Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Palavras de vida eterna — Emmanuel


13


Boas obras

“Assim brilhe também a vossa luz diante dos homens para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos Céus.” — JESUS (Mateus, 5.16)


1 “Brilhe vossa luz” — disse-nos o Mestre, — e muitas vezes julgamo-nos unicamente no dever de buscar as alturas mentais.

2 E suspiramos inquietos pela dominação do cérebro.

3 Contudo, o Cristo foi claro e simples no ensinamento.
“Brilhe também a vossa luz diante dos homens para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos Céus.”
4 Não apenas pela cultura intelectual.
5 Não somente pela frase correta.
6 Nem só pelo verbo flamejante.
7 Não apenas pela interpretação eficiente das Leis Divinas.
8 Não somente pela prece labial, apurada e comovedora.
9 Nem só pelas palavras e pelos votos brilhantes.


10 É indiscutível que não podemos menosprezar a educação da inteligência, mesmo porque a escola, em todos os Planos, é obra sublime com que nos cabe honrar o Senhor, mas Jesus, com a referência, convidava-nos ao exercício constante das boas obras, seja onde for, pois somente o coração tem o poder de tocar o coração, e, somente aperfeiçoando os nossos sentimentos, conseguiremos nutrir a chama espiritual em nós, consoante o divino apelo.
11 Com o amor estimularemos o amor…
12 Com a humildade geraremos a humildade…
13 Com a paz em nós ajudaremos a construir a paz dos outros…
14 Com a nossa paciência edificaremos a paciência alheia.
15 Com a caridade em nosso passo, semearemos a caridade nos passos do próximo.
16 Com a nossa fé garantiremos a fé ao redor de nós mesmos.


17 Atendamos, pois, ao nosso próprio burilamento, porquanto apenas contemplando a luz das boas obras em nós é que os outros entrarão no caminho das boas obras, glorificando a Bondade e a Sabedoria de Deus.


Emmanuel



(Reformador, junho de 1957, p. 138)


Texto extraído da 1ª edição desse livro.

.

Abrir