Bible of the WayBíblia do Caminho  † Testamento Redentor

Índice Página inicial Próximo Capítulo

O Evangelho segundo S. Mateus  Ee

(Vulgatæ Editionis)

CAPÍTULO 23

(Versículos e sumário)

Jesus censura os escribas e fariseus  Ee

 Mc = Lc; Lc

 

23 Então falou Jesus às turbas e aos seus discípulos, dizendo:

2 Sobre a cadeira de Moisés se assentaram os escribas e os fariseus.

3 Observai, pois, e fazei tudo quanto eles vos disserem; porém, não obreis como eles; porque dizem e não fazem.

4 Porque atam cargas pesadas e difíceis de carregar e as põem sobre os ombros dos homens; mas nem com seu dedo as querem mover.

5 E fazem todas as suas obras para serem vistos pelos homens; por isso trazem suas largas faixas e grandes franjas nos seus mantos.

6 Eles amam os primeiros lugares nos banquetes e as primeiras cadeiras nas sinagogas,

7 E que os saúdem na praça, e de serem chamados Rabi [Mestre] pelos homens.

8 Mas vós não queirais ser chamados mestres; porque um só é vosso Mestre, e vós todos sois irmãos.

9 E a ninguém chameis pai sobre a terra; porque um só é o vosso Pai, que está nos Céus.

10 Nem vos intituleis mestres: porque um só é vosso Mestre, o Cristo.

11 O que dentre vós é o maior, será o vosso servo.

12 Porque aquele que se exaltar, será humilhado; e o que se humilhar, será exaltado.

 

Jesus faz forte censura contra os maus costumes dos escribas e fariseus Ee

 

13 Mas ai de vós escribas e fariseus hipócritas; que fechais diante dos homens o Reino dos Céus! Pois nem vós entrais, nem aos que entrariam deixais entrar.

14 Ai de vós escribas e fariseus hipócritas; porque devorais as casas das viúvas, fazendo longas orações; por isto sereis julgados mais rigorosamente.

15 Ai de vós escribas e fariseus hipócritas; porque rodeais mar e terra para fazerdes um prosélito; e depois de o terdes feito, fazei-o duplamente mais digno do inferno [da geenna] W do que vós.

16 Ai de vós condutores cegos, que dizeis: Todo o que jurar pelo Templo, isso não é nada; mas o que jurar pelo ouro do Templo, fica obrigado ao que jurou!

17 Estultos e cegos; pois qual é mais, o ouro ou o Templo que santifica o ouro?

18 E todo o que jurar pelo altar, isso não é nada; mas qualquer que jurar pela oferenda, que está sobre ele, está obrigado ao que jurou.

19 Cegos; pois qual é mais, a oferenda ou o altar, que santifica a oferenda?

20 Aquele, pois, que jura pelo altar, jura por ele, e por tudo quanto sobre ele está;

21 E todo o que jurar pelo Templo, jura por ele, e pelo que habita nele;

22 E o que jura pelo Céu, jura pelo trono de Deus e por aquele que está sentado nele.

23 Ai de vós escribas e fariseus hipócritas, que pagais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, e haveis deixado as coisas mais importantes da lei, a justiça, a misericórdia e a fé; estas são as que devíeis praticar, sem, entretanto, omitirdes aquelas outras.

24 Condutores cegos, que coais um mosquito e engolis um camelo!

25 Ai de vós escribas e fariseus hipócritas, porque limpais o que está por fora do copo e do prato, e por dentro estais cheios de rapinas e imundícies!

26 Fariseu cego, purifica primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo.

27 Ai de vós escribas e fariseus hipócritas: porque sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora parecem formosos aos homens, e por dentro estão cheios de ossos e de podridões!

28 Assim também, vós outros por fora vos mostrais na verdade justos aos homens; mas por dentro estais cheios de hipocrisia e iniquidade.

29 Ai de vós escribas e fariseus hipócritas, que edificais os sepulcros dos profetas, e adornais os monumentos dos justos,

30 E dizeis: Se nós houvéramos vivido nos dias de nossos pais, não teríamos sido seus companheiros no sangue dos profetas.

31 E assim dais testemunho contra vós mesmos, de que sois filhos daqueles que mataram os profetas.

32 Acabai pois, de encher a medida de vossos pais.

33 Serpentes, raça de víboras, como escapareis de serdes condenados  à geenna [ao inferno]?

34 Portanto, eis que eu vos envio profetas, sábios e escribas, que matareis e crucificareis a uns e açoitareis a outros nas vossas sinagogas, e os perseguireis de cidade em cidade.

35 Para que venha sobre vós todo o sangue dos justos, que se tem derramado sobre a terra, desde o sangue do justo Abel(Gn) até o sangue de Zacarias, filho de Barachias, a quem vós destes a morte entre o Templo e o altar(II Cr)

36 Em verdade vos digo, que todas estas coisas virão sobre esta geração.

 

O lamento sobre Jerusalém

Lc

 

37 Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas os que te são enviados, quantas vezes quis eu ajuntar teus filhos, tal como uma galinha recolhe debaixo das asas os seus pintinhos, e o não quiseste?

38 Eis que vos ficará deserta a vossa casa.

39 Porque eu vos declaro que desde agora não me tornareis a ver até que digais: Bendito seja o que vem em nome do Senhor(Sl)

 


Há imagens desse capítulo, visualizadas através do Google - Pesquisa de livros, nas seguintes bíblias: Padre Antonio Pereira de Figueiredo edição de 1828 | Padre João Ferreira A. d’Almeida, edição de 1850 | A bíblia em francês de Isaac-Louis Le Maistre de Sacy, da qual se serviu Allan Kardec na Codificação.

Veja também as seguintes versões: Corrigida e revisada, fiel de Almeida; Novum Testamentum Graece 28th revised edition. Edited by Barbara Aland and others; Parallel Greek New Testament by John Hurt

 

.

D
W