Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Mensagens de Inês de Castro — F. C. Xavier / Caio Ramacciotti / Inês de Castro


31


Reflexões na Espiritualidade

(Em algum momento do passado…)

1 A mensagem era realmente do Rei…

2 As palavras do pergaminho estão impregnadas de suas emoções originais.

3 A rainha morta, singularmente viva no País da Neblina, recordou a sua longa viagem… As laboriosas preparações nos caminhos do milênio, as dificuldades superadas, os precipícios da provação e da experiência, as marcas de dor colhidas na jornada…

4 Lembrou e lembrou… Para tranquilizar-se na caminhada, seria justo esperar pela intervenção do soberano, em cujo clima cultural se entregara à tarefa de interpretar os supostos mortos que lhe falavam o idioma, testemunhando a imortalidade?

5 Pensou e pensou, acabando por reconhecer que ambos haviam jurado fidelidade a Outro Rei, aquele que subiu a um trono de sofrimento, coroado de espinhos…

6 E, feliz com as suas próprias esperanças, a pobre bastarda, elevada à realeza pelo devotamento do Soberano generoso, compreendeu que as flores de sua Quinta voltarão a brilhar e que os sinos de Santa Clara lhe celebrarão o regresso à vida, quando as providências do Supremo Senhor lhe descerrarem os olhos em novo e belo alvorecer.


.Inês de Castro


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir