Bible of the WayBíblia do Caminho  † Estudos Espíritas

Índice Página inicial Próximo Capítulo

OCE — Orientação ao Centro Espírita

 

4

 

Estudo e Educação da Mediunidade  n 

1. FUNDAMENTAÇÃO

 

“Para conhecer as coisas do mundo visível e descobrir os segredos da Natureza material, outorgou Deus ao homem a vista corpórea, os sentidos e instrumentos especiais. (…) Para penetrar no mundo invisível, deu-lhe a mediunidade”. Allan Kardec (O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 28, item 9).

“A mediunidade é aquela luz que seria derramada sobre toda carne e prometida pelo Divino Mestre aos tempos do Consolador, atualmente em curso na Terra.” F. C. Xavier — Emmanuel (O Consolador, questão 382).

 

2. CONCEITO

 

É uma reunião privativa e prioriza a participação efetiva dos inscritos, por meio de atividades grupais e plenárias para o Estudo e Educação da Mediunidade no Centro Espírita.

 

3. FINALIDADE

 

Estudar de forma metódica, contínua e séria, a teoria e a prática da mediunidade, à luz da Doutrina Espírita e do Evangelho de Jesus.

 

4. PARTICIPANTES

 

O Estudo e Educação da Mediunidade destina-se a pessoas adultas que possuam conhecimento básico da Doutrina Espírita, freqüentadoras e colaboradoras nas atividades do Centro Espírita, portadoras ou não de mediunidade ostensiva (dotadas especialmente de psicofonia, psicografia, vidência e audiência), e que pretendam aprofundar o conhecimento doutrinário no campo da mediunidade.

 

5. DESENVOLVIMENTO DO ESTUDO

 

5.1. Estrutura administrativa

  • Coordenador geral

  • Coordenador adjunto

  • Monitores

  • Pessoal de apoio: doutrinário, pedagógico, de secretaria, de biblioteca etc.

5.2. Programa

 

O programa deve ter uma seqüência gradual de transmissão do conhecimento da Doutrina Espírita, dos princípios que norteiem o emprego da mediunidade e da Moral contida no Evangelho de Jesus. O programa deve ser desenvolvido, no mínimo, em dois níveis. No primeiro, de natureza mais teórica, enfatiza-se o conhecimento geral da mediunidade, aprofundando o estudo de temas desenvolvidos nos cursos básicos de Espiritismo. No segundo prioriza-se a realização da prática mediúnica propriamente dita, que deve ser conduzida por pessoas experientes.

 

6. RECOMENDAÇÕES E OBSERVAÇÕES

  • a) O número de participantes, por turma, não deve exceder a 25.

  • b) As turmas são organizadas segundo o número de participantes previamente inscritos.

  • c) Os participantes portadores de mediunidade ostensiva, em condições harmônicas, poderão também freqüentar reunião mediúnica, a critério do dirigente, desde que não se afastem do estudo.

  • d) Os participantes que se revelem necessitados de assistência espiritual devem ser encaminhados para as atividades de Atendimento Espiritual do Centro Espírita. Podem permanecer no estudo, caso revelem condições para isso.

  • e) Os integrantes do estudo devem freqüentar reuniões de Explanação do Evangelho à Luz da Doutrina Espírita, existentes no Centro Espírita, e serem orientados quanto à importância de se realizar o Evangelho no lar.

  • f) Importa considerar que a realização do Estudo e Educação da Mediunidade nem sempre indica que os participantes devam ser encaminhados a grupo mediúnico. Isto porque, além da capacitação doutrinária propriamente dita, é necessário que o candidato à prática mediúnica revele possuir condições psicológicas, éticas e morais compatíveis com a natureza do trabalho.

 


[1] Nota da Editora: A Federação Espírita Brasileira coloca à disposição dos Centros Espíritas e demais interessados, a título de colaboração e sugestão, programas teóricos e práticos de Estudo e Educação da Mediunidade, fundamentados na Codificação Espírita, destinados à capacitação de trabalhadores para as atividades mediúnicas à luz da Doutrina Espírita.

 

Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.