Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Chico Xavier: O Primeiro Livro — Autores diversos

Parte II — Chico Xavier: Versos por ele mesmo

32


O canto das aves

1 “Ó Senhor do ilimitado,

Nós Te adoramos também,

És nosso supremo bem,

Nosso Pai idolatrado!


2 Nos espaços estelares,

Onde és todo harmonia,

Recebe a pura alegria

Dos nossos pobres cantares.


3 Agradecemos-Te as fontes,

Os córregos dos caminhos,

As palhas secas dos ninhos,

A largueza de horizontes;


4 O sol que nos dá calor,

Estímulo, animação,

Superlativa expressão

Dos Teus desvelos de amor;


5 As olorosas campinas,

Engrinaldadas de flores,

E os delicados verdores,

Das frondes esmeraldinas;


6 As alfombras perfumadas,

Que com bondade estendeste

— Todo um tapete celeste,

Cobrindo as nossas estradas;


7 As árvores compassivas,

Que o alimento nos dão,

Celeiros do nosso pão,

Bondosas, convidativas!


8 Sê pois, bendito, Senhor,

No universo ilimitado,

Em Teu eterno reinado

De luz, de sol e de amor!”


.Francisco Xavier


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir