Bíblia do Caminho  † Temática

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Paraíso

Blue bar

 

TEMAS CORRELATOS
(Céu, inferno e purgatório) (Céu) (Reino de Deus)
(AFORISMOS)
 
OUTRAS REFERÊNCIAS AO TEMA

 


 

PARAÍSO — (Do gr. paradeizos, jardim, vergel.) Morada dos bem-aventurados. Os antigos o colocavam na parte dos infernos chamada Campos Elíseos. Os povos modernos situam-no nas regiões elevadas do espaço. Esta palavra é sinônimo de Céu, tomado na mesma acepção, com esta diferença de que à palavra Céu se liga uma ideia de beatitude infinita, ao passo que a palavra paraíso é mais circunscrita e lembra gozos um pouco mais materiais. Diz-se ainda subir ao Céu, descer ao inferno. Estas opiniões são fundadas na crença primitiva, fruto da ignorância, de que o universo é constituído de esferas concêntricas, cujo centro é ocupado pela Terra; e nessas esferas, chamadas Céus, que se colocou a morada dos justos daí a expressão 5.° e 6.° céu para designar os diversos graus de beatitude. Mas, depois disto, a ciência dirigiu seu olhar investigador até as profundezas etéreas. Ela nos mostra o espaço universal sem limites, semeado de um número infinito de globos, entre os quais circula o nosso, ao qual nenhum lugar de distinção foi designado, e sem que haja, para ele, alto ou baixo. O sábio que não vê, em nenhuma parte, nem onde lhe haviam indicado, o Céu, mas, tão somente, o espaço infinito e mundos inumeráveis; que não encontra nas entranhas da Terra, em lugar do inferno, senão as camadas geológicas nas quais sua formação está inscrita em caracteres irrefragáveis, pôs-se a duvidar do Céu e do inferno, e, daí, à negação absoluta, havia apenas um passo. A doutrina ensinada pelos Espíritos superiores está de acordo com a ciência. Ela não tem mais nada que fira a razão e esteja em contradição com os conhecimentos exatos. Ela mostra-nos a morada dos bons, não em local fechado, ou nessas pretensas esferas de que a ignorância tinha cercado nosso globo, mas por toda a parte onde há bons Espíritos, no espaço para os que são errantes, nos mundos mais perfeitos para os que estão encarnados: aí está o Paraíso Terrestre, ali estão os Campos Elíseos, cuja ideia primitiva vem do conhecimento intuitivo que havia sido dado ao homem deste estado de coisas, e que sua ignorância e seus preconceitos reduziram a mesquinhas proporções. Ela nos mostra os maus encontrando o castigo de seus erros em sua própria imperfeição, em seus sofrimentos morais, na presença inevitável de suas vítimas, castigo mais horrível do que as torturas físicas incompatíveis com a doutrina da imaterialidade da alma; ela no-lo mostra expiando os seus erros pelas tribulações de novas existências corporais, que realizam em mundos imperfeitos, e não em um lugar de eternos suplícios de onde a esperança foi para sempre banida. Aí está o inferno. Quantos homens nos têm dito: Se nos tivessem ensinado isto desde a nossa infância, nunca teríamos duvidado! A experiência nos mostra que os Espíritos não são suficientemente desmaterializados, estão ainda sob o império das ideias e dos preconceitos da existência corporal: aqueles que, em suas comunicações, empregam uma linguagem de acordo com as ideias cujo erro material está demonstrado, provam com isso mesmo sua ignorância e sua inferioridade. — Allan Kardec (Ipr)

 
AFORISMOS E CITAÇÕES

 

.