Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Parnaso de Além-Túmulo — Autores diversos


41


Leôncio Correa

Leôncio Correa nasceu em 1865, no Estado do Paraná, e desencarnou no Rio de Janeiro, em 1950. Professor e poeta deixou inúmeras obras.


SAUDADE

  1 Ante o brilho da vida renascente

  Depois da névoa estranha, densa e fria,

  Surgem constelações do Novo Dia

  Muito longe da Terra descontente.


  2 Mundos celestes, reinos de alegria

  E impérios da beleza resplendente

  Cantam no Espaço, jubilosamente,

  Ao compasso do Amor e da Harmonia…


  3 Mas, ai! pobre de mim!… Ante a grandeza

  Da glória excelsa eternamente acesa

  Volvo à sombra letal do abismo fundo!


  4 E, esmagado de angústia e de carinho,

  Choro de amor, revendo o velho ninho

  E as aves ternas que deixei no mundo!…


.Leôncio Correa


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir