Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Sementeira de luz — Mensagens familiares do Prof. Arthur Joviano (Neio Lúcio) e outros


61


A caminho da divina luz

26|03|1941


1 Irmãos, que guardais agora a história de Paulo de Tarso e conhecidos meus de velhos tempos, eu vos saúdo no Senhor Jesus Cristo!

2 Vossa linguagem é utilizada por mim, dificilmente. Para falar-vos, sou obrigado a socorrer-me de vossos amigos espirituais.

3 Fui amigo particular de Lésio Munácio. Trata-se de um irmão extremamente ligado à minha alma e encarnado no mundo.

4 Aqui estou para rogar a Deus nos abençoe os espíritos, verdadeiramente, a caminho da luz divina, unidos, pois, convosco, por laços muito sagrados.

5 Regozijo-me com a vossa tarefa transmitindo à expressão intelectual do mundo uma biografia de Paulo de Tarso, homem santificado nos trabalhos e nos sofrimentos. Meu nome, na época mencionada, foi o de Caius Fulvius, e tive grande influência ao tempo das primeiras perseguições. Auxiliado pela fortuna do proconsul da Achaia, fui mais longe nos desmandos da autoridade.

6 Persegui, barbaramente, os discípulos do Evangelho. Sofri muito. A morte me arrebatou a um turbilhão de sombras tenebrosas.

7 Nas vias romanas, arrastei-me como escravo miserável, depois da indumentária dos patrícios ilustres. Vagueei pelas residências nobres do meu protetor de outros tempos, como mendigo asqueroso, na época do segundo século.

8 Quem sabe poderei contar minha dolorosa história algum dia? Não sei. Por agora, enquanto meu coração se sensibilizar com o vosso, ante as lembranças do grande convertido de Damasco, eu vos digo: caminhai nas sendas do Cristo! Aproveitai o dia do Senhor! Corpos e cidades são formações passageiras do pó! Nós, os Espíritos, somos inimitáveis e quando não convertidos somos as mesmas criaturas.

9 Amados, que Deus nos abençoe.

Cristo nos espera!


.Caius



Nota da organizadora: Mensagem recebida com a utilização de prancheta, por Maria e Rômulo, em sua residência, em Pedro Leopoldo - MG, com a presença de Chico Xavier. Lésio Munácio é personagem do livro 50 anos depois. [Vide o cap. 13 da 2ª parte do Livro dos médiuns: Psicografia indireta: cestas e pranchetas especialmente no item 156, o indicador 4.]


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir