Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Chico Xavier, 100 anos de amor — Autores diversos


12


Evangelização

1 Quando o Senhor já estava na cruz entre os dois companheiros, viu seu amado povo de Israel com alguns soldados romanos em perturbação, sem rumo e sem paz, a ouvir a multidão gritar “Crucifica”, brindando a presença de Barrabás, ei-lo que exclama “perdoa-lhes, meu Pai, porque não sabem o que fazem”, ( † ) houve mais forte tumulto, e muitos pronunciavam imprecações, parecia que o ambiente se conservou de repente em doloroso silêncio… 2 Era talvez o perdão dos Céus que chegava… No entanto, dias antes, com alguns amigos, foi interpelado [por Pedro] a indagar-lhe: Senhor quantas vezes perdoarei a meu irmão? Uma, duas, três ou sete vezes? Respondeu-lhe o Senhor: Não te digo que perdoe nem sete vezes, mas setenta vezes sete vezes… ( † ) Os discípulos se entreolharam em observação… Setenta vezes sete vezes são quatrocentas e noventa…

3 E agora, em plena terminação do século vinte, somos induzidos a pensar que muitos autores da Crucificação do Senhor, já passaram por vinte, vinte e duas e às vezes trinta vezes pela reencarnação e continuam como tantos outros entes humanos da época do sacrifício do Senhor, suscitando em nós outros que o perdão dos Céus foi concedido sob condições e dividido em estâncias no tempo; 4 somos obrigados a meditar no aproveitamento dos dias e das horas, compreendendo a necessidade da evangelização e do estudo do Testamento Antigo para nosso benefício, não só das crianças e dos jovens, nos institutos de ensino, e sim, na evangelização, no exame e na tradução das letras [sagradas], com as explicações dos Profetas e dos Apóstolos em todas as idades. 5 Por isso, é preciso lembrar o perdão dos Céus para os nossos erros, de modo a nos edificarmos nas Leis Divinas em todos os momentos; e para isso todos os lares e todas as famílias devem consagrar determinado dia da semana para a evangelização, com o proveito integral dos ensinos dos diversos pastores.

6 Para que isso se verifique é imperioso refletir no perdão do Senhor que desfrutamos nas possibilidades da existência terrestre.

7 Em razão do que expomos, rogamos a todos nesta reunião o serviço da evangelização, abrangendo todos os adultos, inclusive os doentes nos hospitais.

8 Somente assim, poderemos construir, pedaço a pedaço, o amor, a paz, a tolerância, a verdade, o bem e a Luz para instalarmos em nossa vida o bendito Reino de Jesus.


Bezerra de Menezes


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir