Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Colheita do bem — Mensagens familiares do Prof. Arthur Joviano (Neio Lúcio) e outros


99


Corpo, alma, mente e Espírito

03/10/1951


1 Meus caros filhos, Deus abençoe a vocês todos, concedendo-lhes muita saúde, paz e alegria no campo da boa luta.

Meu caro Rômulo, avancemos. Em todos os trabalhos da Terra, se sabemos sofrê-los e fixar-lhes a essência no coração, surgem dias de sombra semelhantes a vastíssimos túneis de passagem difícil na jornada em que buscamos a materialização de nossos ideais. Conheço de perto o que seja a preocupação de ver e sentir quanto não é perceptível à observação dos que nos cercam. Ainda assim é necessário nos disponhamos a marchar. 2 Com os imperativos do agir e fazer, não podemos prescindir do verbo “movimentar” e movimentando energias humanas ou espirituais não fugiremos à experiência. Por isso mesmo, examinemos todos os problemas e todos os assuntos com serenidade e diligência, compreendendo que, no mundo, não estaremos sem enigmas, desde que desejemos caminhar no rumo da vanguarda. Nesse sentido, pois, peço a você muita determinação sobre a própria mente. 3 Por trás da estátua animada do corpo físico agita-se a alma ou a organização perispirítica em bases de matéria sutil. Além da alma, vibra a mente, que ainda é corpo educável e maleável, suscetível de receber as nossas impressões e imprimi-las em seu cosmos interior. Para lá da mente aparece a luz consciencial e acima da consciência brilha o Espírito. Neste moram a vontade e a razão e, em virtude disso, a nossa mente, como elemento passivo, lhe recebe os impulsos e as determinações. 4 É preciso, desse modo, conter a energia mental como se refreia um potro indomesticado. O espírito fortalecido no ideal de servir com o Cristo estabelece linhas de força positiva e neutralizante dentro de si mesmo, sustentando a mente na posição que lhe cabe.

5 Daí, meu filho, essa necessidade de recebermos as dificuldades da experiência no mundo com valorosa calma. Não há tormentas eternas. Todo obstáculo é ensinamento, assim como toda dor é advertência. Com a graça de Jesus, todas as suas tarefas vão seguindo para diante, bem amparadas e bem cumpridas, e nesse fiel desempenho de suas atribuições e compromissos você deve sentir a força orientadora de sua própria felicidade. Esperemos a passagem dos dias próximos com a fé viva a clarear-nos a marcha. O que hoje parece desarmonia ou insignificância nos aspectos desagradáveis da sementeira amanhã é ramaria promissora, flor e fruto valiosos.

6 Vindo com a vocação de trabalhar e servir, entre os nossos contemporâneos, você e eu experimentamos, honrados, a alegria de algo fazer, arrojando de nós mesmos o próprio coração, em forma de suor. Infelizmente, não estamos sós na obra de benemerência a que nos propomos e se num campo de lavoura comum não faltam vermes e temporais, embora o tesouro da plantação nascente, garantindo-nos o futuro, assim também na esfera de nossa vida não faltam óbices e ilusões, que muitas vezes nos prejudicam a jornada no ritmo que desejamos. Adotemos a filosofia do “mais ou menos” e não percamos o Evangelho de vista. Ajudar a todos e perseverar com o bem ainda constituem as nossas melhores armas para o combate.

7 Não lhe faltará o nosso apoio e você, não obstante atento para com os movimentos do mar em que seu barco navega, não olvide que bons amigos daqui lhe seguem carinhosamente os passos. Tenhamos calma e paciência. E acima desse programa de serenidade e conformação construtiva guardemos a compaixão com o propósito firme de servir sempre. Quem se não compadece dificilmente romperá os ínvios caminhos da era atual. Assim, pois, não nos iludamos. A hora é de trabalho, de muito trabalho, a fim de que os males sejam necessariamente conjurados.

8 Domine-se através da mente e lembre que o seu velho amigo caminha ao seu lado. Você conhece as teclas em que procuro arrancar as presentes notas e me atenderá às preocupações. Preservemos a saúde e passemos, aproveitando cada experiência no máximo do valor de que é emissária. A vida terrestre é um simples estágio. Vale mais quem faz estudando que o aprendiz dedicado infinitamente ao estudo, sem nada fazer.

9 Use para auxiliar a zona orgânica os seguintes preparados homeopáticos: Kalmia Lat. e Chelidonium de 5ª, por 10 a 15 dias. O conselho é do nosso clínico espiritual. Maria poderá prosseguir no tratamento anteriormente aconselhado e Wanda idem. É preciso zelar o vaso da existência planetária, a fim de que recolha as águas vivas e puras da divina oração e da iluminada sabedoria.

10 Estou vendo o nosso Roberto tão extenuado que lhe aconselharia o repouso imediato após a nossa reunião. Para ele, homem especializado agora em determinados embates profissionais, a visita a Lavras deve ter assumido grande significação. À medida que nos adiantamos, tudo o que representa retaguarda se faz simples e inexpressivo, exceção ao campo educativo simbolizado no lar e na escola, onde amealhamos as primeiras luzes para superar as hostilidades da experiência humana. Lavras, em Minas, é, sem dúvida, um templo consagrado ao ensino e à preparação do glorioso amanhã. Deus abençoe o meu neto para que incessantemente cresça no seu círculo de deveres à frente do mundo e à frente da vida, ante os quais necessita ganhar sempre na batalha da evolução.

11 Meu pensamento continua elevado ao Mestre divino para que vocês todos sigam para diante com as alegrias do serviço evangélico no coração. A viagem na Terra é período curto. Centralizem, dessa forma, a nossa maneira de viver em Cristo Jesus, que nos deu, com os seus ensinamentos imortais, o código de nossa própria libertação. E desejando-lhes quanto existe na criação de belo e de útil deixa-lhes um carinhoso abraço o papai e vovô que vive sempre ao lado de vocês,


A. .Joviano


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir