Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Caderno de mensagens — Autores diversos


87


Colheita de trovas n

1 Quem serve ao bem, ante o mal,
Trilha sendas dolorosas,
Mas parece espinheiral
Todo coberto de rosas.

Noel de Carvalho


2 Deus guarda o Céu na alma humana
Com fechadura suave,
Mas, de tanto andar por fora,
O homem perdeu a chave.

Múcio Teixeira


3 Defeitos e descaminhos
À cuja caça me empenho,
Enxergo nos meus vizinhos
Tão só aqueles que eu tenho.

Lulu Parola


4 Trabalho de todo dia
Faz a vida bela e forte,
O repouso, em demasia,
Lembra o princípio da morte.

Pedro Silva


5 Ele escondia o dinheiro
Com tal força de paixão,
Que, na morte, a mente dele
Trazia um grande cifrão.

Cornélio Pires


6 Disse o Guia ao Protegido
Que contava gabolagem:
— Meu filho, a honra é de Deus;
Em nós é “cara e coragem”.

Augusto Cezar


7 Pensa que atende ao bem
Com natural disciplina,
Sem dominar a ninguém,
A si mesma se domina.

Silveira Carvalho


8 Por muito saibas e avances,
Vitória, na essência, é isso:
Quanto mais êxito alcances,
Mais se te pede serviço.

Raul Pederneiras


9 Trabalha constantemente…
Repouso reclama sizo.
A fofoca da serpente
Começou no paraíso.

Cornélio Pires


10 Fui um cego cantador,
E cego, com alegria,
Para louvar o Senhor
Outra vez renasceria.

Aderaldo Ferreira da Araújo


11 A morte não temerás…
Para quem cumpre o dever
A morte é o anjo da paz
Que manda a gente esquecer.

Gil Amora


12 Ouvi dizer que nos Céus
Onde a alegria passeia
Não há santos com neurose
Nem anjos de cara feia.

Cornélio Pires


13 Quem diz que o Céu tem tristeza
Contemple o nascer do dia…
O Sol brilhando no Azul
É o retrato da alegria.

Juvenal Galeno


14 O mal tem asas velozes
Para agir em qualquer fuga,
Mas o bem nos aparece
No passo da tartaruga.

João Moreira da Silva


15 Decote e barra de saia
Sem que ninguém os domine,
Um desceu, outro subiu,
Para o encontro no biquíni…

Cornélio Pires


16 Lembrando o Dia dos Pais,
Do mais rico aos mais plebeus,
Festejamos nesta data,
O Grande Dia de Deus.

Auta de Souza


17 A quem tenha mais dinheiro,
Deus entregou os cuidados
Da missão de tesoureiro
Dos irmãos necessitados.

Jesus Gonçalves


18 Na casa mais escondida,
Suprimindo engano e treva,
Eis que a morte diz à vida:
— Do mundo, nada se leva.

Sylvio Fontoura


19 Se procuras vida sã
E alegrias benfazejas,
Nunca esperes amanhã
Para dar o que desejas.

Ernesto Silva


20 Dinheiro demasiado,
Que o cofre nunca liberta,
Recorda o sangue parado
Que traz doença na certa.

Deraldo Neville


21 Tanto armou, dentro do lar,
Tesouro sobre tesouro,
Que o pobre, ao desencarnar,
Pedia mingau de ouro.

João Moreira da Silva


22 Rogava apoio bancário,
Para erguer um grande abrigo,
Mas, ao ver-se milionário,
Chutava qualquer mendigo.

Cornélio Pires


23 Enquanto o pão é bastante
Ninguém reclama ou se gaba,
Mas, da manteiga em diante,
É briga que não se acaba.

Raul Pederneiras


24 Pobre cego sem estudo,
Andava na cantoria,
E Deus me dava de tudo,
No amparo de quem me ouvia.

Aderaldo Ferreira de Araújo



[1] As trovas aqui reunidas foram recebidas pelo médium Francisco C. Xavier em datas diversas. Os manuscritos dessas psicografias encontram-se sob a custódia do Dr. Eurípedes Higino, filho adotivo do Chico.


.

Abrir