Bible of the WayBíblia do Caminho  † Temática

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Umbral

 

TEMAS CORRELATOS
(Erraticidade) (Inferno) (Plano Espiritual) (Purgatório) (Trevas) (Vida espiritual)
 
  1. A Casa Transitória (Casa Transitória de Fabiano, instituição móvel de socorros urgentes situada nas regiões do Umbral) — André Luiz
  2. Almas enfermiças (A povoação de Espíritos sofredores reunidos ao fundo da Mansão Paz, no Umbral) — André Luiz
  3. Clarêncio (Perambulando pelo Umbral) — André Luiz
  4. LIBERTAÇÃO (André Luiz descreve-nos a vida espiritual nas regiões purgatoriais e que, apesar das quedas morais, nenhum Espírito está condenado a permanecer aí para sempre; prova de que o inferno eterno não existe) — André Luiz
  5. Luz nas sombras (Visita de André Luiz e Hilário a Mansão Paz, uma instituição socorrista em plena região umbralina — Comentários do Instrutor Druso, numa reunião com os internos da Instituição) — André Luiz
  6. Museu do Umbral (Soneto) — Fábio Montenegro
  7. Nas zonas inferiores (Perambulando pelo Umbral: O encontro com “outra” realidade) — André Luiz
  8. No limiar das cavernas (Irmã Cipriana permite que André acompanhe a caravana socorrista apenas até o limiar das cavernas do Baixo Umbral) — André Luiz
  9. O Umbral — André Luiz

    1. Umbral: Onde começa, e que tipo de Espíritos permanecem em suas regiões.

    2. Finalidade do Umbral:

    Região destinada a esgotamento de resíduos mentais deletérios;

    Local de concentração de tudo que não tem finalidade para a vida superior;

    Lugar de vivência e agrupamento de revoltados de toda espécie.

    3. Terá o Umbral, defesa, organização?

    4. Relações existentes entre o Umbral e a Esfera dos homens encarnados:

    Zona de ligação mental de encarnados entre si;

    Região para onde gravitam as formas-pensamentos de características inferiores dos encarnados;

    Local de encontro mental pelos homens, das companhias espirituais afins, nas tendências inferiores.

    Missões espirituais socorristas no Umbral.

  10. Painel do umbral (Soneto) — Félix de Bulhões
  11. Panorama do umbral (Soneto) — Honório Armond
  12. Treva e sofrimento (A caravana de Zenóbia em atividades socorristas à beira de um vale de sofrimento no Umbral) — André Luiz
  13. Umbral (O Umbral é a Erraticidade, mencionada por Allan Kardec) — Chico Xavier
OUTRAS REFERÊNCIAS AO TEMA
  1. Onde começa, o Umbral? (Cds)
  2. Umbral W
  3. Vide notícias do Umbral nos caps. 28; 33; 34 e 44 do livro “Nosso Lar”
  4. Vide notícias do Umbral nos caps. 15; 16; 20 e 33 do livro “Os Mensageiros”
  5. Vide notícias do Umbral nos caps. 4; 6; 810 do livro “Obreiros da vida eterna”.
  6. Vide no livro “Ação e reação” cap. 1, item 4: Quem são os Espíritos desencarnados que vivem nas regiões trevosas do Umbral? São delinquentes comuns ou criminosos acusados de grandes faltas? Encontraríamos por aí, seres primitivos como os nossos selvagens por exemplo? no cap. 3, item 3: Ataque à Mansão Paz por um exército de Espíritos inferiorizados: Os canhões de bombardeio eletrônico utilizados pelos agressores e o sistema de defesa da Mansão Paz.
  7. Vide no item 2 do cap. 7 do livro “Voltei”: A passagem pelo Umbral; sua matéria constituinte e seus habitantes. No item 2 do mesmo cap.: Nova advertência de Bezerra de Menezes aos integrantes do grupo de recém-desencarnados antes de atingirem a Ponte de acesso aos distritos de vida enobrecida na espiritualidade. No cap. 8 Irmão Jacob narra como foi a chegada na 1ª Esfera, uma vez transposto o Umbral. No item 4 do cap. 9: Recebendo explicações sobre o motivo da sombra que envolve a psicosfera da Terra nas regiões chamadas Umbralinas. No cap. 14, item 3: Entrevendo cidades espirituais situadas nas regiões umbralinas menos densas.