O Caminho Escritura do Espiritismo Cristão
Doutrina espírita - 2ª parte.

Índice | Página inicial | Continuar

O essencial — Emmanuel


22

Crítica e trabalho n

(Trabalho e crítica)

1 Trabalho edificante em andamento no Plano Físico, onde se reúnem milhões de criaturas diferentes entre si, não se desenvolve sem críticas.


2 A pancadaria verbal cercará os obreiros.

3 E explodem objurgatórias, tais quais estas:
4 — Por que tanta lentidão nos detalhes?
5 — É impossível não estejam vendo as falhas com que se mostram…
6 — Aquele cooperador é um desastre…
7 — Não se compreende uma realização assim tão elevada em mãos tão incompetentes.
8 — Não consigo colaborar com gente tão despreparada…
9 — Tudo cairá sobre a turma irresponsável!
10 — Estão todos errados…
11 — Aguardemos o fracasso final…


12 Quando essas vozes se façam ouvir, não temas e prossegue trabalhando.


13 Imperfeições todos temos e teremos, até que possamos alcançar o Plano Divino.


14 Problemas evidenciam presença e colaboração.

15 Dificuldades trazem observações e observações justas geram insegurança.


16 Deixa que a censura te vigie e segue adiante.

17 Apesar de nossos erros e acima de todas as nossas deficiências, a construção do Bem não nos pertence; essencialmente, pertence a Jesus que zelará por ela, em nome de Deus.

18 E sabemos que o trabalho de Jesus não pode e nem deve parar.


Emmanuel



[1] O título entre parênteses é o mesmo da mensagem original publicada em 1984 pela editora CEU e é a 9ª lição do livro “Convivência.” — Esse capítulo foi restaurado: Texto do livro impresso.


Texto extraído da 1ª edição desse livro.

Abrir