Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Mãos marcadas — Autores diversos


10


No templo da carne

1 O corpo físico é sempre o equipamento de ação que o Espírito — romeiro do progresso — é capaz de receber com proveito, consoante as necessidades e méritos que lhe caracterizam a experiência.

2 Qual acontece, na esfera humana, em que se atribuirá a cada criatura o instrumento que possa manejar para o bem comum, cada Espírito, em se materializando na Terra, usa o veículo carnal que lhe seja adequado à luta imprescindível.

3 Entre os homens não se confiará o leme da usina elétrica ao adolescente irresponsável, nem se colocará o explosivo, destinado a cinzelar as formas da natureza, nas mãos da criança, incapaz de apreender-lhe o perigo.

4 Ninguém se lembrará de entregar o tesouro da coletividade ao delinquente que a penitenciária recolhe, nem se dará o tribunal à cabeça do analfabeto.

5 Assim é que na reencarnação, cada alma detém os recursos que mereceu.

6 É por isso que, embora identificados na espécie, não existem dois corpos humanos perfeitamente iguais.

7 A justiça funciona para cada ser, na pauta dos prêmios que conquista ou dívidas que amontoa.

8 Conserva em tua vestimenta de carne, acima de tudo, o uniforme de trabalho que o Senhor te concede à vida para que te refaças do passado obscuro na direção de luminoso porvir.

9 Ainda mesmo agravado de achaques ou deformado por dolorosas mutilações, incompleto ou enfermiço, aleijado ou desagradável à vista, teu corpo é bênção de Deus em teu próprio favor, buril com que te cabe aprender e servir, sofrer e lutar, dignamente, aprimorando a própria alma que, um dia, se quiseres viver no padrão de Jesus, comparecerá, liberada em pleno Céu, na condição da obra-prima.


.Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir