Bible of the WayBíblia do Caminho  † Temática

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Ciúme

Blue bar

 

TEMAS CORRELATOS
(Amor) (Cônjuges) (Egoísmo) (Namoro e noivado) (Paixão
(AFORISMOS)
 
  1. Ciúme (Versos) — Cornélio Pires
  2. Entre as falsas vozes [Idem] (Os falsos profetas vivem nos recessos de nosso próprio ser) — Emmanuel
  3. Guardemos o cuidado (toda vez que formos visitados pela inveja, pelo ciúme, pela suspeita ou pela maledicência. Estudo da epístola de Paulo a Tito 1.15: “… mas nada é puro para os contaminados e infiéis”) — Emmanuel
  4. Os estranhos credores [Idem] (História da nobre Diana, que depois de viver por 70 anos na miséria, sendo mãe de quatro filhos desditosos, conseguiu vencer seus velhos inimigos: a vaidade o egoísmo e o ciúme) — Irmão X
  5. Os tormentos voluntários (Haverá maiores do que os que derivam da inveja e do ciúme?) (Ev)
  6. Pobres e ricos (Dissertação sobre a inveja e o ciúme) (Re)
  7. Um caso de ciúme — Hilário Silva
OUTRAS REFERÊNCIAS AO TEMA
  1. Ciúme W
  2. Ciúmes (Citações e frases célebres sobre o tema) W
  3. Como se interpreta o ciúme no Plano espiritual? (Ocs)
  4. Se vivemos tantas vezes, participando da formação de casais frequentemente diversos; como explicar o ciúme? O Espírito desencarnado também está sujeito a crises prolongadas de ciúmes? (Cds)
 
AFORISMOS E CITAÇÕES
  1. O amor não arde em ciúmes… — Paulo (1Co)
  2. O egoísmo, o orgulho, a vaidade, a ambição, a cupidez, o ódio, a inveja, o ciúme, a maledicência são para a alma ervas venenosas das quais é preciso a cada dia arrancar algumas hastes, e que têm como contraveneno: a caridade e a humildade. — Allan Kardec (Oes)
  3. Aquele que nutre contra seu próximo sentimentos de animosidade: ódio, ciúme e rancor, falta à caridade; ele mente, se se diz cristão, e ofende a Deus! — Allan Kardec (Oes)
  4. Harmonia em toda a casa || Faz da vida um campo em flor. || Ciúme é a erva daninha || Que mata as rosas do amor. — Casimiro Cunha (Cde)Tx13
  5. O ciúme é o Amor que se dilacera. — João de Brito (Ft)Tx46
  6. No ciúme envenenado, || Escuro e destruidor, || Há sempre muito amor próprio || E pouca expressão de Amor. — Casimiro Cunha (Gdl)Tx55
  7. Se o dragão do ciúme te espreita os passos, não olvides que todos os nossos afetos pertencem a Deus, Nosso Pai, que no-los empresta, a fim de que, através do desenvolvimento e da renúncia, venhamos a adquirir o verdadeiro amor para a eternidade. — Emmanuel (Pdv)Tx107
  8. Ciúme seja em quem for || Vem do amor como se diz, || Mas de tudo o que há no amor || É a parte mais infeliz. — Lívio Barreto (Cdf)Tx150
  9. No jardim do verbo amar, || Ciúme é flor malfazeja || Que faz a gente falar || Aquilo que não deseja. — Álvaro Martins (Pda)Tx222
  10. Receita para os casais || Para evitar maus momentos: || Ciúme quando é demais || É a praga do casamento. — Juvenal Galeno (Sp)Tx255
  11. Afeição que se procura || Entre o ciúme e a paixão, || Às vezes, é só loucura, || Às vezes, obsessão. — Casimiro Cunha (Tf)Tx267
  12. Ciúme e perturbação, || Dupla da treva cerrada… || Deus nos livre da agressão || De pessoa apaixonada. — Jovino Guedes (Tf)Tx267
  13. O dia esperou sol claro, || A noite aguardou sereno, || Amor rogou alegria, || Ciúme pediu veneno. — Sinfrônio Martins (Fdp)Tx277
  14. Ira, ciúme e paixão || Que não aceitam auxílio, || Transformam qualquer mansão || Num inferno a domicílio. — Antônio de Barros (Fdp)Tx277
  15. Ciúme, inveja e paixão, || Inquilinos seculares || Que moram no coração || E arrasam com tantos lares… — Boris Freire (Sdl)Tx294
  16. Ana morreu de ciúmes || Do esposo Jonas Garrido… || Desencarnou, mas prossegue || Colada ao pé do marido. — João Moreira da Silva (Rdl)Tx312
  17. Moça sempre ciumenta || Que espia o amor da janela? || Nem livro, nem cantoria, || Nem costura, nem panela… — Sinfrônio Martins (Rdl)Tx312
  18. Ciúme invadindo o amor? || Anote a paixão de lado, || Às vezes, no obsessor, || De outras, no obsedado. — Auta de Souza (Rdl)Tx312
  19. Todo homem ciumento || Faz de tudo quanto quer, || Ampara netos e filhos, || Mas não perdoa à mulher. — Juvenal Galeno (Rdl)Tx312
  20. Seguindo, de chão a chão, || Em qualquer senda a transpor, || Noto que em toda afeição || Ciúme é a traça do amor. — Marques da Cruz (Pdp)Tx346
  21. Antônio matou José || Por ciúme de Ana Passos; || Mas, José hoje é o filhinho || Que ele acalenta nos braços. — Cornélio Pires (Pdp)Tx346
  22. Ciúme é um veneno oculto, || Agindo em forma de espinho, || Que maltrata o coração || E mata devagarinho. — Cornélio Pires (Ddv)Tx411
  23. Se amas alguém, || De espírito claro e são, || Não entregues ao ciúme || As forças do coração. — Cornélio Pires (Opc12)Tx412
  24. Quando o amor é de verdade || Tem alegria e sossego, || Sem ciúmes e sem pressa || Guardando-se em desapego. — Cornélio Pires (Pvi)Tx417
  25. A pessoa quando ama || Acha esta nota na vida, || Quando mostra mais ciúme || Perde a pessoa querida. — Cornélio Pires (Tdc)Tx418
  26. Clara lição que se aprende || Na Vida Superior: || “Ciúme quando é demais || Apaga as luzes do amor.” — Cornélio Pires (Caf)Tx419
  27. O amor é uma luz do Céu, || Dizia o mestre Joaquim, || Sem a praga do ciúme, || Tem duração do “sem-fim”. — Cornélio Pires (Trv)Tx422