Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Sentinelas da alma — Meimei


9


Amparo recíproco

1 Reforma íntima: duas palavras que enfeixam numerosos apelos à sublimação espiritual.

2 Não te enganes, porém. Em nos referindo a esse imperativo da vida, coloquemo-nos todos na órbita de semelhante necessidade.

3 Não te julgues intangível. Se ainda não sofreste o assédio dessa ou daquela tentação, é possível que o teu dia de luta, nesse sentido, aparecerá mais depressa do que pensas.

4 Esse amigo conquistou a honestidade, mas ainda não se livrou da sovinice.

5 Aquela irmã atingiu louvável equilíbrio sentimental, no entanto, ainda carrega consigo grande peso de orgulho.

6 Outro amigo é um modelo de generosidade, contudo, não perdoa a mínima ofensa. Determinada companheira é um retrato da dedicação, em família, mas converte-se facilmente em franca representação do egoísmo, em se tratando do interesse dos outros.

7 Esse irmão alcançou alto grau de cultura, entretanto, não se contém perante certas tentações de caráter afetivo.

8 Encontramos outro que brilha na condição de autêntico herói do trabalho, no entanto, ainda não sabe afastar-se do propósito de empalmar os bens alheios, desde que encontre facilidade para isso.

9 Reportamo-nos ao assunto, a fim de anotar que, na Terra, somos todos necessitados da compaixão recíproca.

10 Analisemos os pontos frágeis da cidadela em que se nos oculta a personalidade e auxiliemo-nos uns aos outros.

11 Jesus nos dedicou um só mandamento: — “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei.” ( † )

12 E atrevemo-nos a crer que o Divino Mestre nos terá dito nas entrelinhas: — “Perdoai-vos uns aos outros como eu vos perdoei.”


.Meimei


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir