Bible of the WayBíblia do Caminho  † Temática

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Casamento

Blue bar

 

TEMAS CORRELATOS
(Adultério) (Afetividade) (Alma gêmea) (Amor) (Celibato) (Cônjuges) (Desvinculação) (Divórcio) (Família) (Lar) (Namoro e noivado) (Sexualidade) (Simpatia e antipatia) (União)
(AFORISMOS)
 
  1. As bodas de Caná (Estudos Espíritas)
  2. Algumas definições do casamento (Versos) — Trovadores diversos
  3. Amor, casamento e divórcio (Versos) — Espíritos Diversos
  4. Casamento — Augusto Cezar
  5. Casamento (Reflexões em torno da questão n° 695 de “O Livro dos Espíritos”: “Será contrário à lei da Natureza o casamento, isto é, a união permanente de dois seres?”) — Emmanuel
  6. Casamento e celibato (Lde)
  7. Casamento e celibato (Estudos Espíritas)
  8. Casamento e Divórcio — André Luiz
  9. Casamento feliz (O consórcio entre Mário Silva e Antonina. Presença de amigos espirituais dos noivos no ato das bodas) — André Luiz
  10. Casar-se — Emmanuel
  11. Consórcio difícil (Versos) — Cornélio Pires
  12. Desajustes (É comum observar-se que o casamento promissor repentinamente adoece) — Emmanuel
  13. Feliz regresso (Soneto) — Cornélio Pires
  14. Humor e casamento (Versos) — Trovadores diversos
  15. Indissolubilidade do casamento (Ev)
  16. Matrimônio (Estudo da epístola de Paulo aos Hebreus 13.4: “Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição e aos adúlteros, Deus os julgará”) — Emmanuel
  17. Matrimônio e divórcio (Poderíamos receber algumas noções acerca do matrimônio, bem como do divórcio no Plano Físico, examinados espiritualmente?) — André Luiz
  18. Mudança de opinião (sobre o segundo matrimônio) (Versos) — Jair Presente
  19. Não separeis o que Deus juntou (Ev)
  20. O casamento — Chico Xavier
  21. O caso Tobias  (Um exemplo de como ficam os cônjuges desencarnados quando há um segundo casamento para um dos parceiros. O casamento verdadeiro. Como se processa o casamento no Plano Espiritual. Vide no cap. seguinte item 2: O caso Tobias não é uma regra geral. Outras situações que poderão ocorrer, para os envolvidos nessas experiências) — André Luiz
  22. O tronco e a fonte (símbolo do amor conjugal) (Versos) — Casimiro Cunha
  23. Poligamia (Lde)
  24. Tédio no lar (Estudo da questão n° 939 de “O Livro dos Espíritos” sobre as Uniões antipáticas) — Emmanuel
  25. Trovas do casamento (Versos) — Autores diversos
  26. União infeliz (Estudo da questão n° 167 de “O Livro dos Espíritos”: “Qual o fim objetivado com a reencarnação?”) — Emmanuel
  27. União simpática das almas (Re)
  28. Uniões (Ligeira ponderação acerca de sucesso em casamento, ligação, companheirismo e sociedade) — Emmanuel
  29. Uniões antipáticas (Lde)
  30. Um drama íntimo (Apreciação moral do caso de um velho conde que resolveu casar-se com Amália, uma jovem de vinte anos, casamento que terminou com o trágico suicídio da moça e a morte do conde seis horas depois) (Re)
  31. União a dois (Lutas do casamento!… Provas do casamento!…) — Emmanuel
  32. Uniões de prova (Interpretação da passagem de Mateus 19.6: “…Não separe o homem o que Deus ajuntou”) — Emmanuel
  33. Uniões enfermas — Emmanuel
OUTRAS REFERÊNCIAS AO TEMA
  1. Casamento W
  2. Casamento (Citações e frases célebres sobre o tema) W
  3. Compreendendo-se que muitos casamentos resultam em uniões infelizes e, às vezes, até mesmo profundamente antipáticas, induzindo os cônjuges ao divórcio, como interpretar a fase de atração recíproca, repleta de alegria e esperança, que caracterizou o namoro e o noivado? (Lda)
  4. Considerando que a convenção social confere aos sacerdotes das seitas cristãs certas prerrogativas na realização de determinados acontecimentos da vida, como interpretar as palavras de Mateus: — “Tudo o que ligardes na Terra, será ligado no Céu”, (Mt) se os sacerdotes, tantas vezes, não se mostram dignos de falar no mundo em nome de Deus? (Ocs)
  5. No capítulo das afeições terrenas, o casar ou não casar está fora da vontade dos seres humanos? (Ocs)
  6. Por mais ríspidas se façam as lutas, no casamento, é melhor permanecer dentro delas? (Lda) — Quais são as piores consequências das ligações carnais desditosas, além daquelas que se apresentam nos sofrimentos das frustrações ou lesões emotivas? (Lda)
  7. Qual o procedimento a ser adotado pelos espiritistas na consagração do casamento, sem ferir as convenções sociais, reflexas dos cultos religiosos? (Ocs)
  8. Vide informações importantes sobre o casamento entre os encarnados e o que acontece na maioria dos casos depois da desencarnação  (Cdb)
  9. Vide nos itens 12 e 24 do artigo Maomé e o Islamismo:

    Porque Maomé consagrou a poligamia na sua religião.

    Sobre as leis muçulmanas do casamento poligâmico e os privilégios de Maomé.

  10. Vide no cap. 30 do livro “Os Mensageiros”: Casamentos na Vida Espiritual
  11. Vide no livro “Ação e reação” cap. 14, item 5: O consórcio Ildeu-Marcela — um caso de matrimônio provacional.
  12. Vide no livro “Entre a Terra e o Céu” cap. 33, item 3: Um dos motivos que pode ser o responsável pelas inquietações obsidentes de certos jovens em contraírem ainda cedo o matrimônio.
 
AFORISMOS E CITAÇÕES
  1. Em verdade vos digo, que tudo o que vós ligardes sobre a terra, será ligado também no Céu; e tudo o que vós desatardes sobre a terra, será desatado também no céu. — Jesus (Mt)
  2. Não separe o homem o que Deus ajuntou.” — Jesus (Mt)
  3. Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição e aos adúlteros, Deus os julgará. — Paulo (Heb)
  4. Noventa por cento, talvez, dos matrimônios, infelizes pela ausência de afinidade espiritual, extinguem-se com a morte, que liberta naturalmente as vítimas dos grilhões e dos algozes. — Irmão X (Lr)Tx25
  5. Há inúmeros casamentos de expiação, muitos de provas, outros tantos de corrigenda, muitos de fraternidade ou socorro mútuo, alguns de simpatia para tarefas em comum, e raríssimos de verdadeiro amor, onde a reciprocidade e a sintonia perfeita sejam os característicos fundamentais da ligação. — Neio Lúcio (Cdb)Tx83
  6. O casamento é uma segunda existência nos círculos da vida. — Neio Lúcio (Cdb)Tx83
  7. O casamento é uma estrada florida para ativa lavoura de bênçãos que nos compete aprimorar e elevar por muitos e venturosos anos de ação no bem. — Neio Lúcio (Cdb)Tx83
  8. Amor, se ama em verdade, || Ninguém há que o desarruma, || Pode casar muitas vezes || Mas ama somente numa. — Lívio Barreto (Ol)Tx106
  9. Pouca gente vence a prova || Do amor que de amor se aparta; || Depois do morto na cova, || Olho enxuto e mesa farta. — Américo Falcão (Ol)Tx106
  10. O matrimônio é uma quebra de amarras através da qual o navio da existência larga o cais dos laços afetivos em que, por muito tempo, jazia ancorado. — Emmanuel (Ves)Tx114
  11. Conforme diz a Escritura, || Pense nisto quem puder: || O homem que serve a Deus || Será de uma só mulher. — Cornélio Pires (Tdl)Tx178
  12. Das ligações do caminho || Que a luz do amor não consagre, || Casamento lembra o vinho || Que aos poucos, vira vinagre. — Sylvio Fontoura (Nda)Tx203
  13. Se queres que o lar te argole, || Lança dinheiro ao futuro, || Casamento não é mole || Para o homem que é pão-duro. — Lamartine Babo (Nda)Tx203
  14. Pessoa sem disciplina || De estranho temperamento, || Não procure compromisso || Nas faixas do casamento. — Carlos Gondim (Nda)Tx203
  15. União de duas almas || É uma luz para o caminho; || Há muita lição no mundo || Que não se aprende sozinho, — Boris Freire (Nda)Tx203
  16. Casamento é paraíso, || Mas é céu que dá trabalho, || Quando a mulher ou o marido || Descansam em quebra-galho. — Jair Presente (Pea)Tx213
  17. Nas culpas do casamento, || Sejam dele ou sejam dela, || Reencarnação cobra caro || No Banco da Parentela. — Juca Muniz (Pea)Tx213
  18. Se vale a pena casar? || Assunto que não domino. || De navio posto ao mar || Deus é que sabe o destino. — Deraldo Neville (Pea)Tx213
  19. Casamento é sofrimento || — Comenta a boca do povo — || Mas quando voltar à Terra, || Eu quero casar de novo. — Juvenal Galeno (Pea)Tx213
  20. A pessoa no momento || Em que com outra se enlaça || Encontra no casamento || Vários diplomas de graça. — Lamartine Babo (Sdf)Tx215
  21. Em questão de casamento || Muita atenção se requer; || A mulher faz o marido, || O esposo faz a mulher. — Ormando Candelária (Pda)Tx222
  22. Enlace e bênção. Depois, || Se o par deseja alegria, || Haja perdão para os dois || Nas horas de cada dia. — Celeste Braga (Pda)Tx222
  23. De paixão em frenesi || Eis o casório que dá: || É tapa daqui e dali, || Palavrão daqui prá lá. — Lulu Parola (Pda)Tx222
  24. Para quem só acha o jogo || Do prazer que ilude e passa, || Matrimônio lembra o fogo || Que se faz cinza e fumaça. — Sylvio Fontoura (Pda)Tx222
  25. Enlace feliz consiste || No amor que nunca reclama. || Separação não existe || No coração de quem ama. — Celeste Jaguaribe (Pda)Tx222
  26. No matrimônio feliz, || Antigo ditado alega: || O homem é um tanto surdo || E a mulher um tanto cega. — Emílio de Menezes (Sp)Tx255
  27. Há muito enlace que lembra || Caminho de barro e bruma; || Janjão teve seis esposas, || Mas não amou a nenhuma. — Cornélio Pires (Sp)Tx255
  28. Amor é um diamante raro, || Namoro é um velho garimpo… || O enlace, se bem comparo, || É o amor passado a limpo. — Nilo Aparecida Pinto (Sp)Tx255
  29. Casou-se Armênio com Joana, || Depois amou Ana Ruas, || Afirmava-se na prova || De ter filhos delas duas. — Artur Azevedo (Sp)Tx255
  30. Logo após o matrimônio, || Notando a mulher sem graça, || O pobre do amigo Antônio || Derivou para a cachaça. — Cornélio Pires (Tf)Tx267
  31. A união de duas almas || É um laço sublime e forte || Que nos sustenta na vida || E prossegue, além da morte. — Edwar Santana (Tf)Tx267
  32. Casamento é um grande livro. || Prefácio o namoro assume; || Hoje, porém, pouca gente  || Lê o início do volume. — João Moreira da Silva (Tf)Tx267
  33. De matrimônio, hoje em dia, || Nada se indague à mulher, || Que o homem case tranquilo || E seja o que Deus quiser. — Cornélio Pires (Tf)Tx267
  34. Duas almas quando unidas || No verbo renunciar, || Permutam as próprias vidas || Simplesmente pelo olhar. — Lívio Barreto (Tf)Tx267
  35. Em casa se há disparate || Quando o casal se agatanha, || Nunca se sabe quem bate, || Nem se sabe quem apanha. — Sylvio Fontoura (Tf)Tx267
  36. Marido que fique mudo || E, em casa, não dê palpite, || Que a mulher já sabe tudo || Sobre pensão e desquite. — Leandro Gomes de Barros (Tf)Tx267
  37. Isto é claro como água; || O casamento segundo || Livra marido e mulher || Das maluquices do mundo. — Juvenal Galeno (Fdp)Tx277
  38. Casamento que se guarda || Nas mais puras alegrias || É aquele que se renova || Na luz de todos os dias. — Noel de Carvalho (Fdp)Tx277
  39. A fim de doar ao filho || O apoio que ele requer, || Há quem diga que o casório || Foi invenção da mulher. — Lulu Parola (Fdp)Tx277
  40. Onde a vida te puser || Conserva-te cavalheiro; || Homem que xinga a mulher || É o que se casa primeiro. — Gil Amora (Fdp)Tx277
  41. A importância do casório, || Na Terra, não tem limite, || Com cartório ou sem cartório, || Com desquite ou sem desquite. — Sylvio Fontoura (Fdp)Tx277
  42. Matrimônio, companheiro, || Exige muito cuidado; || Pai Adão dormiu solteiro || Depois acordou casado. — Cornélio Pires (Fdp)Tx277
  43. De modo a manter o amor || Na luz de que se ilumina, || O casamento nasceu || Da Providência Divina. — Auta de Souza (Fdp)Tx277
  44. Casamento é uma oferenda || Do Céu que o amor afaga || O filho é imposto de renda || Que a vida inteira se paga. — Lulu Parola (Sdl)Tx294
  45. De Dona Maricotinha || Assinalei esta queixa: || Muita viúva não casa… || Marido morto não deixa.— Lulu Parola (Rdl)Tx312
  46. Na Terra, a união a dois || Para ter um ninho brando, || Precisa de muito amor || E brigas de vez em quando… — João Moreira da Silva (Rdl)Tx312
  47. Tatão casou-se seis vezes || Com seis jovens, uma a uma; || Agora desencarnado, || Não achou esposa alguma. — Lulu Parola (Rdl)Tx312
  48. Quem casa quer casa — afirma || O tempo que não se atrasa — || No entanto, quer moradia || Não na casa em que se casa — Lulu Parola (Rdl)Tx312
  49. O casamento perfeito || Sobre a Terra é sempre assim: || Eu sempre a brigar com ela || E ela a falar de mim. — Juvenal Galeno (Rdl)Tx312
  50. O casamento tem hora, || Tudo pensado entre dois; || Mas se o sexo vem antes, || Sofrimento vem depois. — Silveira Carvalho (Rdl)Tx312
  51. Casamento de viúvos || É fácil de compreender; || Se o homem tem novo amor, || Mulher também pode ter. — Chiquinha Gonzaga (Rdl)Tx312
  52. O desejo na vida pode desaparecer na morte do corpo, mas, o amor que é luz na alma permanece, além do corpo, na união imperecível. — Emmanuel (Asm)Tx341
  53. Beijando a segunda esposa, || Falou-me o Juca Dirceu: || “A mudança é a lei da vida, || O viúvo é quem morreu.” — Lulu Parola (Pdp)Tx346
  54. O instituto do casamento tem sido até agora um instrumento de lutas expiatórias para os Espíritos faltosos e delinquentes diante das leis sociais e Divinas, todavia, temos a considerar que talvez vinte por cem das uniões terrestres representam verdadeiros reencontros de almas gêmeas na face obscura e triste da Terra e todos os consórcios do futuro serão realizados na pauta dos grandes sentimentos das almas. — Emmanuel (Avl)Tx358
  55. Por mais que a dor amordace || Quem ama e vive a sofrer, || No enlace ou fora do enlace, || Ama sempre até morrer. — Lívio Barreto (Fne)Tx361
  56. Duas almas, quando unidas, || Mesmo entre os rudes labéus, || Vencem milênios e vidas, || Seja na Terra ou nos Céus. — Gil Amora (Fne)Tx361
