Bíblia do Caminho Súmulas Biográficas

Da Costa e Silva


Antônio Francisco DA COSTA E SILVA. — Depois de fazer o curso primário e os preparatórios em Teresina, transferiu-se Da Costa e Silva para o Recife, onde, somente em 1913, veio a bacharelar-se em Direito. Foi funcionário público do Ministério da Fazenda, ascendendo a altos postos. Durante quase dez anos viveu o poeta em Belo Horizonte, mudando-se, posteriormente, para o Rio, onde desencarnou. “A sua poesia” — escreveu Andrade Muricy — “trazia uma exaltação luminosa, um inebriamento comunicativo. Era alguém que cantava, mas com uma virtuosidade harmoniosa e forte, um belo ímpeto arrebatado.” (Amarante, Piauí, 28 * de Novembro de 1885 — Rio de Janeiro, Gb, 29 de Junho de 1950.) — (*) Andrade Muricy (Pan. Mov. Simb. Bras., III, pág. 27) dá 23 como o dia de nascimento.

BIBLIOGRAFIA: Sangue; Zodíaco; Verhaeren; Verônica; etc. ( † )


DA COSTA E SILVA, Antônio Francisco: Bacharel em Direito pela Faculdade do Recife, foi o poeta da Saudade. Funcionário público do Ministério da Fazenda, aí ascendendo a altos cargos. Viveu, por quase dois lustros, em Belo Horizonte. Andrade Muricy exalta-lhe o estro em seu “Panorama do Mov. Símb. Bras.”, vol. III. BIBLIOGRAFIA: Sangue, Zodíaco, Pandora, Verhaeren, etc. (Amarante, Pi, 28 de Novembro de 1885 — Rio de Janeiro, Gb, 29 de Junho de 1950.) ( † )


.

Abrir