Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Urgência — Emmanuel


25


Ante os cimos

1 Compreendemos a dor que se te vincula ao espírito, quando a prova te busca.

2 É como se a morte do coração se antecedesse a do corpo, impelindo-te a vegetar nos processos da vida.

3 Arquitetaste a paisagem doméstica, no clima de amor e paz, e te prendeste a extenso campo de problemas na intimidade do lar.

4 Investiste confiança e ternura em alguém que te deixou a sós, convertendo-te o sonho em amargosa experiência.

5 Perdeste talvez o equilíbrio orgânico e te internaste em longo período de enfermidade ou recuperação, adiando realizações que te parecem fundamentais na conquista da própria segurança.

6 Entregaste pessoas queridas às requisições da morte e carregas lesões do sentimento, sob nuvens de lágrimas que te arrasam as forças.

7 Viste familiares alterando o comportamento, a te permutarem a dedicação por aventuras estranhas, relegando-te a presença a extremo abandono.

8 Atravessaste a existência em atividade e abnegação e agora, sem os que mais amas, provavelmente, contemplas melancolicamente a face da velhice corpórea.

9 Entretanto, renova-te em espírito e deixa que a fé te reajuste a visão.

10 Nas dificuldades do lar, reténs a oficina de trabalho em que resgatas as sombras do passado para o suspirado acesso à luz;

  11 nos seres amados, que te deixaram a sós, dispões de instrumentos valiosos que te burilam os sentimentos;

  12 nos empeços orgânicos possuis agentes preciosos de cura e embelezamento do próprio ser;

  13 nas afeições que se transferiram para a Vida Maior, contas com tesouros de amor nos júbilos porvindouros;

  14 nos familiares que modificaram a própria conduta, em padrões menos felizes, tens motivos de ensinamento e sublimação;

  15 e no desgaste físico em trabalho incessante, descobres novas formas de serviço e esperança, preparação e felicidade.


16 Observa a existência com os olhos do espírito e sublime renovação se te fará cada vez mais bela nas sendas em que avanças.

17 Reflete na Sabedoria e na Bondade de Deus, pensa na perenidade do amor e na imortalidade da alma, e, seja qual for a prova em que te encontres, reconhecer-te-ás a caminho da Espiritualidade Superior, sentindo, por dentro do próprio coração, a indefinível alegria do Grande Alvorecer!…


Emmanuel



(Anuário Espírita 1975)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir