Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Palavras de vida eterna — Emmanuel


144


Exemplificar

“Respondendo, então, disse-lhes Jesus: “Ide e anunciai…” — (LUCAS, 7.22)


1 Através de todas as nações, o homem levanta realizações notáveis, nas quais se lhe exalça o egoísmo inteligente.

2 Em toda a parte, repontam obras suntuárias, solicitando moderação e corrigenda, para que o abuso de poucos não agrave as aflições e as necessidades de muitos.

3 Entretanto, porque o raciocínio rogue confrontações claras para estudos corretos, reconheçamos o realce, conquanto vazio e por vezes ruinoso, de semelhantes cometimentos.

4 Ninguém nega a amenidade do edifício caprichosamente construído para festas inúteis, embora não se lhe possa louvar o destino.

5 É indiscutível a preciosidade do iate de luxo, não obstante seja tão somente dedicado ao excesso.

6 Inegável a feição deleitosa de um jardim suspenso, mesmo quando não passe de apêndice arquitetônico.

7 Belo o espetáculo da fonte luminosa por distração na praça pública, apesar de se manter muito longe do proveito de um simples chafariz.

8 Analisando essas empresas, na lógica do Espiritismo, somos, contudo, impelidos a reconhecer que os amigos afeiçoados ao supérfluo estarão agindo dessa forma por falta de esclarecimento e orientação.

9 A experiência terrestre na atualidade não desconhece que é preciso ensinar aos homens a arte de alimentar e vestir, conversar e conviver, a fim de que haja saúde, euforia, compreensão e harmonia na Humanidade.

10 Disse Jesus, em várias ocasiões, aos seguidores: “Ide e pregai…”

11 Nada justo, assim, reprovar sem consideração os companheiros que ainda se encontram involuntariamente distantes das realidades do espírito. 12 Onde o desperdício apareça por flagelo da ignorância, iniciemos a construção da verdade pelo exemplo da sobriedade, na certeza de que, em toda tarefa de educação, exemplificar é explicar.


.Emmanuel



(Reformador, setembro 1963, p. 195)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir