Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Chico Xavier, a aurora de uma vida entre o Céu e a Terra — Autores diversos subscritos por F. Xavier.


7


Bendita a dor!

| 16 de janeiro de 1929.

Como preito de admiração, a Inácio Bittencourt.


1 Bendita seja a vida — este clarão potente,
Que irrompe em nosso ser em ânsia esplendorosa!
E bendita a esperança — a aurora refulgente —,
Que faz a nossa vida imensidade em rosa!


2 Bendita seja a flor, o sol onipotente,
A seara feliz, a estrela luminosa,
O mar, o ninho, o lar, o arbusto sorridente,
A beleza da vida, encantada e formosa!


3 Mais bendita, afinal, seja a dor — luz eterna!
Dessa aurora a fulgir, majestosa e suprema,
Mensageira de amor, que ao bom Deus nos conduz!


4 Bendita seja a dor, o pranto, as amarguras,
A lágrima, o sacrifício, as grandes desventuras,
Pois foram neste mundo as flores de Jesus!



F. Xavier



Integra a obra Chico Xavier — O primeiro livro, Vinha de Luz Editora, 2010, p. 56.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir