Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Recanto de paz — Autores diversos


15


Mãe

  1 O Espírito culpado em lágrimas vagueia,

  O tempo é o mar de dor em que se perde agora,

  É um duende a gemer na mágoa que o devora,

  Entre muros mentais, ergue a própria cadeia.


  2 Quer voltar ao passado… Implora, titubeia…

  Nisso, a ideia de Deus é faísca de aurora

  A surgir-lhe no peito e o peito se lhe enflora,

  Dá-se à luz da oração e a fé se lhe incendeia…


  3 A prece alcança o Azul e, às súbitas, se eleva,

  Alguém volve do Alto aos turbilhões da treva,

  Afaga o sofredor, cansado e maltrapilho…


  4 E uma filha de Deus, quando em sono profundo,

  Abre os braços de mãe para trazê-lo ao mundo,

  Ele nasce e ela canta: — “Ah! meu filho!… meu filho…”


Narcisa Amália


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir