Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Cartilha da Natureza — Casimiro Cunha


60


O lago

  1 Todo lago tem seu nível.

  Qualquer um, raso ou profundo,

  É patrimônio a dispor

  Na tábua dos bens do mundo.


  2 A questão toda é saber,

  A golpes de paciência,

  Utilizar-lhe os proveitos

  Com bondade e inteligência.


  3 Diversos homens acusam

  As águas estacionadas,

  Como poços enfermiços

  De forças envenenadas.


  4 Mas, como tudo na Terra,

  O lago pede, também,

  A compreensão de seus donos

  Na lei que edifica o bem.


  5 Se recebe o seu auxílio,

  Retribui toda a atenção,

  Dando vida e movimento

  Aos quadros da Criação.


  6 Se alguém lhe defende as águas,

  Protegendo-lhe a limpeza,

  É um espelho cristalino

  Na estrada da Natureza.


  7 De dia, trabalha e dá,

  Sob os ventos generosos;

  De noite, reflete a luz

  Dos astros cariciosos.


  8 Mas, a fim de ser mantido

  No esforço nobre e fecundo,

  É bom que ninguém lhe agite

  O lodo que está no fundo.


  9 O lago retrata a vida

  Nos quadros em que repousa.

  Todo homem tem seu nível

  Para o bem de alguma coisa.


  10 Um a um, pedem respeito

  Aos seus níveis de existência,

  Pois todos guardam consigo

  O lodo da experiência.


.Casimiro Cunha


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir