Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Final

O Evangelho por Emmanuel — Volume I

Comentários ao Evangelho segundo Mateus

187


Não cesses de auxiliar

1 Não atires as joias cintilantes da sabedoria ao ignorante, mas não te esqueças de oferecer-lhe a bênção do alfabeto, para que diminua a miséria espiritual do mundo, desde hoje.

2 Não te percas em longos discursos sobre a glória do bem, ao lado do irmão infeliz que se fez malfeitor contumaz, entretanto, não negues a semelhante desventurado o braço fraterno, a fim de que ele possa elevar-se das profundezas do abismo.

3 Não te alongues em considerações excessivas sobre a virtude, junto da mulher, nossa benfeitora e nossa irmã, que resvalou para o despenhadeiro dos grandes infortúnios morais; todavia, não lhes subtraias o incentivo ao retorno da vida para a dignidade espiritual no trabalho e no bem a que todos nos achamos destinados.

4 Não arrojes o tesouro das revelações divinas ao transeunte que passa, cujo íntimo ainda não conheces; contudo, não olvides a necessidade de simpatia e de carinho, com que nos compete ajudar ao forasteiro, de vez que, um dia, seremos estrangeiros em outras regiões e em outros climas.

5 Não te precipites no pântano, mas ajuda-o a tornar-se produtivo, habilitando-o a receber valiosas sementeiras em próximo futuro.

6 Não confies as tuas plantas selecionadas à esterilidade dos espinheiros; no entanto, auxilia a terra, removendo-os, convenientemente, a fim de que o solo hoje infeliz possa, amanhã, surgir renovado ao toque de teu esforço.

7 Não cesses de ajudar, construindo e elevando para o bem infinito.


8 “Não atires pérolas aos porcos” (Mt) — proclamou o Divino Mestre; entretanto, essa afirmativa não nos induz a esquecer o alimento que devemos a esses pobres animais.


9 A leviandade, a ignorância, a perturbação, a desordem, a incompreensão e a ingratidão constituem paisagens de trabalho espiritual, reclamando-nos atuação regeneradora.


10 Não olvidemos a palavra do Senhor, quando nos asseverou, convincente: — “Meu Pai trabalha até hoje e eu trabalho também”. (Jo)


.Emmanuel



(Reformador, outubro de 1953, p. 245)


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir