Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Depois da travessia — 1ª Parte — Autores diversos


64


Jardim doméstico

27|12|1948


1 Meus bons amigos,

Muita paz e alegria a todos!

2 Maria, a sua lembrança de um culto à Espiritualidade nesta noite nos tocou as fibras mais intimas! Trago-lhes ao noivado redivivo as flores de meu carinho e admiração!

3 A amizade nunca morre. É planta sublime, com raízes na Eternidade. Por vezes, a morte apenas consegue eclipsar-lhe a expressão visível ao olhar humano, contudo, dentro do Reino espiritual estamos unidos perenemente uns aos outros.

4 Nosso abraço pela data querida! Desejamos, minha querida amiga, que as suas Bodas de Prata atravessem a escala de todas as preciosidades na Terra. Seja feliz com o seu dedicado esposo e com os seus amados filhinhos!

5 A paz é a coroa das mães que dignificam a própria tarefa. E sua fronte, Maria, permanece iluminada de harmonia, esperança, tranquilidade e fé. Você soube conservar o seu jardim doméstico em nome de Jesus, que nos pede amor infinito e vigilância continuada!

6 Abençoada seja a sua realização, com os títulos de esposa e mãe! Que a Providência Divina converta todas as suas aspirações em realidade, são os desejos de sua amiga reconhecida de sempre,


Helena



Nota da organizadora: Rômulo e Maria completaram, na data, 25 anos de casados (Bodas de Prata).


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir