Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

O Evangelho por Emmanuel. — Volume VII. ©

Comentários às Cartas Universais e ao Apocalipse.

Índice

Esta obra é uma compilação, todos os capítulos desse índice, com exceção das introduções e dos capítulos com os números realçados, os demais títulos desse índice remetem diretamente para suas obras originais. As passagens bíblicas foram extraídas da Bíblia de Jerusalém, em sua edição revista e ampliada em 2002.

Agradecimentos: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Apresentação: Joanna de Ângelis.

Prefácio: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Introdução geral às Cartas universais e ao Apocalipse: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Introdução à Carta de Tiago: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Introdução às Cartas de Pedro: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Introdução à Carta de Judas: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Introdução à literatura joanina: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.

Estrutura e temas das Cartas e do Apocalipse de João: Saulo Cesar Ribeiro da Silva.


Comentários à Carta de Tiago.
(Capítulos 1 a 58.)

Tiago 1.4 n | Mas é preciso que a perseverança produza obra perfeita, a fim de serdes perfeitos e íntegros sem nenhuma deficiência. | 1. Suportemos. | 2. A melhor medida. | 3. Se procuras o melhor.

Tiago 1.6 | […] porque aquele que duvida é semelhante às ondas do mar, impelidas e agitadas pelo vento. | 4. Não duvides. | 5. Inconstantes.

Tiago 1.8 | Dúbio e inconstante como é em tudo qe faz | 6. Guardemos o coração.

Tiago 1.12 | Bem-aventurado o homem que suporta com paciência a provação! […] | 7. Resiste à tentação.

Tiago 1.14 | Antes, cada qual é provado pela própria concupiscência, que o arrasta e seduz. | 8. Origem das tentações.

Tiago 1.17 | Todo dom precioso e toda dádiva perfeita vêm do Alto e desce do Pai das luzes, no qual não há mudança nem sombra de variação. | 9. Dons. | 10. A respeito da humildade. (O título original da mensagem é Em torno da humildade.) | 11. Elogios e críticas.

Tiago 1.19 | Que cada um esteja pronto para ouvir, mas lento para falar e lento para encolerizar-se. | 12. Convém refletir.

Tiago 1.22 | Tornai-vos praticantes da Palavra e não simples ouvintes, enganando-vos a vós mesmos! | 13. Aprendendo. | 14. Falsos discursos.

Tiago 1.25 | Mas aquele que considera atentamente a Lei perfeita de liberdade e nela persevera não sendo ouvinte esquecido, antes, praticando o que ela ordena, esse é bem-aventurado no que faz. | 15. Obreiros atentos.

Tiago 1.27 | Com efeito, a religião pura e sem mácula diante de Deus, nosso Pai, consiste nisto: visitar os órfãos e a viúvas em suas tribulações e guardar-se livre da corrupção do mundo. | 16. Religião pura.

Tiago 2.14 | Meus irmãos, se alguém disser que tem fé, mas não tem obras, que lhe aproveitará isso? Acaso a fé poderá salvá-lo? | 17. Diante da Justiça.

Tiago 2.17 | Assim também a fé, se não tiver obras, está completamente morta. | 18. Fé inoperante. | 19. Fé e obras. | 20. Confiemos servindo. | 21. Confiar e servir. | 22. Trabalha sempre.

Tiago 2.18 | De fato, alguém poderá objetar-lhe: Tu tens a fé e eu tenho as obras. Mostra-me a tua fé sem as obras e eu te mostrarei a fé pelas minhas obras. | 23. Obreiro sem fé. | 24. Na subida espiritual.

Tiago 2.19 | Tu crês que há um só Deus? Ótimo! Lembra-te, porém, que também os demônios creem, mas estremecem. | 25. Diferença. | 26. Crença.

Tiago 2.26 | Com efeito, como o corpo sem o sopro da vida é morto, assim também é morta a fé sem obras. | 27. Serve e caminha.

Tiago 3.1 | Irmãos, não queirais todos ser mestres, pois sabeis que estamos sujeitos a mais severo julgamento. | 28. Ensinar.

Tiago 3.6 | Ora, também a língua é fogo. […] | 29. A língua.

Tiago 3.10 | Da mesma boca provêm bênção e maldição. Ora, tal não deve acontecer, meus irmãos. | 30. Rixas e queixas. | 31. Palavras.

Tiago 3.13 | Quem dentre vós é sábio e entendido. Mostre pelo bom comportamento suas obras repassadas de docilidade e sabedoria. | 32. Os sábios reais.

Tiago 3.14 | Mas, se tendes inveja amarga e preocupações egoísticas no vosso coração, não vos orgulheis nem mintais contra a verdade. | 33. Facciosismo.

Tiago 3.17 | Por outra parte, a sabedoria que vem do Alto é, antes de tudo, pura, depois pacífica, indulgente, conciliadora, cheia de misericórdia e de bons frutos, isenta de parcialidade e de hipocrisia. | 34. Alimento verbal. | 35. A sabedoria do Alto. | 36. Páginas.

Tiago 3.18 | Um fruto de justiça é semeado pacificamente para aqueles que promovem a paz. | 37. Nos momentos difíceis.

Tiago 4.3 | Pedis, mas não recebeis, porque pedis mal, com o fim de gastardes nos vossos prazeres. | 38. Más rogativas.

Tiago 4.7 | Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo e ele fugirá de vós. | 39. Fórmula.

Tiago 4.8 | […] Purificai vossas mãos, pecadores, e santificai vossos corações, homens dúbios. | 40. Purificação íntima.

Tiago 4.11 | Não faleis mal uns dos outros, irmãos. Aquele que fala mal de um irmão ou julga a seu irmão, fala mal da Lei e julga a Lei. Ora, se julgas a Lei, já não praticas a Lei, mas te fazes juiz da Lei. | 41. Maledicência.

Tiago 4.12 | Só há um legislador e juiz, a saber, aquele que pode salvar ou destruir. Tu, porém, quem és para julgares o teu próximo? | 42. Quem és?

Tiago 4.13 | E agora, vós o que dizeis: “hoje ou amanhã […]”. | 43. Eia agora.

Tiago 4.14 | E, no entanto, não sabeis nem mesmo o que será da vossa vida amanhã! […] | 44. Amanhã.

Tiago 4.15 | Em vez de dizer: “Se o Senhor quizer, estaremos vivos e faremos isto ou aquilo”. | 45. Estejamos atentos.

Tiago 4.17 | Assim, aquele que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado. | 46. Reclamações. | 47. Exercício do bem.

Tiago 5.3 | Vosso ouro e vossa prata estão enferrujados […]. | 48. O tesouro enferrujado.

Tiago 5.5 | Vivestes faustosamente na terra e vos regalastes; saciastes-vos no dia da matança. | 49. Corações cevados.

Tiago 5.9 | Irmãos, não murmureis uns contraos outros, para que não sejais julgados […]. | 50. Nas palavras. | 51. Queixumes. | 52. Queixas.

Tiago 5.13 | Sofre alguém dentre vós um contratempo? Recorra à oração. Está alguém alegre? Cante. | 53. Estás aflito?

Tiago 5.15 | A oração da fé salvará o doente e o Senhor o porá de pé […]. | 54. Estás doente?

Tiago 5.16 | Confessai, pois, uns aos outros, vossos pecados e orai uns pelos outros, para que sejais curados. A oração fervorosa do justo tem grande poder. | 55. Remédio salutar. | 56. A oração do justo. | 57. Auxílio mais alto.

Tiago 5.20 | Saiba que aquele que reconduz o pecador desencaminhado salvará sua alma da morte e cobrirá uma multidão de pecados. | 58. Obra individual.


Comentários às Cartas de Pedro.
(Capítulos 59 a 112.)

1 Pedro 1.9 | Pois que alcançais o fim da vossa fé, a saber, a salvação das vossas almas. | 59. Objetivo da fé.

1 Pedro 1.22 | […] Amai-vos uns aos outros ardorosamente e com coração puro. | 60. De coração puro.

1 Pedro 2.5 | Do mesmo modo, também vós, como pedras vivas, prestai-vos à construção de um edifício espiritual […]. | 61. Casa espiritual.

