Bíblia do CaminhoTestamento Xavieriano

Índice Página inicial Próximo Capítulo

Coragem — Autores diversos


Coragem

1 Amigo.

É verdade que em tuas relações com Deus:

  2 pediste o dom da saúde e a saúde é um dos maiores tesouros da vida;

  3 rogaste a bênção da paz e a paz é o alicerce de todo equilíbrio;

  4 suplicaste o apoio do afeto e o afeto é um refúgio sublime;

  5 deprecaste a luz da compreensão e a compreensão é a base da segurança;

  6 requestaste o privilégio da liberdade e a liberdade é a força que te mede o aprimoramento;

  7 imploraste a proteção da simpatia e a simpatia é o estímulo da ação;

  8 solicitaste o amparo da cultura da inteligência e a cultura é o instrumento que te faz discernir;

  9 requisitaste o socorro do trabalho e o trabalho é o motor do progresso.


10 Entretanto, para que obtenhas saúde e paz, afeto e compreensão, liberdade e simpatia, cultura e trabalho, não prescindes de uma alavanca, da qual nem sempre te lembras nas petições à Providência Divina — a alavanca da coragem, a coragem de servir e viver.

11 É por isso, leitor amigo, que te oferecemos as páginas simples deste livro.

12 Elas traduzem o nosso apelo — apelo às nossas melhores forças — para que jamais esmoreçamos, diante das lutas e provas que nos são necessárias ao burilamento próprio, 13 porque ainda mesmo quando sitiados, em todas as direções, por dificuldade e desarmonia, débito e sofrimento, haverá sempre um caminho de refazimento e libertação que a esperança nos descerra, ante a misericórdia de Deus.


.Emmanuel


Uberaba, 1.° de agosto de 1971.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir