Bible of the WayBíblia do Caminho  † Temática

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Reencarnação

 

TEMAS CORRELATOS
(Alma e corpo) (Carne) (Causa e efeito) (Dogma) (Erraticidade) (Espírito) (Evolução) (Existência humana) (Expiação) (Metempsicose) (Memória) (Ressurreição) (Penas) (Procriação) (Prova) (Tendências) (Vida espiritual)
(AFORISMOS)
 
  1. A cabana e o salão — O caso das jovens Justina, filha de porteira, e Sofia, de pais aristocráticos, tendo cada uma inclinações opostas à sua posição social; sugerindo pelas suas tendências inatas, a veracidade da lei da reencarnação. (Re)
  2. A encarnação é um castigo? (Ev)
  3. A lição a Nicodemos — Humberto de Campos
  4. A reencarnação — Delphine de Girardin (Re)
  5. A reencarnação — Zénon (Re)
  6. A reencarnação na América (Re)
  7. A reencarnação no Japão — São Francisco-Xavier e o bonzo japonês. (Re)
  8. A reencarnação, reflexões de um Espírito em torno da doutrina da reencarnação (Re)
  9. A reencarnação só se verifica depois de um determinado tempo de vida espiritual no Além? [Idem] — Resposta de Emmanuel
  10. A pluralidade das existências da alma (Referências à metempsicose) (Re)
  11. A vinda de Elias (Mt)
  12. A volta de Allan Kardec — Hilário Silva
  13. A volta de Laura (Dois dias antes da reencarnação de Laura, a mãe de Lísias, Laura recebe saudações e afetuosas homenagens de seus amigos) — André Luiz
  14. As memórias de um marido (Pelo Sr. Fernand Duplessis) Um caso onde os traços do Espiritismo, antes de seu aparecimento em corpo de doutrina, aparecem na crença relativa aos dogmas druídicos quanto à reencarnação. (Re)
  15. As vidas sucessivas de Emmanuel
  16. Alma e Reencarnação — André Luiz

    Reencarnações especiais (4)

    Reencarnação e evolução (5)

    Particularidades da reencarnação (6)

    Restringimento do corpo espiritual (7)

    Corpo físico (8)

  17. Ano Novo (Do aproveitamento do tempo em cada nova encarnação) — Irmão X
  18. Ante a reencarnação (Estudo extensivo) — André Luiz

    1. A reencarnação de Júlio — Espontaneidade do desgaste e restringimento psicossomático num processo reencarnatório comum.

    2. Clarêncio compara o desgaste psicossomático ocorrido nos processos reencarnatórios à devolução normal dos elementos químicos do corpo humano aos reservatórios da natureza após os fenômenos da morte.

    3. Fases do desenvolvimento fetal: uma rápida recapitulação de estágios evolutivos já transcorridos pelo ser.

    4. Os princípios organogênicos que atuam na reencarnação do Espírito humano funcionam, igualmente, para os animais?

    5. Exemplo simples para se compreender o desgaste psicossomático ocorrido nos processos reencarnatórios. Etc.

  19. Ante a reencarnação — Cornélio Mylward
  20. Aprender e refazer (Renascer e ressarcir, progredir e aprimorar, solvendo débito por débito perante a Lei) — Emmanuel
  21. Aramis (Breve mensagem à mãe, de um filho prestes a reencarnar) — O próprio e Emmanuel
  22. Através da reencarnação [Idem] — Emmanuel
  23. Berço (O berço de agora retrata o ontem que passou) — Emmanuel
  24. Caminho alto (A reencarnação será sempre o alto caminho do recomeço) — Emmanuel
  25. Cantiga da Reencarnação (Versos) — Maria Dolores
  26. Cantigas da Reencarnação (Versos) — Chiquito de Moraes
  27. Carta de Benjamin Franklin à Sra. Jone Mecone sobre a preexistência (Re)
  28. Carmelino (Versos) — Jair Presente
  29. Charles Fourier, Louis Jourdan e a reencarnação (Re)
  30. COISAS DESTE MUNDO (147 trovas sobre as consequências da reencarnação na vida diária) — Cornélio Pires
  31. Companheiro de volta (Despedida de um Espírito em vias de reencarnar) — Gibraltar de Souza
  32. Condição irrecusável (para diminuirmos os estágios de prova e de aflição no cenário terrestre) — Lameira de Andrade
  33. Consequências da doutrina da reencarnação sobre a propagação do Espiritismo (Re)
  34. Considerações no Plano Físico — Emmanuel
  35. Considerações sobre a pluralidade das existências (Lde)
  36. Contabilidade e destino (No balanço de nossos antigos débitos, todos nós imploramos ao reencarnar essa ou aquela providência consentânea com as nossas necessidades de espírito) — Emmanuel
  37. Culpa e reencarnação — Emmanuel
  38. Da reencarnação (Lde)
  39. Das vidas sucessivas [Idem] (Quadro informativo sobre alguns personagens comuns aos livros Há 2000 anos, 50 anos depois e Renúncia)
  40. De lá para cá (O que vem a ser a oportunidade de uma encarnação para o Espírito) — Emmanuel
  41. De retorno ao caminho… (do terrestre sorvedouro) — Emmanuel
  42. Delito e reencarnação (Versos) — Cornélio Pires
  43. Desligamento do mal (Decisões levadas a efeito antes da encarnação por aqueles Espíritos que já despertaram para suas responsabilidades) — Emmanuel
  44. Do Céu à Terra (Soneto) — Antônio Azevedo
  45. Dois companheiros (divergentes na escolha do gênero de provas a que deveriam se submeter na nova encarnação: um desejava a pobreza, o outro a abastança) — Humberto de Campos
  46. Doutrina da reencarnação entre os hindus (Re)
  47. Duas vidas (Soneto) — Valentim Magalhães
  48. Efeito moralizador da reencarnação (Re)
  49. Elias e João Batista — Refutação (Re)
  50. Em casa [Idem] (Ninguém foge à lei da reencarnação) — Emmanuel
  51. Encarnação dos Espíritos (Lde)
  52. Encarnação dos Espíritos (Ge)
  53. Encarnação dos Espíritos (Oes)
  54. Encarnação nos diferentes mundos (Lde)
  55. Encarnação nos diferentes mundos (Estudos Espíritas)
  56. Entrevistando André Luiz “Reencarnação” (Questões sobre a reencarnação como princípio universal; longevidade humana; duração média de vida em outros orbes; planejamento e programação da reencarnação; perseguições a Espíritos superiores quando reencarnam, etc. — André Luiz
  57. Epitáfio de Benjamin Franklin concebido por ele próprio antes de morrer e no qual declara-se reencarnacionista. (Re)
  58. Esquecimento e reencarnação (Reflexões em torno da questão n° 392 de “O Livro dos Espíritos”: “Porque perde o Espírito encarnado a lembrança do seu passado?”) — Emmanuel
  59. Estudos sobre a reencarnação  (Re)

    I. Limites da reencarnação.

    II. A reencarnação e as aspirações do homem.

    III. Ação dos fluidos na reencarnação.

    IV. As afeições terrenas e a reencarnação.

    V. O progresso entravado pela reencarnação indefinida.

  60. Eugénie Colombe, precocidade fenomenal — Estudo sobre a precocidade infantil e suas relações com os princípios reencarnacionistas. (Re)
  61. Feliz regresso (Versos) — Cornélio Pires
  62. Finados reencarnados (Versos) — Cornélio Pires
  63. Fracasso (O caso Volpini: Uma experiência reencarnatória abortada) — André Luiz
  64. Fundamentos e finalidades da reencarnação (Estudos Espíritas)
  65. Gestação frustrada (Como compreenderemos os casos de gestação frustrada quando não há Espírito reencarnante para arquitetar as formas do feto?) — André Luiz
  66. Glória à reencarnação (Soneto) — Honório Armond
  67. Hereditariedade moral (Re)
  68. História de um pão [Idem] (Com a bênção de um pão dado a um menino triste, por espírito de amor puro, conquistara Barsabás, nas Leis Eternas, o prêmio de renascer para redimir-se) — Irmão X
  69. Homem, mulher e reencarnação — Chico/Emmanuel
  70. Indagações da vida (que só a reencarnação possui lógica suficiente para explicá-los) — Emmanuel
  71. Insensatez (Testemunho de uma alma antes e depois da reencarnação) — Joana de Gusmão
  72. Ir e vir (Soneto) — José Guedes
  73. Irmãos ansiosos (Versos) — Cornélio Pires
  74. Julgamento menor (Referimo-nos ao renascimento na vida física; com a prerrogativa de recapitular e reaprender) — Emmanuel
  75. Justiça da reencarnação (Lde)
  76. Lar e amor (Soneto) — Silva Ramos
  77. Lei (Soneto) — Constâncio Alves
  78. Lei de Amor [Idem] (Soneto) —  Narcisa Amália
  79. Lei de retorno (Em raras passagens do Evangelho, a lei reencarnacionista permanece tão clara quanto em João 5.29: “E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal, para a ressurreição da condenação”) — Emmanuel
  80. Lenda simbólica [Idem] (que exprime a condição que muita vez assumimos durante a reencarnação) — Irmão X
  81. Limites da encarnação (Ev)
  82. Marchemos! (Há mistérios peregrinos no mistério dos destinos que nos mandam renascer) — Castro Alves
  83. Na esfera do reajuste (Interpretação da passagem de João 3.7: “Não te admires de eu te dizer: importa-vos nascer de novo”) — Emmanuel
  84. Na jaula da carne  (Soneto) — Galdino de Castro
  85. Na luz da reencarnação — Emmanuel
  86. Nascer de novo (Soneto) — Cornélio Pires
  87. Nascer e renascer — Emmanuel
  88. Necessidade da encarnação (Ev)
  89. Necessidade da encarnação (Resposta a uma pergunta feita a propósito de uma antiga comunicação, na qual fora dito que certos Espíritos não tinham tido encarnações carnais, mas somente um corpo perispiritual. É o que se chamava erradamente de encarnação espiritual, o que seria um contrasenso, levando-se em conta que a palavra encarnação implica a idéia de uma substância carnal), por Clélie Duplantier (Re)
  90. Necessidade da encarnação — Percheron, pai do médium, assistido pelo Espírito de Pascal. (Re)
  91. Nicodemos (Estudos Espíritas)
  92. Ninguém poderá ver o Reino de Deus se não nascer de novo (Ev)
  93. No campo das provas (Renascemos sempre na paisagem e na situação em que possamos alcançar a bênção de nosso resgate ou de nossa cura) — Emmanuel
  94. No campo do destino (A reencarnação nos oferece o ensejo de modificação das causas que criam o destino) — Emmanuel
  95. No limiar de novo berço — Emmanuel
  96. No Plano Carnal (As limitações naturais a que se submete o Espírito durante a existência carnal. Reflexões em torno das questões nº 132 e 133 de “O Livro dos Espíritos”) — Emmanuel
  97. Novas reencarnações (de Inês de Castro como Joana, a Louca e posteriormente como Caroline Baudin, médium que trabalhou com Allan Kardec; e, D. Pedro I de Portugal como Felipe I de Castela e posteriormente como marido de Caroline Baudin) — Caio Ramacciotti
  98. Notas da reencarnação — Autores diversos
  99. O caminho da vida — Reflexões em torno da questão da pluralidade das existências e da maior objeção que se opõe a essa teoria: a ausência de lembrança das existências anteriores.  (Op)
  100. O caminho da vida (Re)
  101. O conhecimento da reencarnação — Chico Xavier
  102. O empréstimo (de nova oportunidade reencarnatória concedido a Rosalino Perneta e avalizadas por Sizínio, seu velho amigo espiritual) — Irmão X
  103. O selo do amor [Idem] (A reencarnação traz o selo do amor divino, em benemérito esquecimento) — Emmanuel
  104. Os Espíritos e o brasão Genealogia espírita (Argumentos contra a doutrina da reencarnação) (Re)
  105. Os laços de família fortificados pela reencarnação e rompidos pela unidade da existência (Ev)