1 Pedro 2.11 | Amados, exorto-vos, como a estrangeiros e viajantes […]. | 62. Peregrinos e forasteiros.

1 Pedro 2.13 | Sujeitai-vos a toda instituição humana por causa do Senhor […]. | 63. Ordenações humanas.

1 Pedro 2.15 | Pois esta é a vontade de Deus que, fazendo o bem, tapeis a boca à ignorância dos insensatos. | 64. Prática do bem.

1 Pedro 2.16 | Comportai-vos como homens livres, não usando a liberdade como cobertura para o mal, mas como servos de Deus. | 65. Teu concurso.

1 Pedro 2.17 | Honrai a todos, amai os irmãos, temei a Deus, tributai honra ao rei. | 66. Administradores. | 67. De mãos no bem.

1 Pedro 2.21 | Com efeito, para isto é que fostes chamados, pois que também Cristo sofreu por vós, deixando-vos o exemplo, a fim de que sigais seus passos. | 68. Testemunho. | 69. Para isto.

1 Pedro 3.8 | Finalmente, sede todos unânimes, compassivos, cheios de amor fraterno, misericordiosos e humilde de espírito. | 70. Ante a cólera. | 71. Fraternalmente amigos. | 72. Das nascentes do coração.

1 Pedro 3.9 | Não pagueis mal por mal, nem injúria por injúria; ao contrário, bendizei porque para isto fostes chamados, isto é, para serdes herdeiros da bênção. | 73. É para isto.

1 Pedro 3.10 | Com efeito, aquele que ama a vida e deseja ver dias felizes, guarda sua língua do mal […]. | 74. Bendigamos. | 75. Na esfera da língua.

1 Pedro 3.11 | Afaste-se do mal e pratique o bem, busque a paz e siga-a. | 76. Sigamos a paz. | 77. Indicação de Pedro.

1 Pedro 3.13 | E quem vos há de fazer mal, se sois zelosos do bem? | 78. Zelo do bem. | 79. Da segurança íntima.

1 Pedro 3.17 | Pois será melhor que sofrais — se esta é a vontade de Deus — por praticardes o bem do que praticando o mal. | 80. Melhor sofrer no bem. | 81. Quando a prova chegue.

1 Pedro 4.8 | Acima de tudo, cultivai, com todo ardor, o amor mútuo, porque o amor cobre uma multidão de pecados. | 82. Entendamo-nos. | 83. Com ardente amor. | 84. Ontem no hoje.

1 Pedro 4.10 | Todos vós, conforme o dom que cada um recebeu, consagrai-vos ao serviço uns dos outros, como bons dispenseiros da multiforme graça de Deus. | 85. Ministérios. | 86. Na esfera íntima. | 87. Indicação fraterna. | 88. Nas trilhas da vida. | 89. Mandato pessoal.

1 Pedro 4.13 | Antes, à medida que participais dos sofrimentos de Cristo, alegrai-vos […]. | 90. Aflições.

1 Pedro 4.16 | Mas se sofre como cristão, não se envergonhe, antes glorifique a Deus por esse nome. | 91. Como sofres?

1 Pedro 4.19 | Assim, aqueles que sofrem segundo a vontade de Deus confiam suas almas ao fiel Criador, dedicando-se à prática do bem. | 92. Da união com Deus. | 93. Melhorar sempre.

1 Pedro 5.2 | Apascentai o rebanho de Deus que vos foi confiado, cuidando dele, não como por coação, mas de livre vontade, como Deus o quer, nem por torpe ganância, mas por devoção. | 94. Trabalhos imediatos.

1 Pedro 5.3 | Nem como senhores daqueles que vos couberam por sorte, mas, antes, como modelos do rebanho. | 95. No serviço cristão.

1 Pedro 5.7 | Lançai nele toda a vossa preocupação, porque é ele que cuida de vós. | 96. Ansiedades.

2 Pedro 1.1 | Simão Pedro, servo e apóstolo de Jesus Cristo, aos que receberam, pela justiça de nosso Deus e Salvador Jesus Cristo uma fé de valor igual à nossa. | 97. Nas trilhas da fé.

2 Pedro 1.5 | Por isso mesmo, aplicai toda a diligência em juntar à vossa fé a virtude, à virtude o conhecimento. | 98. Convite ao estudo. | 99. Merecimento.

2 Pedro 1.6 | Ao conhecimento o autodomínio, ao autodomínio a perseverança, à perseverança a piedade. | 100. Chamamento ao amor. | 101. Ciência e temperança.

2 Pedro 1.11 | Antes, assim é que vos será outorgada generosa entrada no reino eterno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. | 102. Padrão espírita.

2 Pedro 1.14 | Sabendo que em breve hei de despojar-me dela, como, aliás, nosso Senhor Jesus Cristo me revelou. | 103. Pensaste nisso?

2 Pedro 1.20 | Antes de mais nada, sabei isto: que nenhuma profecia da Escritura resulta de interpretação particular. | 104. Interpretação dos Textos Sagrados.

2 Pedro 1.21 | Pois que a profecia jamais veio por vontade humana, mas os homens impelidos pelo Espírito Santo falaram da parte de Deus. | 105. Intuição.

2 Pedro 2.11 | Ao passo que os anjos, embora superiores em força e poder, não pronunciam contra elas julgamento blasfemo na presença do Senhor. | 106. Homens e anjos.

2 Pedro 2.14 | Tens os olhos cheios de adultério […]. | 107. Olhos.

2 Pedro 2.19 | Prometendo-lhes a liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção, pois cada um é escravo daquele que o domina. | 108. Prometer. | 109. Sempre adiante

2 Pedro 3.3 | Antes de mais nada, deveis saber que, nos últimos dias, virão escarnecedores com os seus escárnios e levando vida desenfreada, de acordo com as suas próprias concupiscências. | 110. Escarnecedores.

2 Pedro 3.17 | Vós, portanto, amados, sabendo-o de antemão, precavei-voz, para não suceder que, levados pelo engano desses ímpios, venhais a cair da vossa firmeza. | 111. Vós, portanto…

2 Pedro 3.18 | Crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo […]. | 112. Crescei.


Comentários à Carta de Judas.
(Capítulos 112 a 115.)

Judas 1.3 | Amados, enquanto estava todo empenhado em escrever-vos a respeito da nossa salvação comum, tive de fazê-lo por uma razão especial, para exortar-vos a combaterdes pela fé, uma vez por todas confiada aos santos. | 113. Exortados a batalhar.

Judas 1.9 | E, no entanto, o arcanjo Miguel, quando disputava com o diabo, discutindo a respeito do corpo de Moisés, não se atreveu a pronunciar uma sentença injuriosa contra ele, mas limitou-se a dizer: “O Senhor te repreenda!” | 114. Maldição.

Judas 1.10 | Mas estes injuriam o que não conhecem: por outra parte, as coisas que conhecem fisicamente, como os animais irracionais, só servem para perdê-los. | 115. Guardai-vos.


Comentários à Primeira Carta de João.
(Capítulos 116 a 147.)

1 João 1.7 | Mas se caminhamos na luz como ele está na luz, estamos em comunhão uns com os outros […]. | 116. Se andarmos na luz.

1 João 2.6 | Aquele que diz que permanece nele deve também andar como ele andou. | 117. Busquemos o equilíbrio. | 118. Observemo-nos.

1 João 2.10 | O que ama o seu irmão permanece na luz, e nele não há ocasião de queda. | 119. Na presença do amor. | 120. Seres amados. | 121. Não só de inteligência.

1 João 2.11 | Mas o que odeia o seu irmão está nas trevas; caminha nas trevas, e não sabe aonde vai, porque as trevas cegaram os seus olhos. | 122. Na ausência do amor.

1 João 2.21 | Eu vos escrevi não porque ignorais a verdade, mas porque a conheceis […]. | 123. Vontade e renovação. | 124. Justamente por isso.

1 João 3.11 | Porque esta é a mensagem que ouvistes desde o início: que nos amemos uns aos outros. | 125. Esta é a mensagem.

1 João 3.18 | Filhinhos, não amemos com palavras nem com a língua, mas com ações e em verdade. | 126. De almas no amor. | 127. Amai-vos.

1 João 4.1 | Amados, não acrediteis em qualquer espírito, mas examinai os espíritos para ver se são de Deus, pois muitos falsos profetas vieram ao mundo. | 128. Comunicações. | 129. Ante falsos profetas. | 130. Falsos profetas. | 131. Atendamos ao Senhor. | 132. Discernimento.

