Bible of the WayBíblia do Caminho  † Xavierian TestamentTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Índice

Opúsculos — F. C. Xavier — Cornélio Pires ©

 

12

 

Oferta de amigo

 

TROVAS RECEBIDAS POR MEDIUNIDADE AUDITIVA

No período de 23/5/1996 a 22/6/1996

  Aos meus prezados amigos

  Recentes e mais antigos

  Na Sementeira do Bem,

  Oferto estas minhas trovas,

  Flores humildes e novas

  De minha vida no Além.

 

.Cornélio Pires

Uberaba, 20/6/1996

 


 

1 RECOMEÇO

 

  Refazer, recomeçar

  Os encargos teus e meus,

  Exigem trabalho intenso

  Rogando a Bênção de Deus.

 

2 CONCILIADORES

 

  Vi grandes conciliadores

  De palavra ardendo em brasa

  Que não sabem garantir

  A paz por dentro de casa.

 

3 SEMPRE VIDA

 

  A morte é um grande mistério…

  Tanta dor na despedida!…

  Mas quem morre perde o corpo,

  Nunca perde a luz da vida.

 

4 DIVISÃO

 

  A morte visita a todos,

  Gente pobre, gente rica…

  E a saudade é dividida

  Entre quem vai e quem fica.

 

5 CASO ESTRANHO

 

O homem gritava: “Ai! que eu morro!…

Socorro! Amparo ligeiro!…”

Quando atendido, porém,

Só aceitava dinheiro.

 

6 DESILUSÃO

 

  A dor maior do suicida

  É sempre reconhecer

  Que não perdeu seus problemas

  E continua a viver.

 

7 ENTRAVE

 

  No reino dos sentimentos,

  Dos entraves a transpor

  O mais belo e mais difícil

  É a disciplina no amor.

 

8 SURPRESA

 

  Lina furtou um porta joias

  Num vizinho, ao ver-se só,

  No entanto, em casa, ao abri-lo,

  Tinha apenas fumo em pó.

 

9 ROTEIRO

 

  Ao jovem que o consultava

  O Sábio falou, sereno:

  — “Pede ao Senhor que te ensine

  A servir e a ser pequeno.”

 

10 FAMA

 

  Quem procura ganhar fama

  Não se esqueça de Jesus:

  Quatro letras tem a fama,

  Outras tantas tem a cruz.

 

11 PAIS

 

  Um sábio disse-me em aula:

  — Ajuda, na Terra, aos pais,

  Convém dar conselho aos filhos,

  Sem ser conselho demais.

 

12 CONJUNTO FAMÍLIA

 

  Muitas vezes, a família

  É um grupo de desafetos

  Tentando fazer a paz

  Do pai aos próprios bisnetos.

 

13 SOFRIMENTOS

 

  Dos sofrimentos do mundo

  O maior não sei o nome.

  Eis três grandes que conheço:

  A doença, o frio e a fome.

 

14 SEGREDOS

 

  Em favor da criatura,

  Muitas com tristes enredos,

  Deus determina que a morte

  Cubra milhões de segredos.

 

15 PAZ

 

  Feliz de qualquer pessoa

  Que em tudo só busca o Bem,

  Respeitando a paz em todos

  Sem pensar mal de ninguém.

 

16 TRIO DIVINO

 

  Três forças regem os homens,

  Em dúvida, crentes e ateus:

  A vida, o amor e a morte

  Um trio que vem de Deus.

 

17 ESPERANÇA

 

  Artigo sempre atual

  Nos Estatutos do Bem:

  Não retirar a esperança

  Do coração de ninguém.

 

18 RETIFICAÇÃO

 

  Retifica o pensamento

  Sobre aqueles que maldizes,

  Os delinquentes do mundo

  São apenas infelizes.

 

19 MISSÃO PATERNAL

 

  Os pais precisam saber

  Em seu campo de esperança

  Que o futuro é preparado

  No coração da criança.

 

20 FUGA

 

  Delinquente foge à grade,

  E se esconde por aí;

  Entretanto, eis o que ocorre:

  Ele não foge de si.

 

21 ACIDENTE

 

  João Panca xingava tanto

  Que, ao arrasar um servente,

  Sapateou e caiu

  Sobre um tacho de água quente.

 

22 GANA

 

  Comia com tanta gana

  Um peixe com berinjela

  Que Joana foi ao doutor

  Tirar espinhos na goela.

 

23 VIOLÊNCIA

 

  Calma em palavras e gestos

  Mostra a paz na Lei do Bem.

  Violência é sempre ataque,

  Não é auxílio a ninguém.

 

24 ANOTAÇÃO DA VIDA

 

  Quem busca nada fazer

  E vive de festa em festa

  Muitas vezes, no caminho,

  Acha aquilo que não presta.

 

25 BUSCANDO ELEVAÇÃO

 

  Vejo muitos companheiros

  Presos no campo da prova,

  Entre ouro e sofrimento,

  Em busca de vida nova.

 

26 CONTRADIÇÃO

 

  Registrando tanta luta,

  Chego à esta conclusão:

  Sofrimento dá proveito

  O ouro é a grande ilusão.

 

27 APARTE

 

  Bendita seja a pessoa

  Que ama, sofre e se domina,

  Ajudando um ente amado

  A viver em disciplina.

 

28 DEVER

 

  A fim de sermos felizes

  Deus nos concede trazer

  A algema forte e invisível

  Que chamamos por Dever.

 

29 ROUPA

 

  Nudez? Sei que nossa mãe Eva,

  Nossa grande mãe primeira,

  Vestia-se com cuidado

  Sob folhas de parreira.

 

30 PONTO DE VISTA

 

  Num simpósio sobre o Mundo

  Disse o sábio Olivier:

  — Se a pessoa está com Deus

  Faça lá o que quiser.

 

31 CONCEITO JUSTO

 

  O que fará o “que quiser”

  É um justo e claro conceito,

  Vinculado ao livre-arbítrio,

  É a lei de Causa e Efeito.

 

32 NA TERRA

 

  Em nosso planeta Terra,

  Guardando mares e picos,

  Vejo os sonhos de irmãos pobres

  E outros tantos de irmãos ricos.

 

33 DESISTÊNCIA

 

  João, médium, começou

  A servir em Vila Flora,

  Quando o povo foi chegando

  Foi casar-se em Pirapora.

 

34 NÃO VOLTOU

 

  Queria orar com os doentes

  O médium Lucas Moraes,

  Vendo a extensão do trabalho,

  Ao grupo não voltou mais.

 

35 ALTERAÇÃO

 

  Teve alta renda em auxílio

  Aos velhos de gênio amargo;

  Quando viu tanto trabalho,

  Amélia saiu do cargo.

 

36 CONVITE

 

  Meu caro irmão em Jesus,

  Fica sempre certo disso:

  O caminho para o Céu

  Tem o nome de serviço.

 

37 ANSEIO

 

Tudo o que eu tinha em meu campo

Larguei para o campo alheio.

Quero agora, dentro de mim,

Quanto sinto e quanto creio.

 

38 TRANSITORIEDADE

 

  Dinheiro, casas, terrenos,

  Fortuna que vai e vem,

  Quando a morte nos visita

  Leva tudo o que se tem.

 

39 PÃO

 

  O rico tem prato grande

  Com pão dourado e perfeito,

  O pobre tem o pão simples

  Mas come do mesmo jeito.

 

40 CONTROLE

 

  É mais do que necessário

  Que se propague este aviso:

  “Diminui a liberdade

  Para quem não tem juízo.”

 

41 TODOS NÓS

 

  Ricos e pobres do mundo,

  Nobres de nome e plebeus,

  Em qualquer parte da vida

  Estamos nas mãos de Deus.

 

42 ENTREGA-TE A DEUS

 

  Se alguém te feriu, perdoa

  Guarda silêncio e trabalha.

  Entrega o assunto a Deus,

  Apoio que nunca falha.

 

43 LIGAÇÕES DE AMOR

 

  Casaram-se Ana e José,

  José, porém, amava Sofia,

  Que gostava de Petrônio,

  Amor de Cléria Maria.

 

44 PROVAÇÕES

 

  Provações de amor na Terra

  São lutas de muitas vidas,

  Para serem superadas

  E a fim de serem vencidas.

 

45 SUBIR

 

  Age com muito cuidado,

  No desejo de subir;

  No mundo, quanto mais alto,

  Mais perigo de cair.

 

46 PRECISAMOS SEMPRE

 

  Não te digas abastado

  Sem precisar de ninguém;

  Em qualquer parte da Terra

  Alguém precisa de alguém.

 

47 TENTAÇÕES

 

  São tantas as tentações

  Que perseguem a Beleza,

  Que um sábio disse à Mulher:

  — “Deus te guarde a fortaleza.”

 

48 CONTAS

 

  Todos sabemos somar,

  E às vezes, diminuir,

  Sabemos multiplicar,

  Poucos sabem dividir.

 

49 NÓS, AS CRIANÇAS

 

  Deus nos fez, as criaturas,

  Seja na Terra ou no Além,

  De tal modo que na vida

  Ninguém conhece ninguém.

 

50 SE AMAS

 

  Se amas alguém,

  De espírito claro e são,

  Não entregues ao ciúme

  As forças do coração.

 

.Cornélio Pires

 

Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.