Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Maria Dolores — A própria


36


Petição em serviço

  1 Senhor! Tu nos disseste:

  — “Ide e falai ao mundo

  Do amor, do excelso amor, no Lar Celeste,

  E dizei

  Da bondade da Lei

  Que a todos nos governa,

  No curso da jornada, dia a dia,

  Para a perpetuidade da alegria,

  Em plenitude de grandeza eterna!…”


  2 Ouvi os teus ensinos

  E, largando o repouso, a dúvida, o marasmo,

  Esfuziante de entusiasmo,

  Pus-me a espalhar a Boa Nova,

  Como se contemplasse o Céu, dentro de mim!…


  3 Minha vida era um sonho,

  A Terra era um jardim…

  Depois, Senhor, andei de prova em prova,

  Para expor-te a presença,

  Então pude notar a diferença

  Entre palavra e ação!…


  4 Conhecendo aspereza, angústia, tentação,

  Quantas vezes caí, à beira do caminho,

  De alma cansada e coração sozinho,

  Lutando por erguer-me e continuar…


  5 De queda a queda, em que me debatia

  Era preciso atravessar

  Tempestades de sombra e de agonia

  Para sobreviver

  Entre o sol da esperança e o suor do dever!…


   6 É por isto, Senhor,

  Que te venho rogar ardentemente,

  Não me deixes seguir,

  Entre os irmãos da frente

  Que se mostram capazes

  De transmitir ao mundo os prodígios que fazes!…


  7 Torna-me pequenina,

  Servidora sem nome,

  Resguardada, porém, na Bondade Divina!…


  8 Amorável Jesus,

  Senhor da Excelsa Vinha

  Da Verdade e da Luz,

  Deixa, por fim, que eu seja,

  No ideal de servir a que me elevas,

  Um pobre e diminuto pirilampo,

  Mas que eu viva e trabalhe no teu campo,

  Persistindo em lutar contra a força das trevas!…


Maria Dolores


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir