Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

O Evangelho de Chico Xavier — O próprio (Encarnado)


333 a 335


O médium e os Espíritos Amigos

1 Escuto médiuns se queixando da mediunidade, alegam sofrimento com o trabalho, com o excesso de disciplina Falam que os Espíritos Amigos são exigentes, que tudo é rotineiro e cansativo… 2 De minha parte, digo-lhes que sempre vi a mediunidade com muita alegria. 3 O médium que se queixa de disciplina na mediunidade, não está querendo nada… Toda construção espiritual se alicerça em muito esforço de nossa parte… 4 Estou na mediunidade há mais de 60 anos e só tenho que agradecer a paciência que os Espíritos Amigos tiveram e continuam a ter comigo…


5 O trabalho com os Espíritos Amigos é um trabalho apaixonante! Eu creio que uma das horas mais belas da vida é aquela na qual nos colocamos em contato com esses Espíritos Amigos!


6 Esse trabalho dos Espíritos, por meu intermédio, trouxe os melhores amigos do mundo. A bondade deles foi despertada por esses que escreveram tantas páginas de abençoada luz… Eu sou um traço de treva!


Chico Xavier


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir