Bible of the WayBíblia do Caminho  † Estudos Espíritas

Índice Página inicial Próximo Capítulo

OCE — Orientação ao Centro Espírita

 

7

 

Divulgação da Doutrina Espírita

1. FUNDAMENTAÇÃO

 

“Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda a criatura.” Jesus (Marcos, 16:15)

“Uma publicidade em larga escala, feita nos jornais de maior circulação, levaria ao mundo inteiro, até as localidades mais distantes, o conhecimento das idéias espíritas, despertaria o desejo de aprofundá-las e, multiplicando-lhes os adeptos, imporia silêncio aos detratores, que logo teriam de ceder, diante do ascendente da opinião geral.” Allan Kardec (Obras Póstumas, “Projeto 1868”).

“Ide, pois, e levai a palavra divina: aos grandes que a desprezarão, aos eruditos que exigirão provas, aos pequenos e simples que a aceitarão; porque, principalmente entre os mártires do trabalho, desta provação terrena, encontrareis fervor e fé. (…) Arme-se a vossa falange de decisão e coragem! Mãos à obra! o arado está pronto; a terra espera; arai!” Erasto (O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. XX, item 4).

“…o Espiritismo nos solicita uma espécie permanente de caridade — a caridade da sua própria divulgação.” Emmanuel. (Estude e viva, cap. 40, FEB).

 

2. CONCEITO

 

Divulgar é a ação de tornar públicos e comunicar conceitos, fatos e conhecimentos, bem como compartilhar idéias, sentimentos e atitudes.

 

3. FINALIDADE

 

Realizar o trabalho de divulgação da Doutrina Espírita por meio de todos os veículos de comunicação social compatíveis com os princípios ético-morais espíritas.

 

4. ORGANIZAÇÃO

 

Na medida do possível, deve-se organizar uma equipe para desenvolver o trabalho de divulgação da Doutrina Espírita. Como são múltiplos e diferenciados os meios de divulgação da Doutrina Espírita, é recomendável que o trabalho seja realizado por meio de equipe própria, que atuará sob a supervisão da diretoria do Centro Espírita.

 

4.1. Desenvolvimento das atividades

 

O trabalho de divulgação da Doutrina Espírita poderá ser desenvolvido por meio de:

  • Realização de eventos como palestras ou conferências públicas, acompanhadas ou não de apresentações artísticas, observando-se sempre a fidelidade doutrinária;

  • Utilização de recursos de multimídia;

  • Publicação e distribuição gratuita de mensagens, folhetos, jornais, revistas e livros espíritas;

  • Elaboração e distribuição de boletim informativo das atividades realizadas pelo Centro Espírita;

  • Edição de jornal ou revista para circulação interna e externa;

  • Venda de livros, jornais e revistas espíritas;

  • Organização de biblioteca;

  • Produção e difusão de programas de rádio e televisão;

  • Utilização de coluna espírita em periódicos não espíritas;

  • Implantação e manutenção de página na internet.

5. RECOMENDAÇÕES E OBSERVAÇÕES

  • a) Deve ser providenciada autorização prévia de cessão de direitos autorais para as gravações ou outra qualquer forma de edição.

  • b) Na distribuição de livros, deve-se dar preferência às obras da Codificação Espírita, particularmente O Livro dos Espíritos e O Evangelho segundo o Espiritismo.

  • c) O Centro Espírita deve cuidar para que o material destinado à publicação seja escrito de forma simples e objetiva, aliando fidelidade doutrinária e clareza da forma, a fim de que possa atingir a todos os interessados.

  • d) Os meios de comunicação devem ser utilizados tão somente para a divulgação do Espiritismo, realçando os seus aspectos esclarecedor e consolador de interesse do grande público, evitando-se personalismos.

  • e) A venda de livros, jornais e revistas espíritas deve ser realizada de tal forma que não venha a ser interpretada como retribuição ou pagamento pelos benefícios recebidos nas atividades doutrinárias ou assistenciais da instituição.

  • f) Nas palestras públicas, a direção do Centro Espírita deve cuidar para que não sejam veiculadas as campanhas relacionadas com arrecadação de recursos materiais e promoções assistenciais.

  • g) Na organização de biblioteca, selecionar livros e periódicos de interesse do estudo e da difusão da Doutrina Espírita e, se possível, devem ser observadas as regras e orientações da Biblioteconomia.

 

Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

 

.

D
W