1 João 4.6 | Nós somos de Deus. Quem conhece a Deus nos ouve, quem não é de Deus não nos ouve. Nisto reconhecemos o espírito da verdade e o espírito do erro. | 133. Somos de Deus. | 134. Nisto conheceremos.

1 João 4.7 | Amados, amemo-nos uns aos outros, pois o amor vem de Deus […]. | 135. A esmola maior. | 136. Fraternidade.

1 João 4.8 | Aquele que não ama não conheceu a Deus, porque Deus é Amor. | 137. No campo da elevação.

1 João 4.11 | Amados, se Deus assim nos amou, devemos, nós também, amar-nos uns aos outros. | 138. No mundo afetivo. | 139. Auxílio no auxílio.

1 João 4.16 | […] Deus é Amor; aquele que permanece no amor permanece em Deus e Deus permanece nele. | 140. Ante a força do bem.

1 João 4.18 | […] o perfeito amor lança fora o temor […]. | 141. Amor e temor.

1 João 4.20 | Se alguém disser: “Amo a Deus”, mas odeia o seu irmão, é um mentiroso: pois quem não ama seu irmão, a quem vê, a Deus, a quem não vê, não poderá amar. | 142. Aproveita.

1 João 4.21 | E este é o mandamento que dele recebemos: aquele que ama a Deus, ama também seu irmão. | 143. Adoração e fraternidade. | 144. Nossos irmãos.

1 João 5.7 e 8 | Porque três são os que testemunham: o Espírito, a água e o sangue, e os três tendem ao mesmo fim. | 145. Questão 312 do livro O Consolador.

1 João 5.14 | Esta é a confiança que temos em Deus: se lhe pedimos alguma coisa segundo sua vontade, ele nos ouve. | 146. Oraremos.

1 João 5.15 | E, se sabemos que ele nos ouve em tudo o que lhe pedimos, sabemos que possuímos o que havíamos pedido. | 147. Confiaremos.


Comentários à Segunda e Terceira Cartas de João.
(Capítulos 148 a 152.)

2 João 1.6 | Nisto consiste o amor: em viver conforme seus mandamentos. E o primeiro mandamento, como aprendestes desde o início, é que vivais no amor. | 148. Caridade essencial.

2 João 1.8 | Acautelai-vos, para não perdestes o fruto de nossos trabalhos, mas, ao contrário, receber plena recompensa. | 149. Zelo próprio. | 150. Aflição.

2 João 1.10 | Se alguém vem a vós sem ser portador desta doutrina, não o recebais em vossa casa, nem o saudeis. | 151. Examinai.

3 João 1.11 | Caríssimo, não imites o mal, mas o bem. O que faz o bem é de Deus. Quem faz o mal não viu a Deus. | 152. Pecado e pecador.


Comentários ao Apocalipse.
(Capítulos 153 a 159.)

Apocalipse 2.10 | Não tenhas medo do que irás sofrer […]. | 153. Padecer. | 154. Nunca esmoreças.

Apocalipse 2.21 | Dei-lhe um prazo para que se converta; ela, porém, não quer se converter da sua prostituição. | 155. Deus não desampara.

Apocalipse 3.18 | Aconselho-te a comprares de mim ouro purificado no fogo para que enriqueças […]. | 156. O ouro intransferível.

Apocalipse 21.5 | O que está sentado no trono declarou então: “Eis que eu faço novas todas as coisas” […]. | 157. Vitória.

Apocalipse 22.17 | […] Que aquele que ouve diga também: “Vem!” Que o sedento venha […]. | 158. Vem!

Apocalipse 22.20 | […] “Sim, venho muito em breve!” […]. | 159. Certamente.


Relação dos comentários por ordem alfabética: (Vide: Índice geral das lições do Testamento Xavieriano.) | Índice geral por temas: (Vide: Índice Temático.) | Consulte também as várias seções dos Estudos Espíritas.



[1] Os sinais de dois pontos (:) que separam os capítulos dos versículos nas citações bíblicas deste livro impresso, aqui foram substituídos pelo ponto simples (.) em favor dos aplicativos de leitura digital em voz alta, que interpretam, por padrão, o duplo ponto entre números como citação de hora e minuto. (Nota do compilador.)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais..

.

Abrir