Bíblia do Caminho  † Testamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Lira imortal — Autores diversos


2


Uma palavra à Igreja

  1 A Igreja antigamente era uma luz dourada

  Que enchia os corações de paz e de esplendor,

  Sublime manancial, fonte viva ao amor,

  Jorrando sob o sol de mística alvorada.


  2 A palavra da fé caia como um luar

  De esperança divina, esplendorosa e doce,

  Sobre as dores cruéis, mas tudo transformou-se

  Quando Pantagruel apareceu no altar.


  3 Então, desde esse dia, as dúlcidas lições

  Do exemplo de Jesus o meigo Nazareno,

  Sumiram-se no horror do lamaçal terreno,

  No multissecular mercado de orações.


  4 De Deus fez-se um cifrão imenso, extraordinário,

  Inventou-se o ritual de um Cristo estranho e novo

  E fez-se a exploração sacrílega do povo

  Sobre a tragédia santa, excelsa do Calvário.


  5 Ó Igreja, esquece ao longe as indústrias da cruz,

  Só o Amor é farol no humano sorvedouro,

  Deixa ao mundo infeliz as caixas-fortes de ouro

  E volta, enquanto é tempo aos braços de Jesus!…


.Abílio Guerra Junqueiro



Esta mensagem, que no livro impresso não incorporam os últimos dois versos (4 e 5),  foi publicada originalmente em 1935 pela LAKE e é a 7.ª da 2.ª Parte do livro “Palavras do Infinito


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

 

.

D
W