Doutrina e vida — Autores diversos


7


Viver Kardec n

(Unificação)

Allan Kardec
nos estudos,
nas cogitações,
nas atividades,
nas obras,
a fim de que a nossa fé não se faça hipnose, pela qual o domínio da sombra se estabelece sobre as mentes mais frágeis, acorrentando-as a séculos de ilusão e sofrimento.


Seja Allan Kardec
não apenas crido ou sentido,
apregoado ou manifestado à nossa bandeira de fé,
mas, suficientemente:
vivido,
sofrido,
chorado
e realizado em nossas próprias vidas.


Sem essa base é difícil forjar o caráter espírita-cristão que o mundo [conturbado] espera de nós através de nossa própria unidade.


Bezerra de Menezes



[1] O título entre parênteses é o mesmo da mensagem original, diferindo nas palavras marcadas e [entre colchetes], é apenas pequeno trecho (indicadores 13 e 15) de uma mensagem publicada na Revista de Espiritismo Cristão - Reformador da FEB, em outubro de 1995, e é a 6ª lição do livro Caderno de mensagens. — Esse capítulo foi restaurado: Texto restaurado.


Texto extraído da 1ª edição desse livro.

.

Abrir