Bible of the WayBíblia do Caminho  † Testamento Redentor

Índice Página inicial Próximo Capítulo

O Evangelho segundo S. Marcos  Ee 

(Vulgatæ Editionis)

 

CAPÍTULO 12

 

A parábola dos lavradores a quem se arrendou uma vinha. Tentam os fariseus a Jesus sobre a obrigação de pagar tributo a César; e tentam-no os saduceus sobre a ressurreição. Qual é o primeiro Mandamento. David chama seu Senhor ao Messias. Cautela contra os doutores da lei. Louva Jesus a esmola de uma pobre viúva. (Nota do Tradutor)

 

Parábola dos vinhateiros homicidas  Ee 

Mt = Lc

 

12 Começou depois Jesus a falar-lhes por  parábolas: Um homem plantou uma vinha e cercou-a com uma sebe, cavando fez um lagar, edificou uma torre e arrendou-a a uns lavradores; depois ausentou-se para longe.

2 Chegado o tempo de receber dos lavradores o que lhe deviam do fruto da sua vinha, enviou aos lavradores um servo.

3 Eles o agarraram, feriram, e o remeteram com as mãos vazias.

4 Enviou-lhes de novo outro servo; e também a este o feriram na cabeça, e o carregaram de afrontas.

5 De novo enviou outro e o mataram; e outros muitos, dos quais feriram a uns e mataram a outros.

6 Mas como tivesse ainda um filho, a quem ele muito amava, também lho enviou por último, dizendo: Terão respeito a meu filho.

7 Porém os lavradores disseram uns para os outros: Este é o herdeiro; vinde, matemo-lo, e será nossa a herança.

8 Pegando-o, mataram-no, e lançaram-no fora da vinha.

9 Que fará pois o Senhor da vinha? Virá, acabará com estes lavradores, e dará a sua vinha a outros.

10 Nunca lestes na Escritura: A pedra, que fora rejeitada pelos que edificavam, esta foi posta por cabeça do ângulo.

11 Pelo Senhor é que foi feito isto, e é coisa maravilhosa nos nossos olhos? (Sl)

12 E buscavam meios para o prenderem; mas temeram o povo, porque entenderam que contra eles havia dito esta parábola. E deixando-o se retiraram.

 

Do tributo a César  Ee 

Mt = Lc

 

13 Enviaram-lhe alguns dos fariseus e dos herodianos, para que o apanhassem no que falasse.

14 Eles vindo, lhe dizem: Mestre, sabemos que és homem verdadeiro, e que não atendes a respeitos humanos; porque não olhas os homens pela aparência, mas ensinas o caminho de Deus segundo a verdade; é-nos permitido dar o tributo a César, ou não lho devemos dar?

15 Jesus, conhecendo a sua hipocrisia, respondeu-lhes: Porque me tentais? Dai-me um denário para que o veja.

16 Eles lho trouxeram. Então lhes perguntou Jesus: De quem é esta imagem e inscrição? Responderam-lhe eles: De César.

17 E, respondendo, Jesus lhes disse: Restitui pois a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus. E desta resposta ficaram admirados.

 

Os saduceus e a ressurreição  Ee 

Mt = Lc

 

18 Vieram a eles os saduceus, que negam a ressurreição, e lhe perguntavam:

19 Mestre, Moisés nos deixou escrito que, se morrer o irmão de alguém, deixar mulher e não tiver filhos, que tome seu irmão a mulher dele, e que dê sucessão a seu irmão.

20 Eram pois sete irmãos, o maior desposou uma mulher e morreu sem deixar sucessão.

21 O segundo a desposou, morreu e nem este deixou filhos. E da mesma sorte o terceiro.

22 E assim, portanto, desposaram-na os sete e não deixaram filhos. Sendo já a última de todos, morreu também a mulher.

23 Ao tempo pois da ressurreição, quando tornarem a viver, de qual destes será a mulher? Porque todos sete a tiveram por mulher.

24 Respondendo, Jesus lhes disse: Não vedes que por isso errais. Porque não compreendeis as Escrituras, nem o poder de Deus?

25 Porque quando ressuscitarem dentre os mortos, os homens não hão de ter mulheres, nem as mulheres homens, mas todos serão como os anjos nos Céus.

26 E dos mortos que têm de ressuscitar, não haveis lido no livro de Moisés, como Deus lhe falou sobre a sarça, dizendo: Eu sou o Deus de Abraão, e o Deus de Isaac, e o Deus de Jacob? (Ex)

27 Ele não é Deus de mortos, senão de vivos, logo estais vós num grande erro.

 

O grande mandamento da lei  Ee 

Mt = Lc

 

28 Então se chegou um dos escribas, que os tinha ouvido disputar, e vendo que Jesus lhes havia respondido bem, lhe perguntou qual era o primeiro de todos os mandamentos.

29 E Jesus lhe respondeu que de todos o primeiro mandamento era este: Ouve, ó Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor;

30 E, amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas as tuas forças. (Dt) Este é o primeiro Mandamento.

31 O segundo, semelhante ao primeiro, é: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. (Lv) Nenhum outro Mandamento há que seja maior do que estes.

32 Disse-lhe então o escriba: Mestre, na verdade disseste bem, que Deus é um só e que não há outro fora ele.

33 Que o amá-lo cada um de todo seu coração, de todo seu entendimento, de toda sua alma, de todas as suas forças, e amar ao próximo como a si mesmo, é algo que excede todos os holocaustos e sacrifícios.

34 Vendo Jesus que o escriba tinha respondido sabiamente, disse-lhe: Não estás longe do Reino de Deus. E desde então ninguém mais se atreveu a fazer-lhe perguntas.

 

O Messias: Senhor de David

Mt = Lc

 

35 Ensinando no Templo, dizia Jesus: Como dizem os escribas que o Cristo é filho de David?

36 Porque o mesmo David por boca do Espírito Santo diz: Disse o Senhor ao meu Senhor, senta-te à minha direita, até que eu ponha os teus inimigos por escabelo de teus pés. (Sl)

37 Pois se o mesmo David lhe chama Senhor, como então é ele seu filho? E uma grande multidão de povo o ouvia com gosto.

 

Jesus censura os escribas  Ee 

Mt = Lc

 

38 Ele lhes dizia segundo o seu modo de ensinar: Guardai-vos dos escribas, que gostam de andar com estolas, e de serem saudados nas praças,

39 De ocupar as primeiras cadeiras nas sinagogas, e os primeiros lugares nos banquetes.

40 Que devoram as casas das viúvas sob o pretexto de longas orações; estes serão julgados com maior rigor.

 

O óbolo da viúva pobre  Ee 

Lc

 

41 Estando Jesus assentado defronte do gazofilácio, observava ele de que modo o povo colocava ali o dinheiro, e muitos que eram ricos punham-no muito.

42 Tendo chegado uma pobre viúva, lançou duas pequenas moedas, que valiam um quadrante.

43 E convocando a seus discípulos, lhes disse: Na verdade vos digo que esta pobre viúva deu mais que todos os outros que puseram no gazofilácio.

44 Porque todos os outros deram do que tinham na sua abundância, porém esta deu da sua mesma indigência tudo o que possuia, e tudo o que lhe restava para o seu sustento.

 


Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação.

Veja também as seguintes versões: Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition. Edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt