Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Taça de luz — Autores diversos


Taça de luz

1 Leitor amigo:

“Taça de Luz” é o nome deste livro. Não porque nós, os amigos espirituais que o entretecemos tenhamos suficiente luz para doar de nós mesmos.

2 Taça é um vaso e o livro é sempre um vaso em si. Vaso de ideias, princípios, ensinamentos e induções. E aqui, neste volume, em verdade, detemos uma taça de luz das lições do Cristo de Deus.

3 Mais não fizemos ao grafar as páginas que o compõem senão reunir migalhas da Divina Palavra — clarão imperecível —, a fim de oferecê-las aos companheiros da Terra.

4 Escritas em cinquenta ocasiões diversas, no decurso de sete lustros, de 1937 a 1972, enfileiramo-las em homenagem às crianças necessitadas de arrimo,  n reconhecendo que os pequeninos de hoje serão os nossos orientadores de amanhã.

5 Ao seu coração fraterno, prezado leitor, dedicamos as folhas humildes deste arquivo despretensioso e singelo, tanto quanto estão elas todas endereçadas a nós próprios, os companheiros presentemente domiciliados fora do Plano Físico.

6 E assim é porque se definem como sendo diminutas luminárias da Fonte Solar do Evangelho do Senhor que, por misericórdia dele, o nosso Eterno Amigo, vertem do Mais Alto, por bênçãos de vida na vida de todos nós.


Emmanuel


Uberaba, 12 de maio de 1972.



[1] Este livro é publicado em benefício da Casa da Criança de S. João Batista do Glória, orfanato mantido pelo Núcleo Caminheiros do Bem, situado em S. João Batista do Glória, Estado de Minas Gerais. — Nota da Editora


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir