Bible of the WayBíblia do Caminho  † Xavierian TestamentTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Opinião espírita — Emmanuel / André Luiz — F. C. Xavier / Waldo Vieira ©

 

4

 

Jesus, Kardec e nós

O Evangelho segundo o Espiritismo — Cap. XVII — Item 8

 

1 Se Jesus considerasse a si mesmo puro demais, a ponto de não tolerar o contato das fraquezas humanas; 2 se acreditasse que tudo deve correr por conta de Deus; 3 se nos admitisse irremediavelmente perdidos na rebeldia e na delinquência; 4 se condicionasse o desempenho do seu apostolado ao apoio dos homens mais cultos; 5 se aguardasse encosto dinheiroso e valimento político a fim de realizar a sua obra 6 ou se recuasse, diante do sacrifício, decerto não conheceríamos a luz do Evangelho, que nos descerra o caminho à emancipação espiritual.

7 Se Allan Kardec superestimasse a elevada posição que lhe era devida na aristocracia da inteligência, colocando honras e títulos merecidos, acima das próprias convicções; 8 se permanecesse na expectativa da adesão de personalidade ilustres à mensagem de que se fazia portador; se esperasse cobertura financeira para atirar-se à tarefa; 9 se avaliasse as suas dificuldades de educador, com escasso tempo para esposar compromissos diferentes do magistério 10 ou se retrocedesse, perante as calúnias e injúrias que lhe inçaram a estrada, não teríamos a codificação da Doutrina Espírita, que complementa o Evangelho, integrando-nos na responsabilidade de viver.

11 Refletindo em Jesus e Kardec, ficamos sem compreender a nossa inconsequência, quando nos declaramos demasiadamente virtuosos, ocupados, instruídos, tímidos, incapazes ou desiludidos para atender às obrigações que nos cabem na Doutrina Espírita. 12 Isso porque se eles — o Mestre e o Apóstolo da renovação humana — passaram entre os homens, sofrendo dilacerações e exemplificando o bem, por amor à verdade, quando nós — consciências endividadas, fugimos de aprender e servir, em proveito próprio, indiscutivelmente, estaremos sem perceber, sob a hipnose da obsessão oculta, carregando equilíbrio por fora e loucura por dentro.

 

.Emmanuel

 


(Psicografia de Francisco C. Xavier)

 

Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.