Bíblia do Caminho  † Estudos Espíritas

Índice Página inicial Próximo Capítulo

OCE — Orientação ao Centro Espírita


2


Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita n

1. FUNDAMENTAÇÃO


“Um curso regular de Espiritismo seria professado com o fim de desenvolver os princípios da Ciência e difundir o gosto pelos estudos sérios. Esse curso teria a vantagem de fim dar a unidade de princípios, de fazer adeptos esclarecidos, capazes de espalhar as idéias espíritas e de desenvolver grande número de médiuns. Considero esse curso como de natureza a .exercer capital influência sobre o futuro do Espiritismo e sobre suas conseqüências.” Allan Kardec (Obras Póstumas, “Projeto 1868”).

“O que caracteriza um estudo sério é a continuidade que se lhe dá.” Allan Kardec (O Livro dos Espíritos, Introdução, item VIII).


2. CONCEITO, FINALIDADE E CONSEQUÊNCIAS DO ESTUDO SISTEMATIZADO DA DOUTRINA ESPÍRITA — ESDE


2.1. Conceito e finalidade


O ESDE é uma reunião privativa de grupos que visa ao estudo metódico, contínuo e sério do Espiritismo, com programação fundamentada na Codificação Espírita, constituída pelas cinco obras básicas de Allan Kardec: O Livro dos Espíritos, O Livro dos Médiuns, O Evangelho segundo o Espiritismo, O Céu e o Inferno e A Gênese.


2.2. Conseqüências do ESDE


O ESDE traz conseqüências bastante amplas para aqueles que o freqüentam:

  • 1) Facilita a reforma íntima;

  • 2) Garante a unidade de princípios em torno do estudo, facultando a compreensão e a assimilação corretas dos princípios doutrinários espíritas;

  • 3) Proporciona a propagação da Doutrina Espírita nas bases em que foi codificada;

  • 4) Favorece o desenvolvimento da fé raciocinada;

  • 5) Contribui para a formação de expositores mais bem preparados;

  • 6) Possibilita o entendimento do verdadeiro sentido da palavra caridade, induzindo à sua prática;

  • 7) Incentiva a participação de todos e propicia condições favoráveis para o desenvolvimento da criatividade, da colaboração e da responsabilidade.

3. ORGANIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO DOS CURSOS DE ESDE NO CENTRO ESPÍRITA


De acordo com a estrutura do Centro Espírita, o ESDE poderá constituir um departamento ou uma área de departamento doutrinário. Em ambos os casos, a sua organização obedece a um esquema básico administrativo e pedagógico.


3.1. Administrativo

  • a) Coordenação geral

  • b) Monitoria

  • c) Apoio

3.2. Pedagógico

  • a) Programa de estudo antecipadamente organizado.

  • b) Metodologia coerente com o objetivo e fins dos cursos de ESDE.

  • c) Estabelecimento de critérios para avaliação periódica dos trabalhos, envolvendo: coordenadores, monitores e participantes, bem como os meios pedagógicos e didáticos.

4. DIVULGAÇÃO PERMANENTE DO ESDE

  • 1. Palestras públicas;

  • 2. Folhetos com mensagens de incentivo à sua implantação;

  • 3. Boletins informativos do seu desenvolvimento;

  • 4. Cartazes alusivos;

  • 5. Jornais e revistas espíritas;

  • 6. Colunas espíritas em periódicos não-espíritas;

  • 7. Programas radiofônicos e de televisão;

  • 8. Internet e outras mídias virtuais.

5. RECOMENDAÇÃO


Se o Centro Espírita não possuir uma biblioteca, sugere-se que os participantes do ESDE se mobilizem para ajudá-lo na sua criação, contendo, no mínimo, as obras indicadas nos programas de estudo.



[1] Nota da Editora: A Federação Espírita Brasileira coloca à disposição dos Centros Espíritas e demais interessados, a título de colaboração e sugestão, programas de Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita, fundamentados na Codificação Espírita, destinados a vários níveis de conhecimento doutrinário.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

 

.

D
W