  106. Os Pandus e os Kurus (A reencarnação na antiguidade) (Re)
  107. Objetivo da encarnação (Lde)
  108. Oração e dificuldade (A reencarnação como bênção aos desencarnados desolados e aflitos, que suplicam a graça do recomeço) — Emmanuel
  109. Ouro e batatas (A saga de João Peres, ex-garimpeiro e comerciante) — Hilário Silva
  110. Parentesco e reencarnação (Versos) — Cornélio Pires
  111. Papai rico — Irmão X
  112. Passado e reencarnação (Versos) — Trovadores diversos
  113. Pediste (Revisaste erros e acertos e, de alma confrangida no inventário das próprias culpas, suplicaste o recomeço na experiência terrestre) — Emmanuel
  114. Perante a reencarnação — Emmanuel
  115. Pergunta de um pastor (O princípio da reencarnação aparece velado no episódio dos descendentes de Adão e Eva, na progênie de Caim) — Chico/Emmanuel
  116. Platão: Doutrina da escolha das provas — O mito de Er, o homem que voltou da morte e narrou o que viu, contado por Sócrates a Glauco (Re)
  117. Pluralidade das existências, passagem extraída de um jornal das igrejas reformadas (Re)
  118. Por enquanto, não (Versos) — Jair Presente
  119. Por nós mesmos (É assim que nos excluímos, por nós mesmos, da assembleia gloriosa, suplicando o retorno às arenas do mundo, até que a reencarnação nos purifique) — Emmanuel
  120. Por que existem, dentro do próprio Espiritualismo, os que aceitam e os que negam a reencarnação? [Idem] — Resposta de Emmanuel
  121. Por telefone (O caso em que Amadeu Barbosa, há três anos desencarnado, pediu por telefone a seu amigo Abílio Marques ajudasse a uma jovem necessitada) — Hilário Silva
  122. Prelúdio da volta (Lde)
  123. Preparação de experiências (Observações de André Luiz no Instituto de Planejamento de Reencarnações em Nosso lar) — André Luiz
  124. Preparando reencarnações (Preparativos da última encarnação de D. Afonso IV e Pedro I de Portugal) — Caio Ramacciotti
  125. Progresso nas primeiras encarnações (Re)
  126. Provas da reencarnação (Estudos Espíritas)
  127. Quadros da reencarnação (Versos) — Trovadores diversos
  128. Quintino do Quilombo (Soneto) — Cornélio Pires
  129. Realmente (ao alvorecer do novo dia, que é a reencarnação, começamos a jornada à maneira de pássaros felizes) — Nina
  130. Recomposição espiritual (O caso de certo amigo e suas duas reencarnações em condições bem diferentes uma da outra. Reflexões em torno da questão n° 167 de “O Livro dos Espíritos”: “Qual o fim objetivado com a reencarnação?”) — Emmanuel
  131. Recordações do Padre Germano (relembrando o drama do conde Enoque de M… e sua jovem esposa Margarida, que o envenenou para casar-se com o médico com quem havia tramado o crime, e sua posterior expiação numa nova encarnação em que era denominada “Fera”) — Padre Germano
  132. Reencarnação de Allan Kardec — Chico Xavier
  133. Reencarnação e mudança de sexo — Chico/Emmanuel
  134. Reencarnados (em resgate) (Versos) — Chiquito de Moraes
  135. Reencarnação (Soneto) — Alfredo Nora
  136. Reencarnação (Soneto) — Augusto dos Anjos
  137. Reencarnação (Soneto) — Da Costa e Silva
  138. Reencarnação I (Interpretação da passagem de Mateus 18.8: “Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida, coxo ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno”) — Emmanuel
  139. Reencarnação II (Reencarnação nem sempre é sucesso expiatório, como nem toda luta no campo físico expressa punição. — Reflexões em torno da questão n° 617 de “O Livro dos Espíritos”) — Emmanuel
  140. Reencarnação III — Emmanuel
  141. Reencarnação IV (Questões sobre o tema) — Emmanuel
  142. Reencarnação (Soneto) — Epiphânio Leite
  143. Reencarnação (Versos) — Jair Presente
  144. Reencarnação (Soneto) — Jesus Gonçalves
  145. Reencarnação (Versos) — Maria Dolores
  146. Reencarnação de enfermos — André Luiz
  147. Reencarnação e corrigenda (Versos) — Mauro Luna
  148. Reencarnação e progresso (Reflexões em torno da questão n° 196 de “O Livro dos Espíritos”) — Emmanuel
  149. Reencarnação e Proteção (Acompanhamento do processo reencarnatório de Segismundo) — André Luiz
  150. Reencarnação e vida (Versos) — Jair Presente
  151. Reencarnação – Preexistência (Esse artigo da Revista Espírita escrito por Victor Tournier é muito interessante) (Re)
  152. Reencarnação – Preexistência — Extratos do preâmbulo da História da Revolução Francesa, de Louis Blanc
  153. Reencarnações (Ge)
  154. Reencarnações (Quadro informativo sobre alguns personagens comuns aos livros Há 2000 anos, 50 anos depois e Renúncia)
  155. Reflexo da preexistência (Por Jean Reynaud) (Re)
  156. Renascer (Soneto) — Augusto dos Anjos
  157. Renascer (Soneto) — F. Xavier
  158. Renascer e remorrer (Já renascemos e remorremos milhões de vezes) — Lins de Vasconcelos
  159. Renascimento (Soneto) — Rodrigues de Abreu
  160. Ressurreição e reencarnação (Ev)
  161. Resgate e amor (o caso do menino Tiaminho) — Emmanuel
  162. Retorno à vida corporal — Prelúdio da volta (Lde)
  163. Retorno à vida corporal: o planejamento reencarnatório (Estudos Espíritas)
  164. Retorno à vida corporal: união da alma ao corpo (Estudos Espíritas)
  165. Retorno de paz (Versos) — Cornélio Pires
  166. Sacrifício de mulher (A reencarnação próxima da mãe de André Luiz e de Laerte, seu genitor) — André Luiz
  167. Santa maternidade (Soneto) — Epiphanio Leite
  168. São Paulo e a reencarnação (São Paulo disse que só se morre uma vez. Como é possível aceitar, como válida, essa afirmativa, e ao mesmo tempo, a tese da Reencarnação?) — Chico / Emmanuel
  169. Solução natural [Idem] (Transformar obsessores em filhos, com a bênção da Providência Divina) — Hilário Silva
  170. Tempo e reencarnação (Realmente não sabes, quanto ao tempo que a reencarnação te reserva, se estás vendo e ouvindo essa ou aquela pessoa e fazendo isso ou aquilo pela última vez) — Emmanuel
  171. Transmigração progressiva (Lde)
  172. Transmigração de povos (Como os indivíduos, as coletividades também voltam ao mundo pelo caminho da reencarnação) — Emmanuel
  173. Textos da reencarnação (Versos) — Cornélio Pires
  174. Último argumento (O caso do suicida que não queria reencarnar para poder esperar Dulcila, a noiva que idolatrara. Ao revê-la porém, dirigindo uma casa dedicada à criminosa indústria do aborto, mudou de ideia) — Hilário Silva
  175. Uma despedida (Depoimento de um Espírito que matou por ciúme; obsidiado pela vítima veio a desencarnar; depois de obsidiar a mulher amada que recebera como filho o Espírito do rival foi socorrido num círculo de oração; renovado foi despedir-se de seus benfeitores antes de reencarnar como irmão de seu inimigo) — José Gomes
  176. União infeliz (Estudo da questão n° 167 de “O Livro dos Espíritos”: “Qual o fim objetivado com a reencarnação?”) — Emmanuel
  177. Vem aí (Quando você estiver a ponto de odiar alguém, não se esqueça de que a reencarnação vem aí) — Valérium
  178. Verdugo e vítima [Idem] [Idem] (Verdugo e vítima reencontrando-se através da reencarnação no cumprimento da lei de justiça) — Irmão X
  179. Viagem do renascimento — Augusto Cezar
  180. Vida e amor — Irmão X
  181. Vida e reencarnação (Versos) — Trovadores diversos
  182. Vidas sucessivas (Interpretação da passagem de João 3.7: “Não te maravilhes de te haver dito: Necessário vos é nascer de novo”) — Emmanuel
  183. Você e a reencarnação (Reincarnation and you) — Ernest O’Brien
OUTRAS REFERÊNCIAS AO TEMA
  1. A reencarnação é lei imperativa em todos os orbes do Universo? (Essa e outras questões relativas ao tema) (Cds)
  2. A reencarnação inicia-se com as primeiras manifestações de vida do embrião humano? (Ocs)
  3. Acreditar na reencarnação, numa vida futura, aqui mesmo na Terra, não seria uma maneira de tornar as pessoas passivas? Você acha que depois de morrer você vai reencarnar? (Eco)
  4. Como se explica a existência de espíritas que negam a reencarnação? (En)
  5. Como interpretar as contrariedades e desgostos domésticos [perante as leis da reencarnação]? (Lda) — De modo geral, quem é, nas leis do destino, o marido faltoso? (Lda) — E a esposa desequilibrada? (Lda) — Quem são os filhos-problemas? (Lda)
  6. Espíritos originários de outras plagas costumam estagiar na Terra em encarnações de exercício evolutivo? (Cds)
  7. Jesus referindo-se ao príncipe dos demônios diz: Ele era homicida desde o princípio… (Jo) (Um homicida é um homem que mata outro. Como ele poderia ter sido homicida sem ter sido homem? E quando Jesus diz: desde o princípio, certamente referia-se às primeiras encarnações desse Espírito)
  8. Obs. Na Doutrina Espírita, o estudo relativo à reprodução dos seres vivos está fortemente ligado aos princípios fundamentais da reencarnação, que vige soberana na reprodução das espécies. Consulte especialmente o 3° cap. da 1ª parte do livro Evolução em dois mundos, de André Luiz. No item 3 do 13° cap. da 1ª parte do mesmo livro o autor espiritual refere-se à reprodução limitada das plantas no Plano extrafísico, justificando, assim, outras descrições suas, como os aspectos da natureza no parque hospitalar de Nosso Lar; e, os grandes parques agrícolas que circunvizinham Nosso Lar.
  9. O que faz o Espírito antes de reencarnar-se visando à própria melhoria? (Lda) — Que pedem, para regenerar-se, os intelectuais que conspurcaram os tesouros da alma? (Lda) — Que medidas de reabilitação rogam os artistas que corromperam a inteligência? (Lda) — Que emendas solicitam os oradores e pessoas que influenciaram negativamente pela palavra? (Lda) — Que providências retificadoras pedem para si próprios aqueles que abraçaram graves compromissos do sexo? (Lda)
  10. O que fazem frequentemente, hoje, os pensadores que ontem intoxicaram a mente popular? (Lda) — E os antigos conquistadores militares que praticaram excessos? (Lda) — E os dominadores políticos que dilapidaram a confiança do povo? (Lda) — E os guerreiros e soldados? (Lda) — E os carrascos rurais? (Lda) — E as mulheres que se ocuparam da maledicência e da intriga? (Lda)
  11.  O que ocorre aos suicidas nas vidas ulteriores? (Lda) — E os protagonistas de tragédias passionais? (Lda) — E aos cúmplices de erros e enganos? (Lda) — O que ocorre àqueles que provocaram o suicídio de alguém? (Lda) — Que acontece aos que impelem o próximo à falência moral? (Lda) — E o que ocorre aos desencarnados que malbarataram os tesouros da emoção e da ideia? (Lda) — E àqueles que se entregam aos desequilíbrios do sexo? (Lda) — E àqueles que perpetram crimes? (Lda) — E àqueles que se entregam às extravagâncias da mesa? (Lda) — E àqueles que se afeiçoam ao alcoolismo? (Lda) — E àqueles que se empenham em delitos de maledicência e calúnia? (Lda)
  12. O rabino David Weitman num trecho de sua entrevista (vide o vídeo entre 57:01 e 57:55) responde à seguinte pergunta: O Judaísmo acredita em vida depois da morte? Resposta ipsis litteris: (…) mas o Judaísmo acredita em vida após a morte. O que significa, o Judaísmo existe, acredita na vida Celeste, na vida das almas, existe um mundo das almas, chama o Jardim do Édem ainda que alguém diga o contrário, existe um paraíso, um reino, que é uma vida, por assim, com todas as suas ramificações e pode haver outras vidas também, o que se chama migração das almas. O que existe na verdade, reencarnações, também existe pro Judaísmo. Mais adiante (vídeo entre 1:05:30 e 1:07:53) ele afirma que há possibilidade de uma alma voltar várias vezes, em vários corpos, e então responde à pergunta: Como fica na ressurreição?
  13. Os Espíritos não se reproduzem. Deus os criou à sua vontade e se, na sua maravilhosa sabedoria, quis que os Espíritos se reencarnem na Terra, teve que estabelecer a reprodução das espécies para o macho e a fêmea(Re)
  14. Os Espíritos se desmaterializam à medida que se elevam e se depuram. Só nos Planos inferiores é que a encarnação é material. Para os Espíritos superiores não há mais encarnação material e, consequentemente, não há procriação, pois esta é pelo corpo e não pelo Espírito. — Observações de Allan Kardec (Re)
  15. Não existe algo de profundo e de sublime nessa ideia que dá à reprodução do corpo um objetivo tão elevado? Os Espíritos errantes esperam estes corpos que precisam para seu próprio avanço e que os Espíritos encarnados estão encarregados de reproduzir, como o homem espera o produto da fabricação de certos animais para vestir-se e alimentar-se. — Observações de Allan Kardec (Re)
  16. Para a perda e recomposição, densificação ou sutilização do corpo espiritual vide Perispírito.
  17. Qual a maior prova concreta que Francisco Cândido Xavier aponta sobre a reencarnação? (En)
  18. Reencarnação W
  19. Reencarnação (En)
  20. Sensação de Pólux ao pressentir haver chegado o momento de sua reencarnação. (Rna)
  21. Vide notícias sobre a futura reencarnação de Allan Kardec para concluir sua obra: De acordo com as minhas observações e com os informes colhidos em boa fonte, é evidente para mim que, quanto mais cedo se der a sua desencarnação, tanto mais breve reencarnará para completar a sua obra. 3 É preciso, contudo, antes de partir, dar a última demão às obras complementares da teoria doutrinal de que é o iniciador. — Dr. Demeure (Ci) e, em Obras Póstumas: Primeira notícia de uma nova encarnação
  22. Vide no item 3 do artigo Morte de Joseph Méry: Quais são as consequências da crença na pluralidade das existências, abstração feita do Espiritismo?
  23. Vide no item 3 do artigo Sr.ª Viúva Foulon uma Obs. de Allan Kardec: Este exemplo mostra a possibilidade de não mais se encarnar na Terra e passar daqui a um mundo superior, sem ser por isto separado dos seres afeiçoados que aqui ficam.
  24. Vide no item 22 do artigo Maomé e o Islamismo: A pluralidade das existências terrenas não está indicada no Alcorão de maneira tão explícita quanto no Evangelho; entretanto a ideia de reviver na Terra entrou no pensamento de Maomé, pois tal seria, segundo ele, o desejo dos culpados de se corrigir.
  25. Vide no item 2 do artigo Eugénie Colombe, precocidade fenomenal: Estudo sobre a precocidade infantil e suas relações com os princípios reencarnacionistas.
  26. Vide §§ 34-36 no artigo Caracteres da Revelação Espírita:

    O que a lei da pluralidade das existências pode tornar compreensível.

    Consequências da doutrina da criação da alma em cada nascimento e o nada após a morte em contraposição à doutrina da reencarnação.

    A reencarnação e os princípios da fraternidade, da igualdade dos direitos sociais e da liberdade.

  27. Vide no artigo “Arsène Gautier” o fato seguinte: Arsène revela sua condição espiritual e que esta tinha sido sua primeira existência. Kardec observa: perguntamos a um dos nossos guias espirituais se era possível que, como ele dizia, fosse aquela sua primeira encarnação. Aquele respondeu: “Sua primeira encarnação na Terra, é possível; mas, como Espírito, não. Em suas primeiras encarnações, os Espíritos são quase inconscientes e esse, posto que pouco adiantado, está longe de sua origem.” (Re)
  28. Vide itens 6 e 7 do artigo Onde é o Céu? (A necessidade da encarnação dos Espíritos. A reencarnação na Terra e em diferentes mundos.)
  29. Vide no último capítulo do livro 50 anos depois, notícias da preparação nas Esferas espirituais de reencarnações coletivas, envolvendo os principais personagens da obra citada.
  30. Vide no livro “Obreiros da vida eterna” cap. 3, item 4: Explicações de Cornélio: Asclépios, um Espírito da Esfera dos Imortais; as possíveis reencarnações de Asclépios na Terra; condição evolutiva de Asclépios; algumas etapas superiores da evolução espiritual. E no cap. 5 Item 4: Explicações de Gotuzo sobre os processos reencarnatórios de natureza inferior encaminhados pela Casa Transitória.
  31. Vide no livro “Ação e reação” cap. 3, item 2: Processos reencarnatórios vinculados a instituições socorristas em operação no Umbral.
  32. Vide no livro “Entre a Terra e o Céu” cap. 27, item 2: Concurso da amizade na elaboração de uma reencarnação em melhores condições. E nos capítulos 28 e 29: Programa para a reencarnação de Júlio em período breve, atendendo à necessidade de resgate de um compromisso moral de autocídio.
  33. Vide em anexo ao cap. 13 da 2ª parte do livro “Sexo e destino” a análise da relação existente entre a vida dos personagens em duas existências sucessivas.

 

DEFINIÇÕES

 

ESPÍRITO — No sentido especial da Doutrina Espírita, os Espíritos são os seres inteligentes da criação, que povoam o Universo, fora do mundo material, e constituem o mundo invisível. Não são seres oriundos de uma criação especial, porém, as almas dos que viveram na Terra, ou nas outras esferas, e que deixaram o invólucro corporal. — Allan Kardec (Ldm)

 

ENCARNAÇÃO — Estado dos Espíritos que revestem um invólucro corporal. Diz-se: Espírito encarnado em oposição a Espírito errante [ou desencarnado]. Os Espíritos são errantes no intervalo de suas diferentes encarnações. A encarnação pode ocorrer na Terra ou em outro mundo. — Allan Kardec (Ipr)

 

ERRATICIDADE — Estado dos Espíritos errantes, ou erráticos, isto é, não encarnados, durante o intervalo de suas existências corpóreas. — Allan Kardec (Ldm)

 

REENCARNAÇÃO — Volta do Espírito à vida corporal,  n  [em existências múltiplas]. A reencarnação pode ocorrer imediatamente depois da morte, ou após um lapso de tempo mais ou menos longo, durante o qual o Espírito permanece errante.   n  — Allan Kardec (Ipr)

 

A ideia da reencarnação não é nova: é tão velha quanto o mundo e encontrada em autores antigos e modernos. Aos que alegam ser ela contrária aos dogmas da Igreja, respondemos que uma de duas: ou existe a reencarnação, ou não existe. Não há alternativa. Se existe, é uma lei da natureza. Ora, se um dogma é contrário a uma lei da natureza, é preciso saber com quem está a razão. Quando a Igreja anatematizou e excomungou como culpados de heresia os que acreditavam no movimento da Terra, não impediu que a Terra girasse e que todo o mundo hoje creia nisto. Dar-se-á o mesmo com a reencarnação. Não é, pois, questão de opinião, mas questão de fato. Se o fato existe, tudo quanto poderá dizer-se ou fazer-se não impedirá a sua existência e, mais cedo ou mais tarde os recalcitrantes aceitá-lo-ão. Deus não indaga de suas conveniências para regular a ordem das coisas e o futuro provará, mais cedo ou mais tarde, quem tem razão. — Allan Kardec (Re)

 

Qual o objetivo da encarnação dos Espíritos? Limites da encarnação Encarnação dos Espíritos

 

Cada entidade reencarnante apresenta particularidades essenciais na recorporificação a que se entrega na Esfera física, quanto cada pessoa expõe característicos diferentes quando se rende ao processo liberatório, não obstante o nascimento e a morte parecerem iguais. — André Luiz (Edm1 19.6)

 

A reencarnação, tanto quanto a desencarnação, é um choque biológico dos mais apreciáveis. Unido à matriz geradora do santuário materno, em busca de nova forma, o perispírito sofre a influência de fortes correntes eletromagnéticas, que lhe impõem a redução automática. Constituído à base de princípios químicos semelhantes, em suas propriedades, ao hidrogênio, a se expressarem através de moléculas significativamente distanciadas umas das outras, quando ligado ao centro genésico feminino experimenta expressiva contração, à maneira do indumento de carne sob carga elétrica de elevado poder. Observa-se, então, a redução volumétrica do veículo sutil pela diminuição dos espaços intermoleculares. Toda matéria que não serve ao trabalho fundamental de refundição da forma é devolvida ao Plano etereal, oferecendo-nos o perispírito esse aspecto de desgaste ou de maior fluidez. — Clarêncio (Etc 29)

 

REENCARNAÇÃO E CONVERSÃO — O princípio da reencarnação, uma lei da natureza para todo o reino animal, é precedido pelo princípio da conversão no reino vegetal e na química orgânica. Vide citação de Neio Lúcio (Cdb)

 


[2] Carne. S. f. 1. Tecido muscular, animal ou humano. 2. A parte vermelha dos músculos. 3. A carne dos mamíferos e, às vezes, das aves, encarada como alimento. 4. O corpo, a matéria, em oposição ao Espírito, à alma; a natureza animal ou física do homem, em oposição à natureza moral ou espiritual. (Dicionário Aurélio Básico da Língua Portuguesa)

 

[3] Quanto aos que pretendem dar outra acepção ao vocábulo Reencarnação, vide nota no Cânon Espírita.

 
AFORISMOS E CITAÇÕES
  1. Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR. — Malaquias (Ml)
  2. Porque todos os profetas e a lei profetizaram até João. E, se quereis dar crédito; é este o Elias que havia de vir. — Jesus (Mt)
  3. Respondeu Jesus e disse-lhe: Em verdade, em verdade te digo, que aquele que não tornar a nascer, não pode ver o Reino de Deus. — João (Jo)
  4. Não te maravilhes de te haver dito: Necessário vos é nascer de novo. — Jesus (Jo)
  5. E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal, para a ressurreição da condenação. — Jesus (Jo)
  6. Quando pudermos ver o passado em todo o seu desdobramento, depois de contemplarmos a Messalina na sua noite de regalados prazeres, vê-la-emos de novo, arrastando-se nas margens do Tibre, enfiada num vestido horripilante de negras monstruosidades. — Humberto de Campos (Pi)Tx4 (Cat)Tx5
  7. As iniquidades dum Herodes podem desaparecer sob o manto de renúncias de um Vicente de Paulo. — Humberto de Campos (Pi)Tx4 (Cat)Tx5
  8. Cada encarnação é como se fora um atalho nas estradas da ascensão. Por esse motivo, o ser humano deve amar a sua existência de lutas e de amarguras temporárias, porquanto ela significa uma bênção divina, quase um perdão de Deus. — Emmanuel (Em)Tx6
  9. O homem que se vence faz o seu corpo espiritual apto a ingressar em outras esferas e, enquanto não colaborardes pela obtenção desse organismo etéreo, através da virtude e do dever cumprido, não saireis do círculo doloroso das reencarnações. — Emmanuel (Em)Tx6
  10. A reencarnação é lei universal. — Emmanuel (Cvv)Tx38
  11. Renascemos muitas vezes, na Terra. O corpo é passageira vestidura de nossa alma que nunca morre. O túmulo é ressurreição. Tornaremos à carne, tantas vezes quantas se fizerem necessárias, até que tenhamos alijado todas as impurezas do íntimo, como o metal nobre que tolera o cadinho purificador, até que arroje para longe dele a escória que o desfigura. — Corvino a Quinto Varro (Avc)Tx56
  12. As gerações de hoje são os povos de ontem e as famílias do porvir. — Emmanuel (Dco)Tx64
  13. A reencarnação é curso intensivo de educação e aprimoramento. O corpo é o uniforme do grande educandário. — Emmanuel (Dco)Tx64
  14. Perfeição é a meta. Reencarnação é o caminho. — Emmanuel (Jdn)Tx77
  15. Através dos mundos — infindáveis retortas do Laboratório de Deus — as encarnações sucessivas alimentam as gerações sucessivas. Em razão disso, grande número de Espíritos ressurge na matéria densa de três em três ou de quatro em quatro gerações. — Lameira de Andrade (Ie)Cx82
  16. Quanto mais evoluída a alma, muito maior é o intervalo reencarnatório que desfruta na Espiritualidade Superior, entre duas existências. — Lameira de Andrade (Ie)Cx82
  17. A reencarnação é um processo de renovação. — Neio Lúcio (Cdb)Tx83
  18. Renascimento na Terra é escola de trabalho para fins de reajustamento, corrigenda ou sublimação e sem trabalho o restaurador nada restaura, o educador não educa e o santo não santifica. — Neio Lúcio (Cdb)Tx83
  19. Os princípios da reencarnação situam cada pessoa no lugar que traçou a si mesma, ante os resultados das próprias obras. — Emmanuel (Le)Tx89
  20. Achei tanto amor nos Céus, || Que as minhas contas não movo || Para pagar o que devo || O jeito é nascer de novo. — Eugênio Rubião (Ol)Tx106
  21. Realmente não sabes, quanto ao tempo que a reencarnação te reserva, se estás vendo e ouvindo essa ou aquela pessoa e fazendo isso ou aquilo pela última vez. — Emmanuel (Pdv)Tx107
  22. Amor na reencarnação || Guarda surpresas fatais: || Há quem chegue muito cedo, || Quem chegue tarde demais. — Lívio Barreto (Tma)Tx117
  23. Reencarnarei… Teu esposo || Será sempre meu amigo, || Por ti, tê-lo-ei por pai, || Por ele, estarei contigo. — Lívio Barreto (Tma)Tx117
  24. Amor terrestre sem corpo || É tão real e violento, || Que só se nasce no mundo || Em bases de esquecimento. — Lívio Barreto (Tma)Tx117
  25. Encontrei-te reencarnada, || Não faz mal, minha querida, || De qualquer forma que seja || És vida de minha vida. — Lívio Barreto (Tma)Tx117
  26. Quando um sábio das Alturas || Necessita reencarnar || Ninguém consegue impedir || Nem adianta evitar. — Casimiro Cunha (Nee)Tx137
  27. Uma lei que nunca erra: || Reencarnação, lei bendita… || Cada ser retorna à Terra || Na lição que necessita. — Jesus Gonçalves (Rca)Tx138
  28. Reencarnação mostra a face || Da Lei, de forma concisa: || Cada pessoa renasce || Na condição que precisa. — Aderbal Piragibe (Rca)Tx138
  29. Muito Espírito no Além, || Sonhando a luz do porvir, || Pede um corpo de mulher || Para aprender a servir. — Maria Rosa (Ada)Tx140
  30. É preciso andar sem corpo, || Vagando de alma ferida, || Para saber quanto vale || Um colo de mãe na vida. — Amélia Brandão (Ada)Tx140
  31. Um berço que a vida empresta || Para elevar o destino, || É Deus que se manifesta || No coração feminino. —  || Francisca Clotilde (Ada)Tx140
  32. Pelo amor nascemos, pelo amor nos desenvolvemos, pelo amor lutamos e por ele nos renovamos, através da morte, para renascer de novo, até a perfeição final. Essa é a Lei.  — Emmanuel (Asv)Tx174
  33. Deus nos chama por mil modos, || Muita gente se desgarra, || Mas, pela reencarnação, || O Espírito vem na marra. — Lulu Parola (Tdl)Tx178
  34. Dura prova do passado || Que trazemos de outras vidas: || Inimigo reencarnado || Entre as pessoas queridas. — Lucano Reis (Tdl)Tx178
  35. Quando criamos na vida || Aflição ou desamparo, || Em nossa própria família, || Reencarnação cobra caro. — Deraldo Neville (Ruv)Tx201
  36. Um berço que se levanta || Lembra lavoura perfeita: || A vida cultiva a planta, || A morte expõe a colheita. — José Albano (Nda)Tx203
  37. Reencarnação!… A alma presa || Recorda divina chama, || Ganhando forma e beleza || Numa gaiola de lama. — Raul Pederneiras (Pea)Tx213
  38. Através de mil formas, somos hoje, qual ontem, viajores do tempo em trânsito da sombra para a luz. Milhares de berços e túmulos assinalam a nossa marcha nos carreiros evolutivos… — Emmanuel (Ner)Tx216
  39. Só peço, ao voltar à Terra, || Sem exigir mais vantagem, || Para vencer qualquer guerra, || Muita vergonha e coragem. — Dalmo Florence (Mv)Tx219
  40. Considerando a importância da aprendizagem do amor, voltaremos à reencarnação no Campo Físico, tantas vezes quantas se fizerem necessárias. — Bezerra de Menezes (Pda)Tx222
  41. Reencarnação, face a face, || Na vida, nos mostra isso: || Cada pessoa renasce || Nos seus próprios compromissos. — Lucano Reis (Pda)Tx222
  42. A reencarnação num corpo deficiente, e considerado na Terra como sendo o mais disforme, é sempre abençoada concessão de Deus. — João Custódio Machado (Pda)Tx222
  43. Desta sentença de peso || Guardo esta ideia concisa: || Cada espírito está preso || Ao corpo de que precisa. — Gil Amora (Pda)Tx222
  44. Sem a reencarnação, na lei de causa e efeito, a cultura da inteligência, na Terra, será sempre um labirinto de indagações. — Cairbar Schutel (Pda)Tx222
  45. Tão-só na reencarnação, || — Lei simples e definida —, || É que achei a solução || Para os problemas da vida. — Carlos Gondim (Pda)Tx222
  46. O amor e o ódio existentes num grupo doméstico, se meticulosamente estudados, comprovam a lei da reencarnação. — José Russo (Pda)Tx222
  47. Aqueles que estão nascendo ou que vão nascer são nossos próprios irmãos, porque todos somos parcelas da Humanidade, a Família de Deus. — Maria Máximo (Pda)Tx222
  48. Quem larga as horas em vão || E a própria dívida atrasa, || Na lei da reencarnação, || Pagará dentro de casa. — Silveira Carvalho (Pda)Tx222
  49. Desafetos e compromissos de existências passadas voltam a nós, matematicamente, nas áreas da reencarnação para que lhes convertamos a aversão em simpatia e o débito em resgate. — Meimei (Pc)Tx224
  50. Não há dívida no tempo || Que o tempo em si não nos traga; || Por lei da reencarnação, || Em casa, tudo se paga. — Jovino Guedes (Tf)Tx267
  51. Nascer!… Um drama… Promessa, || Ilusão, verdade, engano… || Depois, só se entende a peça || Quando, por fim, cai o pano. — Raul Pederneiras (Fdp)Tx277
  52. Reencarnação — eis a Lei || Que nos norteia o destino, || Ninguém aprende a ser grande || Sem se tornar pequenino!… — Eurícledes Formiga (Sdl)Tx294
  53. Reencarnara pobretão, || Mas fora nobreza antiga… || Por isso, dava a impressão || De ter um rei na barriga. — Cornélio Pires (Pdp)Tx346
  54. Faleceu, há muito tempo, || O amigo Gino Garcez; || Achei-o em prece num templo || Rogando um berço outra vez. — Cornélio Pires (Pvi)Tx417