O Caminho Escritura do Espiritismo Cristão
Doutrina espírita - 2ª parte.

Índice | Página inicial | Continuar

Monte acima — Emmanuel


3

Coragem e fé n

1 Muitos companheiros na Terra evidenciam coragem nas horas de heroísmo.

2 O homem que enfrentou um animal selvagem, colocando-lhe um freio.

3 Outro que conquistou o campeonato de mergulho em águas perigosas.

4 Outro ainda que adquiriu o maior destaque na longa corrida de pedestres.

5 Todos eles, pelo devotamento à disciplina, são dignos de respeito.


6 Um tipo diferente de coragem, porém, se espera dos seguidores do Cristo: a coragem da fé.

7 Aquela de se calar alguém para que outrem fale mais alto;  8 de sofrer injúrias e humilhações, sem deteriorar a imagem dos próprios adversários e agressores;  9 de acreditar no bem, mesmo quando a ignorância e a maldade parecem em triunfo;  10 de aceitar a rotina dos encargos de cada dia, nela encontrando a alegria do trabalho, sem aplauso público,  11 e a coragem de esquecer-se para que outros recolham as vantagens do serviço que lhe haverá custado imenso esforço.


 12  O heroísmo é, talvez, mais fácil pelo deslumbramento de uma hora, à frente dos homens.
Entretanto, a coragem da fé será sempre mais difícil, porque exige humildade e renúncia, tolerância e dedicação ao bem do próximo, no desdobramento incessante do dia a dia.


Emmanuel



[1] O título da mensagem original é Coragem da fé o manuscrito dessa mensagem encontra-se sob a custódia do Dr. Eurípedes Higino, filho adotivo do Chico. Observação importante: Existem dois manuscritos redigidos com a caligrafia do Chico, de autoria de Emmanuel, que guardam muita semelhança entre si, não obstante haver diferenças entre eles, mas ambos são documentos autênticos: Coragem da fé e Tópicos da coragem.


Texto extraído da 1ª edição desse livro.

Abrir