Bible of the WayBíblia do Caminho  † Temática

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Vidência mediúnica

 

TEMAS CORRELATOS
(Alucinação) (Aparição) (Clarividência) (Médium) (Manifestação espírita) (Manifestações visuais) (Mediunidade) (Previsão) (Profeta) (Sonambulismo) (Sentido espiritual) (Visualização)
(AFORISMOS)
 
  1. A divina visão (Muitos anos orara certa devota, implorando uma visão do Senhor) — Irmão X
  2. A mediunidade no copo d’água (Um novo gênero de mediunidade vidente que se produz com o auxílio de um copo qualquer contendo água magnetizada) (Re)
  3. A pesca maravilhosa (Estudos Espíritas)
  4. A segunda vista (Op)
  5. A vidência esquecida (Benício Fernandes, o que desejava ardentemente partilhar da visão direta dos Espíritos) — Humberto de Campos
  6. As irmãs gêmeas (um caso de segunda vista) (Re)
  7. As manifestações mediúnicas de efeitos visuais (Estudos Espíritas)
  8. Adivinhações (A responsabilidade dos que fazem conclusões precipitadas ou que adiantam informações prematuras) — Irmão X
  9. Dupla vista (Lde)
  10. Experimentação mediúnica (Estudos Espíritas)
  11. Explicação de alguns fenômenos considerados sobrenaturais — Vista espiritual ou psíquica. Dupla vista (Ge)
  12. Mediunidade de vidência nas crianças (Re)
  13. Médiuns videntes (Ldm)
  14. Michel François (Um obscuro alveitar, médium vidente sem o saber, que viveu no fim do século XVII, e fora incumbido, pelo que chamou um espectro, de fazer uma revelação ao rei Luís XIV) (Re)
  15. O sexto sentido e a visão espiritual — Ensaios teóricos sobre os espelhos mágicos (Extenso e importante estudo sobre vidência e clarividência feito por Allan Kardec) (Re)
  16. O varão da Macedônia (Interpretação da passagem de Atos 16.9: “E Paulo teve de noite uma visão em que se apresentou, em pé, um varão da Macedônia e lhe rogou: Passa à Macedônia e ajuda-nos!”) — Emmanuel
  17. Os Espíritos glóbulos (Re)

    1. Com respeito à vidência de Espíritos.

    2. Como se apresentam os Espíritos nas aparições.

    3. Ilusões visuais aparentando a vidência de Espíritos glóbulos.

  18. Resumo teórico do sonambulismo, do êxtase e da dupla vista (Lde)
  19. Sr. Adrien, médium vidente (Allan Kardec declara: “sua faculdade e a sua complacência foram postas ao serviço de nossa instrução pessoal, quer na intimidade, quer nas sessões da SOCIEDADE, quer, enfim, em visitas a diversos locais de reuniões. Estivemos juntos em teatros, em bailes, em passeios, em hospitais, nos cemitérios e nas igrejas; assistimos a enterros, a casamentos, a batizados e a sermões. Em toda parte observamos Espíritos que aí se vinham reunir; com alguns desses estabelecemos conversação, interrogamo-los e aprendemos muitas coisas…”) (Re)
  20. Um caso de segunda vista (ocorrido com a Sr.ta V… na casa do Sr. Allan Kardec junto à sua esposa Amélie Gabrielle Boudet, quando este, nos aposentos de Ségur, trabalhava em sua nova obra sobre o Evangelho) (Op)
  21. Um Espírito que se julga médium (O caso da Sr.ª Gaspard que desejava ser médium vidente e que surpreendida pela morte súbita, acredita haver obtido a vidência, pois entrevia seus familiares desencarnados) (Re)
  22. Um sonho instrutivo (Allan Kardec durante sua enfermidade teve uma antevisão do uso da borracha no revestimento das rodas) (Re)
  23. Vidência e audiência (Estudos Espíritas)
  24. Vista espiritual ou psíquica. Dupla vista (Ge)
  25. Visão de Eurípedes (ocorrida durante um desdobramento) — Hilário Silva
  26. Visão normal — vide Visualização
OUTRAS REFERÊNCIAS AO TEMA
  1. A visão de Pedro em Jope (At)
  2. Referência aos videntes Samuel e Gade (1Cr)
  3. O caso da aparição de um anjo à jumenta da Balaão, e depois a ele próprio; utilizando-se da voz direta, Balaão teve a impressão de que a jumenta falava.  (Nm 22. 21-31)
  4. Vide no artigo Reconhecemo-nos no Céu:

    O Papa São Gregório cita a visão dos profetas que um religioso teve, ao morrer.

    A possibilidade da visão dos Espíritos numa das homílias de São João Crisóstomo sobre São Mateus.

  5. Vide o item 2 do artigo Um médium pintor cego: Papel do perispírito e do fluído perispirital na visão e outras percepções da alma.
  6. Vide os itens 3, 4, 5 e 9 do artigo Alucinação nos animais:

    Visão dos Espíritos nas crianças de tenra idade. Porque os fenômenos de visão não devem ser atribuídos exclusivamente à imaginação superexcitada.

    A mediunidade vidente parece ser frequente, e mesmo geral, nas criancinhas.

    Numerosos exemplos tendem a provar que o fenômeno das visões ocorre em certos animais, no estado mais normal, sobretudo no cão e no cavalo.

    Comunicação do Espírito Mokí sobre a imaginação e a visão dos Espíritos nos animais e sobre os laços que os ligam ao homem.

  7. Vide no item 7 do artigo A jovem cataléptica da Suábia:

    Por que órgãos amputados aparecem à visão dos possuidores da segunda vista.

    Vidência como as de Luísa servem à constatação da imortalidade da alma, de seu revestimento por um corpo fluídico ou perispírito durante a vida e após a morte e da vida espiritual que nos cerca.

  8. Vide no item 2 do artigo Criações fantásticas da imaginação: As visões da irmã Elmerick. Variações na visão espiritual.
  9. Vide no item 3 do artigo O sentido espiritual sobre a vista espiritual, vulgarmente chamada dupla vista ou segunda vista. Vista espiritual permanente: Conhecemos em Paris uma senhora na qual ela é permanente, e tão natural quanto a vista ordinária; ela vê sem esforço e sem concentração o caráter, os hábitos, os antecedentes de quem quer que aproxime; descreve as doenças e prescreve tratamentos eficazes com mais facilidade que muitos sonâmbulos ordinários; basta pensar em uma pessoa ausente para que a veja e a designe…
  10. Vide nas Obs. de Allan Kardec no final do item 7 do artigo Plano de campanha:

    O sonambulismo espontâneo, não é senão uma forma de mediunidade vidente, cujo desenvolvimento era anunciado há já algum tempo, assim como o aparecimento de novas aptidões mediúnicas.

    É notável que em todos os momentos de crise geral ou de perseguição, as pessoas dotadas desta faculdade [vidência] são mais numerosas do que nos tempos normais.

    Hoje, começa-se a compreender que a visão a distância, independente dos órgãos da visão, pode bem ser um dos atributos da natureza humana, e o Espiritismo o explica pela faculdade expansiva e pelas propriedades da alma.

    Generalização da faculdade de vidência espiritual entre as pessoas.

    Como se proteger da charlatanice na vidência.

  11. Vide Obs. de Allan Kardec sobre a faculdade de vidência no artigo  Os espiões.
  12. Vide no item 5 do artigo A mediunidade pelo copo d’água em 1706: Elucidações de Allan Kardec sobre os fenômenos de vidência onde são utilizados objetos tais como copos, garrafas, etc.
  13. Vidência no leito de morte: Senhora de Chilly — Caso de dupla vista atribuída à morte próxima.
  14. Vidência no leito de morte: No livro “Obreiros da vida eterna” cap. 18, item 3: A gradual intensificação das percepções psíquicas do enfermo pelo enfraquecimento de seus órgãos. Visões psíquicas de Cavalcante descortinado-lhe os quadros impressionantes da enfermaria.

 


 

VIDÊNCIA — Do lat. videns. O que vê. Vidência espírita ou dos Espíritos. VIDENTE — Do lat. videntem. Pessoa dotada da vidência ou segunda vista, que vê os Espíritos. — Vide no Livro dos Médiuns: Médiuns videntes

 

Antigamente em Israel todo o que ia consultar a Deus dizia assim: Vinde, e vamos ao Vidente. Porque aquele que hoje se chama profeta se chamava então Vidente. (1Sm) — … e o Senhor dirigiu a sua palavra a Gad profeta e vidente de David. (2Sm)

 

SEGUNDA-VISTA — Efeito da emancipação da alma, que se manifesta em estado de vigília; faculdade de ver as coisas ausentes como se estivessem presentes. Os que são dotados desta faculdade não veem pelos olhos, mas pela alma, que percebe a imagem dos objetos aonde quer que ela se transporte, como se fora uma espécie de miragem. Esta faculdade não é permanente; certas pessoas a possuem, mau grado seu, parecendo lhes um efeito natural. Produz o que se chama visões. — Allan Kardec (Ipr)

 
AFORISMOS E CITAÇÕES
  1. Eu derramarei o meu espírito sobre toda a carne; e os vossos filhos, e as vossas filhas profetizarão; os vossos velhos serão instruídos por sonhos, e os vossos mancebos terão visões. — Joel (Jl)
  2. E João deu testemunho, dizendo: Vi o Espírito que descia do céu em forma de pomba, e repousou sobre ele. — João (Jo)
  3. Viu Jesus a Natanael, que vinha buscá-lo e disse dele: Eis-aqui um verdadeiro israelita, em quem não há dolo. Perguntou-lhe Natanael: Donde me conheces tu? Respondeu Jesus, e disse-lhe: Antes que Filipe te chamasse, te vi eu, quando estavas debaixo da figueira. — João (Jo)
  4. E Paulo teve de noite uma visão em que se apresentou, em pé, um varão da Macedônia e lhe rogou: Passa à Macedônia e ajuda-nos! — Lucas (At)