Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Refúgio — Emmanuel


Refúgio

1 Quase que, por toda parte da Terra, encontramos os companheiros sofredores ou desorientados, à feição de viajores sem bússola, que lhes aponte o rumo certo.

2 Muitas vezes, estarão detendo a fortuna amoedada e outros exibem superioridade intelectual manifesta pela inteligência cultivada que já conquistaram, mas transportam consigo o íntimo atormentado que procuram disfarçar. Isso, porém, não os torna menos infelizes.

3 Tanto quanto ocorre aos irmãos francamente desventurados, seja pela penúria material ou por amargas provações ocultas, guardam a impressão de que o frio da adversidade lhes vergasta a vida por dentro de si mesmos.

4 E a lista desses companheiros se alonga, cada vez mais, conforme se nos faz possível relacionar:

  os doentes;

  os desabrigados;

  os esquecidos;

  os angustiados;

  os perturbados;

  5 os tristes;

  os cansados;

  os desesperados;

  os quase suicidas;

  os abandonados;

  6 os revoltados;

  os desanimados;

  os desiludidos;

  os arrependidos;

  os desvalidos;

  7 os insatisfeitos;

  os desnorteados;

  os marginalizados;

  os injuriados;

  os que carregam o fardo da direção;

  8 os que administram, entre a inquietação e a responsabilidade;

  os subalternos incompreendidos;

  os desempregados por culpa própria;

  os que cometem atos puníveis pela justiça;

  9 os desertores do próprio dever;

  os sanatorizados sem razão;

  os acusados por faltas que não perpetraram;

  os que a necessidade costuma enlouquecer de sofrimento;

  e tantos outros que não conseguimos enumerar.


10 Para esses companheiros sob a ventania das provações foi escrito este livro. Por isso mesmo, denominamo-lo “Refúgio”. Que este refúgio de paz e amor, compreensão e boa vontade, possa confortá-los e reerguer-lhes o ânimo, em nome de Jesus, nosso Divino Mestre e Senhor, são os nossos votos.


.Emmanuel


Uberaba, 15 de março de 1989.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir