Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Luz no caminho — Emmanuel


5


Opinião de Emmanuel

1 Orientar a infância e a mocidade, em Cristo, é iluminar o presente e preparar o futuro do mundo.

2 Não se ergue a casa sem alicerces.

3 Impraticável a edificação da cidade sem o desbravamento.

4 Inalcançável a bênção da colheita sem o suor da semeadura.

5 Impossível civilizar sem aparelhar, recolher o bem legítimo sem esforçarmo-nos, exigir de outrem sem dar de nós mesmos.

6 A obra do Espiritismo Evangélico, junto da mente juvenil, é setor fundamental nas realizações doutrinárias, reclamando o concurso indispensável dos cooperadores fiéis.

7 Há serviços diversos de assistência e socorro aos filhos da luta humana, situados no entardecer da existência.

8 A fenomenologia atende à curiosidade construtiva; a solidariedade fraternal mitiga o infortúnio; a esperança é distribuída à mesa do sofrimento.

9 O Espiritismo com Jesus, entretanto, não é somente o corredor de acesso ao paraíso das consolações. Representa, acima de tudo, movimento libertador da consciência encarnada, oficina de instalação do Reino Divino no campo humano.

10 Existem inúmeros seguidores e aprendizes da fé procurando recursos de se transportarem para o Céu, a qualquer preço, ciosos de sua felicidade egoísta e interessados em fugir aos testemunhos vivos de trabalho que lhes compete; raros se dispõem a colaborar com o Cristo, a fim de que o Céu se estabeleça na Terra.

11 Razoável amparar aos que indagam e auxiliar aos que choram, entretanto, é imprescindível estender braço amigo aos que se iniciam no aprendizado, em plena manhã da vida humana, para que aprendam a perguntar e a sofrer com proveito.

12 Auxiliar, portanto, a compreensão dos meninos e dos jovens na organização espiritista cristã é lançar fundamentos do Reino de Deus, efetuando a sementeira de luz e amor para a felicidade do homem e traçando o caminho de libertação do planeta, ainda preso às teias da ignorância, força geratriz de todos os monstros que atormentam a Humanidade.

13 Estendamos o reconforto a todos os redutos da lágrima corretiva e santificante, desfazendo, porém, a treva, onde estiver, como quem sabe que o mal só se extingue com a medicação devida nas causas que o desdobram.

14 Educar a juventude, nos sagrados princípios do amor cristão e da imortalidade, dilatando-lhe os horizontes do entendimento, é serviço de renovação mundial.

15 Destacando semelhante verdade e conclamando companheiros para o trabalho de elevação, não podemos esquecer que o Evangelho, em si mesmo, consubstancia o mais alto instituto de educação divina em toda a Terra e que Jesus, com inexcedível acerto, além de Salvador, deve ser considerado e recebido em todo o mundo, como Divino Mestre.


Emmanuel



(Opinião de Emmanuel, em resposta ao Professor Leopoldo Machado que solicitou uma opinião de Emmanuel sobre as Uniões da Juventude Espírita no Brasil).


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir