Bible of the WayBíblia do Caminho  † Súmulas Biográficas

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Francisco Cândido Xavier

 

(Chico Xavier autografando)

 

Blue bar

TEMAS CORRELATOS
Allan Kardec Espiritismo Médium

 

Catálogo por ordem cronológica e por autoria espiritual das obras chavierianas

  1. A família de Chico Xavier — Chico Xavier
  2. A figura de comunicação de Francisco Cândido Xavier — Artur da Távola
  3. A Folha Espírita entrevista Chico Xavier (sobre sua saúde)
  4. A mensagem do homenageado (Discurso de agradecimento do médium Francisco Cândido Xavier, quando do recebimento do título de cidadão honorário de Belo Horizonte)
  5. A minha formação de médium — Chico Xavier
  6. A palavra de Chico Xavier — Entrevista
  7. A palavra do médium. Quarenta anos de mediunidade 1967
  8. A TERRA E O SEMEADOR (o livro todo) — Chico/Emmanuel
  9. A verdadeira história de Chico Xavier — Eneias Tavares dos Santos
  10. A Vida é mais importante do que a Verdade — Chico/Emmanuel
  11. As cartas de Chico Xavier — F. C. Xavier — Os documentos da angústia — J. Herculano Pires
  12. As mil ave-marias — Chico Xavier
  13. As opiniões corajosas de Chico Xavier (com respeito a ser submetido a operações cirúrgicas por médiuns curadores)
  14. As posses do Chico — Chico Xavier
  15. Aconselhamento oportuno (Importantes conselhos de Emmanuel ao Chico dados em 1948) — Emmanuel
  16. Agradecendo à comunidade espírita brasileira
  17. Apresentação (ao livro manuscrito intitulado “Chico Xavier: O  Primeiro Livro”) — Geraldo Lemos Neto
  18. Assinado: “Cisco Xavier” — Chico/Emmanuel
  19. Assuntos da vida (Uma entrevista ao médium Xavier logo após um almoço em sua casa) — Emmanuel
  20. Autenticidade mediúnica de Chico Xavier
  21. AVISO (aos amigos espirituais) — Chico Xavier
  22. Carta do Chico a José Gonçalves Pereira por ocasião do 1º Centenário da Codificação do Espiritismo
  23. Chico e Emmanuel — Chico Xavier
  24. Chico e Emmanuel (Encontro de Públio Lêntulus com Paulo de Tarso em Jerusalém) — Entrevista
  25. Chico e os livros — Chico Xavier
  26. Chico fala dos seus sessenta anos de mediunidade — Entrevista
  27. Chico, homem de fé — Chico Xavier
  28. Chico Xavier — Reportagem
  29. CHICO XAVIER, DOS HIPPIES AOS PROBLEMAS DO MUNDO (o livro todo) — Chico/Emmanuel
  30. CHICO XAVIER, O PRIMEIRO LIVRO (a segunda parte do livro, intitulada: Chico Xavier - Versos por ele mesmo) — Francisco Xavier
  31. Chico Xavier e Barbara Ivanova — Entrevista
  32. Chico Xavier e Isabel de Aragão — Caio Ramacciotti
  33. Chico Xavier e o ano internacional da criança [Idem] — Entrevista
  34. Chico Xavier e o Cronista Valentim Lorenzetti — Entrevista
  35. Chico Xavier e o Dr. Jarbas Leone Varanda — Entrevista
  36. Chico Xavier e o Dr. José Thomaz da Silva Sobrinho — Entrevista
  37. Chico Xavier e o Dr. Luiz Carlos Pásqua — Entrevista
  38. Chico Xavier e o Escritor Jorge Azevedo — Entrevista
  39. Chico Xavier e o Professor Wallace Leal V. Rodrigues — Entrevista
  40. Chico Xavier e o Programa “Ondas de Luz” — Entrevista
  41. Chico Xavier e o Radialista Romeu Sérgio — Entrevista
  42. Chico Xavier em 47 respostas — Entrevista
  43. Chico Xavier em entrevista (ao jornal “A Flama Espírita”)
  44. Chico Xavier em entrevista exclusiva (ao jornal “A Folha Espírita”)
  45. Chico Xavier em vários temas — Entrevista
  46. Chico Xavier explica sua doença e como convive com ela
  47. Chico Xavier, J. Martins Peralva e Dona Carmen Pena Perácio — Entrevista
  48. Chico Xavier morre em Uberaba aos 92 anos — Reportagem de Paulo Peixoto da Agência Folha, em Belo Horizonte
  49. Chico Xavier no Colégio Militar — Entrevista
  50. Chico Xavier no mundo dos escritores — Entrevista
  51. Chico Xavier, o referencial — Eurípedes Higino e Equipe
  52. Chico Xavier: Psicografia de 1927 a 1931 — Entrevista
  53. Chico Xavier, quem é você? — Autobiografia
  54. Chico Xavier responde a três delicadas perguntas de um estudioso em assuntos financeiros
  55. Chico Xavier, uma lição de amor — Entrevista
  56. Cinquenta anos de perseverança mediúnica — Entrevista
  57. Clóvis Tavares e Chico Xavier
  58. Cumprindo pedido do Coração — Eurípedes Humberto Higino dos Reis
  59. D. Carmem Pena Perácio fala sobre o Chico (“O Espírita Mineiro” entrevistou em 1967 a Sra. Carmem Pena Perácio, veneranda senhora que orientou os primeiros contatos de Chico Xavier com o serviço mediúnico.)
  60. De Pedro Leopoldo a Uberaba I — Chico Xavier
  61. De Pedro Leopoldo a Uberaba II — Chico Xavier
  62. Depoimento de Aparício Fernandes: F. C. Xavier, o jardineiro da luz
  63. Depoimento de Clóvis Tavares [Idem]: F. C. Xavier em Campos e Guarulhos
  64. Depoimento de Humberto Mariotti: Visitas a Francisco C. Xavier em Uberaba
  65. Depoimento de Ismael Gomes Braga: Pequena biografia de F. C. Xavier
  66. Depoimento de Joaquim Alves (Jô): No campo da psicografia
  67. Depoimento de J. Herculano Pires:  Francisco Cândido Xavier, o Servo Fiel
  68. Depoimento de Lins de Vasconcellos: Advertência aos indiferentes
  69. Depoimento de Manuel Quintão: Em comunhão de graças
  70. Depoimento de Mário Donato: O “milagre” de F. C. Xavier
  71. Depoimento de Newton Boechat: Caso Cleone Matos
  72. Depoimento de Pereira Guedes: F. C. Xavier, 40 anos de mediunidade
  73. Depoimento de Ramiro Gama: O caso Irmã Teresinha
  74. Depoimento de R. Magalhães Júnior: F. C. Xavier: médium ou embusteiro
  75. Depoimento do General R. P. Michelena sobre Chico Xavier
  76. Depoimentos sobre Chico Xavier — Francisco Thiesen, Zeus Wantuil, Deolindo Amorim, Alexandre Sech e Hernani Guimarães
  77. Desabafo — Chico Xavier
  78. Devotemo-nos a Deus — Chico Xavier (Espírito)
  79. Diálogo com Chico Xavier (Balanço mediúnico de 40 anos de serviço) — Entrevista
  80. Diálogo entre amigos — Dr. Bezerra e Chico Xavier (O paletó de Chico Xavier) — Odilon Fernandes
  81. Eça de Queirós (Espírito) [Idem] — Julgando opiniões — Crise de Gênios… — Gênios e póstumos — “Não busque ser o gênio, sê o apóstolo” — Ironia e pessimismo póstumos — A necessidade do fantástico
  82. Encontro com Chico Xavier — Entrevista
  83. Encontro com Divaldo Pereira Franco — Entrevista
  84. Entrevista ao jornal “O Espírita Mineiro”
  85. Entrevista ao jornal “Estado de Minas” — “O mal jamais vencerá o bem”.
  86. Entrevista ao jornal “O Triângulo Espírita”
  87. Entrevista de Chico Xavier em “Anuário Espírita 1967”
  88. Entrevista do médium Chico Xavier sobre detalhes de sua vida pessoal
  89. Entrevistando Chico Xavier — Entrevista
  90. Eu creio que sou médium — Chico Xavier
  91. “Eu vi o Chico receber a primeira mensagem!” — Antônio Barbosa Chaves
  92. Excertos do livro “Chico Xavier - Meus pedaços do espelho” de Marlene Nobre
  93. Falar e escutar — Maria Dolores
  94. Fâmulos do Chico — Chico Xavier
  95. Fumo e mediunidade — Entrevista
  96. Gratificações no exercício da mediunidade (Direitos autorais de seus livros) — Entrevista e Documentário
  97. Homenagem falada de Francisco Cândido Xavier, a Nossa Senhora da Abadia — Chico Xavier
  98. Isabel de Aragão, Chico Xavier e os Idos de 1910 (Chico conta como foi os preparativos de sua última reencarnação e seu primeiro encontro com aquela que viria a ser sua mãe) — Caio Ramacciotti
  99. Isabel de Aragão e Chico Xavier — Caio Ramacciotti
  100. Literatos que voltaram — Entrevista
  101. LUZ BENDITA (2.ª Parte — 80 depoimentos diversos de escritores, críticos literários e de pessoas que conheceram Francisco C. Xavier)
  102. Mais de três mil pessoas — Artigo do “Diário da Noite”
  103. Manoel Justiniano Quintão, um amigo — Entrevista
  104. Médium ímpar — Chico Xavier
  105. Mensagens do Céu à Terra — Crônica de Fernando Worm
  106. Mensagens do Chico — Chico Xavier
  107. Meu amiguinho (Conselhos de uma amiga ao Chico quando ele formava seu primeiro livro manuscrito) — Anna Alves de Almeida
  108. Na organização de trinta livros (dos primeiros 30 livros psicografados por F. C. Xavier) — Emmanuel
  109. Na tarefa mediúnica [Idem] [Idem] (O compromisso de Chico Xavier na recepção dos livros doutrinários) — Entrevista
  110. Nem tudo… — Chico Xavier
  111. Nobel da Paz — Chico Xavier
  112. Novo depoimento de Manuel Quintão: Romaria da graça
  113. Novo depoimento de Newton Boechat: Caso Manuel açougueiro
  114. NOTÁVEIS REPORTAGENS COM CHICO XAVIER (o livro todo)
  115. Notícia (Versos) — Maria Dolores
  116. Notícias que merecem destaque I  — Entrevista
  117. Notícias que merecem destaque II (Chico Xavier explica porque foi importante para ele ter sofrido com inúmeras doenças) — Entrevista
  118. O Chico disse… — Chico Xavier
  119. O Chico que conheci — Caio Ramacciotti
  120. O servidor incansável — Geraldo Lemos Neto
  121. O tiro — Chico Xavier
  122. O título de cidadania e a comissão de sensores — Chico Xavier
  123. Os privilégios de Chico — Chico Xavier
  124. Outro precioso depoimento de Clóvis Tavares [Idem]
  125. Página de gratidão (na qual o Chico agradece a Cornélio Pires ter ditado a ele, já com seus 85 janeiros, um pequeno livro de trovas) — Chico Xavier
  126. Palavras e sentimento de CHICO XAVIER (A respeito da doação dos órgãos de seu corpo)
  127. Palavras minhas — Chico Xavier (Breve relato autobiográfico)
  128. Pequenez — Chico Xavier
  129. Perguntas e respostas de Chico Xavier — Entrevista
  130. PINGA FOGO (o livro todo) — Chico Xavier
  131. Policiamento, vibrações, saúde — Crônica e entrevista de Fernando Worm
  132. Precioso depoimento do Prof. Dr. J. Melo Teixeira: O “fenômeno” Chico Xavier
  133. Precursor — Rodrigues de Abreu
  134. Prefaciando… — Chico Xavier (Breve relato autobiográfico)
  135. Prêmio Nobel da Paz — Entrevista
  136. Problemas de um médium  (A história de Calixto lembra bem a do médium Xavier) — Irmão X
  137. Prosseguir (Mensagem assinada pelo próprio médium) — Chico Xavier
  138. Quando Chico Xavier recebeu sua primeira mensagem, ele ainda era católico (A aparição de Isabel de Aragão) — Chico Xavier
  139. Questões a que a Espiritualidade responde (Da desobsessão; dos médiuns; do assédio de entidades infelizes; das deformidades congênitas nos animais; do aspecto mais importante da Doutrina)
  140. Questões íntimas — Entrevista
  141. Recordações da Mediunidade Gloriosa de Francisco Cândido Xavier — Josyan Courté
  142. Recordações de Chico Xavier — Odilon Fernandes
  143. Referência a um acidente (Nessa mensagem de 10/03/1948 encontram-se informações que indicam os primeiros sinais da transferência do Chico para Uberaba em janeiro de 1959) — Neio Lúcio
  144. Relatos em torno de Chico Xavier I — (Jogral elaborado por) Carlos Alves Neto
  145. Relatos em torno de Chico Xavier II — Arnaldo Rocha
  146. Relatos em torno de Chico Xavier III —  José Martins Peralva Sobrinho
  147. Relatos em torno de Chico Xavier IV —  Geraldo Lemos Neto
  148. Seis questões com Chico Xavier — Entrevista
  149. 76 casos de consultas a Chico Xavier — Crônica de Fernando Worm
  150. Terapia para as dores do mundo — Crônica de Fernando Worm
  151. Traços biográficos de F. C. Xavier
  152. Trago-lhe o meu adeus sem prometer voltar breve [Idem] [Idem] — (O cronista desencarnado fala ao médium Francisco Cândido Xavier em face das críticas e acusações de pastiche às suas primeiras produções medianímicas levadas ao público com a assinatura de Humberto de Campos. Breve história do Anjo guardião das cruzes humanas)
  153. Um adeus (Despedida e conselhos maternos) — Maria João de Deus
  154. Um encontro fraterno e uma mensagem aos espíritas brasileiros
  155. Um episódio com Chico aos cinco anos — Chico Xavier
  156. Um espinho na carne histórica da França (Depoimento) — F. C. Xavier
  157. Um Pinga Luz na TV — Entrevista
  158. Um servidor do Além, ao seu dispor — Documentário e Entrevista
  159. Uma casa à venda — Reportagem
  160. União Espírita Mineira pergunta, Francisco Cândido Xavier responde.
OUTRAS REFERÊNCIAS AO TEMA
  1. As viagens ao exterior (En)
  2. Acreditar na reencarnação, numa vida futura, aqui mesmo na Terra, não seria uma maneira de tornar as pessoas passivas? Você acha que depois de morrer você vai reencarnar? (Eco)
  3. Chico, você já recebeu mensagens em outras línguas que não a nossa? Em quais línguas? (En)
  4. Chico Xavier W
  5. Chico Xavier fala sobre sua própria mediunidade (Eco)
  6. E o que um homem como Chico Xavier pensa da morte? Ele teria medo de morrer? (Eco)
  7. Em trabalho com Jesus e Kardec (Eco)
  8. Estado de saúde do médium. Paciência na enfermidade. Confirmação de que Emmanuel é uma reencarnação do Padre Manuel da Nóbrega. (Eco)
  9. Fatos interessantes ocorridos durante uma visita que o médium Francisco Cândido Xavier fez à Penitenciária de São Paulo (Eco)
  10. Francisco Cândido Xavier: pai e mãe de uma nova era. (Ent)
  11. Mensagens na voz de Chico Xavier (links externos): Universo Espírita; O Consolador; You Tube.
  12. O pedido de Chico, que passava por uma séria crise de labirintite, ao Dr. Bezerra. (Eco)
  13. O senhor lamenta não ter deixado um filho? 150 livros! Um recordista de publicação e venda no Brasil. Quanto dinheiro Chico Xavier ganhou com isso? (Eco)
  14. O Sr. tem conhecimento das mensagens recebidas no exato momento, em que a recebe, ou somente depois que as lê? (En)
  15. Palestra de Geraldo Lemos NetoA volta de Allan Kardec em Chico Xavier” (Publicado em 30 de agosto de 2016)
  16. Palestra de Haroldo Dutra Dias: A contribuição da obra de Francisco Cândido Xavier para a compreensão do Evangelho (Publicado em 9 de janeiro de 2013)
  17. Resposta do médium F. C. X. a três questões propostas: Sobre o retorno à tarefa mediúnica em reencarnação futura; sobre o que faria se soubesse ter chegado seu último dia na Terra; e sobre a prudência nas revelações mediúnicas. (Ent)
  18. Um escritor da Guanabara conta, em suas páginas, que você em criança teria sido médium, na cura de uma ferida, lambendo esta mesma ferida por influência dos Espíritos. Conte este caso, por favor, em poucas palavras, por causa do nosso adiantado da hora. (En)
  19. Vide: Casos lindos de Chico no Monte Carmelo: “A beleza de uma alma”; “A lição dos pães-de-queijo”
  20. Vide informações sobre os problemas visuais do Chico. (Cdb)
  21. Vide: Nota sobre os livros recebidos por Chico, de 1938 a 1952
  22. Você, Chico, para receber mais de cem livros dos Espíritos, versando sobre os mais variados assuntos, se sente com qualidades superiores para isso? (En)
  23. Você é um homem conhecido mundialmente. Qual sua fórmula para fugir às tentações da fama? (Eco)

 

Francisco Cândido Xavier, mais conhecido como Chico Xavier (Pedro Leopoldo, 2 de abril de 1910 — Uberaba, 30 de junho de 2002), foi um médium, filantropo e um dos mais importantes expoentes do Espiritismo. Seu nome de batismo, Francisco de Paula Cândido, em homenagem ao santo do dia de seu nascimento, foi substituído pelo nome paterno de Francisco Cândido Xavier logo que psicografou os primeiros livros, mudança oficializada em abril de 1966, quando chegou da sua segunda viagem aos Estados Unidos. Chico Xavier psicografou mais de 450 livros, tendo vendido mais de 50 milhões de exemplares e sendo o escritor brasileiro de maior sucesso comercial da história, mas sempre cedeu todos os direitos autorais dos livros, em cartório, para instituições de caridade. Também psicografou cerca de dez mil cartas, nunca tendo cobrado algo ao destinatário. Seus empregos foram vendedor, operário fabril e datilógrafo. — Continue esta resenha biográfica na W

 


 

POR QUE CHICO XAVIER MUDOU DE NOME? Uma influente autoridade religiosa de Belo Horizonte implicou com os Xavier, principalmente com o Chico Xavier, cujo nome começava a se projetar junto com as suas obras mediúnicas.

Escrevendo para o Sr. Rômulo Joviano, o chefe da Fazenda Modelo, onde Chico trabalhava, aquela autoridade exigia que o Chico fosse despedido do trabalho.

O assunto era sério e precisava ser solucionado; àquela época, por decreto do presidente Getúlio Vargas, todo brasileiro que ainda não se houvesse registrado, poderia fazê-lo, gratuitamente, por um período de 5 anos.

Pensando no problema, o Sr. Rômulo propôs a Chico registrar-se novamente, porque assim ele forneceria à dita autoridade religiosa de Belo Horizonte uma nova relação dos funcionários da Fazenda Modelo, em Pedro Leopoldo, esclarecendo que não havia mais nenhum Xavier na repartição e que suas “ordens” tinham sido cumpridas à risca.

Chico concordou e assim foi feito.

Olhando no calendário, o Sr. Rômulo observou que o dia 2 de abril, data de aniversário do Chico, era consagrado à São Francisco de Paula e sugeriu que, para Chico não deixar de ser Chico, ao invés de Francisco Cândido Xavier ele passasse a assinar Francisco de Paula Cândido. Assim ele continuaria a ser Chico e “Cândido”, como sempre o fora.

A providência inteligente do Sr. Rômulo, que era um homem enérgico, mas muito humano, evitou que Chico perdesse o emprego numa época em que ele tratava de 14 pessoas em sua casa, entre as quais um sobrinho paralítico de nome Emmanuel Luiz, filho de José.

A autoridade religiosa se acalmou, recebendo a merecida lição, e o Chico continuou a trabalhar recolhendo-se à paz de temporário anonimato. (A certidão de nascimento e a cédula de identidade de Francisco Cândido Xavier.)