de ti!

19 Já não sou digno de ser chamado teu filho: faze de mim um dos teus jornaleiros.

20 Levantou-se pois, e foi buscar a seu pai. E quando ele ainda vinha longe seu pai o viu e moveu-se de compaixão, e correndo, lançou-lhe os braços ao pescoço para o abraçar, e o beijou.

21 E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o Céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho.

22 Então disse o pai aos seus servos: Tirai depressa suas vestes e colocai-lhe sua melhor roupa, ponde-lhe um anel no dedo e calçado nos pés!

23 Trazei também o vitelo cevado, matai-o, para comermos e para nos regalarmos!

24 Porque este meu filho estava morto e reviveu; tinha-se perdido e foi encontrado. E começaram a banquetear-se.

25 Quando seu filho mais velho que estava no campo veio e foi se aproximando da casa, ouviu a sinfonia e o coro;

26 E chamando um dos servos, perguntou-lhe que era aquilo.

27 Este lhe disse: Teu irmão voltou, e teu pai mandou matar o novilho cevado, porque veio com saúde.

28 Ele então se indignou e não queria entrar. Mas, saindo o pai, começou a rogá-lo que entrasse.

29 Ele porém, disse a seu pai: Há tantos anos que te sirvo, sem nunca transgredir mandamento algum teu, e nunca me deste um cabrito para me regalar com os meus amigos.

30 Mas assim que chegou este teu filho, que gastou tudo quanto tinha com prostitutas, logo lhe mandaste matar o novilho cevado.

31 Então lhe disse o pai: Filho, sempre estás comigo, e tudo o que é meu é teu;

32 Era necessário porém, que houvesse banquete e festim, pois que este teu irmão estava morto e reviveu; tinha-se perdido e foi encontrado.

 


Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação.

Veja também as seguintes versões: Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition. Edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt

 

.

D
W