  57. O amor em duas pessoas || De tal forma se condensa || Que enquanto uma delas fala || Reflete o que a outra pensa. — Jovino Guedes (Fne)Tx361
  58. Na afeição — mistério vivo —, || Vejo as fotos como são: || O namoro é o negativo, || Enlace é a revelação. — Álvaro Martins (Fne)Tx361
  59. Muito amor que se conquista || Lembra o rifão justo e raro: || — “Quem a paca caro compra || Pagará a paca caro.” — José Carvalho (Fne)Tx361
  60. Lá na praça do Ferreira, || Vejo muitos laços loucos, || Muito amor na chocadeira, || Casamentos, muito poucos. — Carlos Gondim (Fne)Tx361
  61. Não entendo as novas tranças… || Matrimônios, regredindo… || E, em matéria de crianças, || O número vai subindo… — Hugolino Costa (Fne)Tx361
  62. Casamento, belo encanto, || Lembra um livro, amigos meus, || A família é o texto santo || E o índice está com Deus. — Lopes Sá (Fne)Tx361
  63. Regressando a novo corpo || E usando amor e juízo, || Desejo casar na Terra || Quantas vezes for preciso. — Juvenal Galeno (Fne)Tx361
  64. Ante a união infeliz || Que nos fere o próprio ser, || O mundo exige lembrar, || A vida pede esquecer. — Raul Pederneiras (Fne)Tx361
  65. Eis um mistério do amor || Em toda união a dois: || O afeto imenso vem antes, || A conquista vem depois. — Cornélio Pires (Pev)Tx413
  66. Laura dizia: — “Outro nunca!…” || “Adeus, querido Matias, ” || No entanto, uniu-se a Gualberto || Depois de quarenta dias. — Cornélio Pires (Pev)Tx413
  67. Casamento? Lembro Juca || Pediu a mão de Lilia || Na data do matrimônio, || Viajou para a Bahia — Cornélio Pires (Pev)Tx413
  68. O enlace tem duas fases: || Primeira o sonho ao porvir, || A segunda é um grande aviso: || A vida vai prosseguir. — Cornélio Pires (Pev)Tx413
  69. Casaram-se Ana e José, || José, porém, amava Sofia, || Que gostava de Petrônio, || Amor de Cléria Maria. — Cornélio Pires (Opc12)Tx412
  70. Duas noivas no cartório || Esperavam o casório com José, || Vendo as duas moças juntas, || O esperado deu no pé. — Cornélio Pires (Pvi)Tx417
  71. Um problema sem resposta… || Casou-se o amigo Aristeu. || Deixou noiva em Cartório || Depois desapareceu. — Cornélio Pires (Cvi)Tx416
  72. Se as relações entre dois || Sempre fossem naturais, || O casamento no mundo || Duraria muito mais. — Cornélio Pires (Tdc)Tx418
  73. João, viúvo, foi pedir || Para o filho, a mão de Bela, || Mas gostou tanto da moça || Que se fez esposo dela. — Cornélio Pires (Tdc)Tx418
  74. Ninguém conhece na Terra || O fluido superior || Que atrai criatura a criatura || Para o consórcio do amor. — Cornélio Pires (Caf)Tx419
  75. Casais ricos e felizes || Vivem de festa e rumor, || No entanto, a felicidade || Conhece apenas o amor. — Cornélio Pires (Trv)Tx422
  76. De alma para outra alma || O amor é um laço tão forte || Que vejo muitos casais || Unidos depois da morte. — Cornélio Pires (Trv)Tx422
  77. Para o homem triste e aflito, || Na prova da viuvez, || Existe um santo remédio: || É casamento outra vez. — Juvenal Galeno (Fev)Tx451