Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Escrínio de luz — Emmanuel


44


Ante a sombra

1 Deixa que o sentimento puro se te derrame do coração por luz permanente da tua alma, a fim de que as sombras exteriores te não sufoquem.

2 Em verdade sobram razões para conflito e mágoa.

3 Desencanto e infortúnio te visitam a esfera de ação cada dia…

4 Problemas e dificuldades, provas e enigmas te perturbam a marcha…

5 Aqui surge o golpe inesperado, através da incompreensão dos melhores amigos, ali, é a frustração de tuas esperanças mais elevadas à face da gratuita perseguição com que muitos te recebem os sonhos de cooperação e bondade…

6 Ontem, era o temporal de suor na preparação da tarefa com que valorizes a existência, hoje é o espinheiro de aflição, portas a dentro do próprio lar…

7 Ainda assim, se o sentimento puro te garante a limpeza das intenções, enxergarás a necessidade onde se te afigura surpreender a delinquência, a ignorância onde presumes encontrar a aspereza e a enfermidade onde supões a existência da maldade e da ingratidão…

8 E passarás, adiante, como alguém que se vestiu à prova de fogo para superar o domínio do incêndio e erguer-te-ás para os cimos da vida, à maneira da flor que se levanta, sublime, vencendo o abismo do charco…

9 Haja o que houver, e, ainda mesmo que todas as criaturas se te revelem desfavoráveis, que o teu amor se mantenha inalterável, aprendendo e ajudando, edificando, e servindo sempre.

10 Nesse sentido, é preciso não esquecermos que o coração do Cristo, era no último instante da cruz, desolado e sozinho, incompreendido e dilacerado, mas suficientemente puro, a fim de soerguer a Humanidade e abençoar o mundo inteiro.


Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir