Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Colheita do bem — Mensagens familiares do Prof. Arthur Joviano (Neio Lúcio) e outros


76


Quando vencemos o abc do raciocínio

21/02/1951


1 Meus caros filhos, Deus abençoe a vocês todos, conferindo-lhes muita paz e alegria, votos esses que torno extensivos aos nossos caros e bons amigos de sempre, General Aurélio e irmã Júlia.

Repetindo a visita habitual, uno-me às preces de vocês para reforçar os pensamentos de gratidão e rogativa ao Senhor a benefício de nossa vitória nas lutas esposadas.

2 Tenho estado com você, meu caro Rômulo, nos presentes dias de sementeira espiritual mais intensiva, ao lado daqueles que o Poder Maior confiou à sua orientação. Os seus trabalhos, quanto mais amadurecidos mais substanciosos, porque, em verdade, há no coração e na mente dos seus associados de serviço mais receptividade, mais entendimento, maior plasticidade do pensamento. Às vezes, para muitos, as explicações poderiam permanecer demasiado minuciosas, entretanto, está você e estamos nós todos numa empresa enorme — a formação do espírito brasileiro — e não podemos prescindir da boa vontade, da repetição, da perseverança e da insistência. Observando os seus esforços, sinto-me feliz conhecendo que o seu devotamento aos compromissos vai sendo coroado do melhor êxito.

3 Quando ultrapassamos as linhas da evolução iniciante, quando vencemos o abc do raciocínio e alcançamos uma compreensão mais vasta, não voltamos à carne sem um programa que representa, incontestavelmente, a “espinha dorsal” de nossa tarefa. Somos milhões de companheiros empenhados em votos e promessas, débitos e mandatos, a nos movimentarmos para solucionar as responsabilidades que abraçamos, depois de pedi-las junto aos “conselhos” e “tribunais” competentes.

4 E você solicitou esse ministério árduo de despertamento, de serviço, de prática, de suor, de devoção à natureza, que não terminará em tempo próximo. Por essa razão, o seu descanso está no movimento que corresponda ao seu apostolado, à sua missão. Não há recursos, meu filho, para repousar em outros setores. A “voz do compromisso” fala muito alto dentro de nós. Somos torturados, inquietos, aflitos, atormentados quando realmente se instala em nosso íntimo. O ouro fácil, a posição honrosa no mundo, os títulos e as condecorações, quaisquer que sejam, esmaecem diante dela. Tudo se lhe subordina no campo de nossas atividades e viajamos da primeira mocidade até o túmulo ouvindo-a e dando-lhe forma nas obras que nos compete realizar. E bem-aventurados quantos podem escutar a “sua voz”, a voz de comando que impera no destino de cada trabalhador com tarefa determinada e especializada. Só posso dizer a você que peço a Jesus fortalecer-lhe a saúde, o ideal e o bom-ânimo nas mais recônditas fibras espirituais.

5 Eu também, enquanto jornadeei na Terra, só encontrava a escola à frente do olhar. Observava os imperativos da instrução pública ou particular em todos os caminhos e não me arrependo de haver atendido à “voz” que falava em meu coração até o fim da etapa. Digo “etapa”, porque voltaremos à lavoura começada. Harmonizamo-nos dentro da edificação do progresso como as peças da máquina ajustadas a determinados fins. Quanto mais aprimorado o começo melhor a continuação. Quanto mais eficiente a continuação mais formosa a vitória no ideal que nos sustenta no abençoado caminho. Do êxito de uma fase dependem as facilidades da fase seguinte. Da segurança do princípio depende o coroamento triunfante de qualquer construção.

6 Você é o trabalhador do progresso e da evolução em aspectos elevados da luta, mas é também o educador, porque, no fundo, todas as missões de relevo se concentram na preparação ao fim único que é a perfeição. Educar é a tônica de todas as tarefas na direção da harmonia suprema. Em razão disso, estamos plenamente identificados na mesma obra e, no desdobramento dela, a palavra constitui para nós o que a semente minúscula representa para a colheita. Sem o verbo, em nossos círculos de aprimoramento, não há criação.

7 Na palavra reside o “fiat lux” da própria vida. Assim, prossiga em seu roteiro, encorajado e feliz. Enquanto o hálito divino alimentar as nossas oportunidades, trabalhemos e sirvamos incessantemente. O tempo responderá por nós a todas as deficiências da estrada, porque o tempo favorece, com a lei eterna, o crescimento de tudo para tudo selecionar na hora devida. Desejo, pois, à sua convenção de fraternidade e serviço muita paz e muito êxito, a fim de que os bons entendimentos produzam as boas obras na senda de todos.

8 De sua gripe, vamos cooperando em seu benefício, mas será útil usar, conforme reparo do nosso clínico, 5 a 8 gotas do Allium Sativum, cada noite antes do sono, durante 6 a 8 dias, para facilitar a eliminação das toxinas, com a urgência possível. E através da água magnetizada você receberá o resto de que necessita. Continuemos atentos a essa operação simples de comunhão com a natureza terrestre e com a esfera espiritual, e por intermédio do líquido puro você obterá todos os elementos de que o seu edifício orgânico venha carecer.

9 Ao nosso Roberto, prometo fazer o possível para que as suas aspirações se façam atendidas. Creio também que a viagem ao Rio é oportuna. Há problemas que não devem ser perdidos de vista para que a solução se aproxime com as facilidades desejáveis. Deus nos proteja.

10 Ao nosso amigo General Aurélio falará um companheiro sobre a saúde e esperando que a paz e a alegria estejam com vocês todos deixa-lhes um abraço muito carinhoso e amigo o papai, vovô e companheiro reconhecido de todos os dias


A. .Joviano


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir