Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Colheita do bem — Mensagens familiares do Prof. Arthur Joviano (Neio Lúcio) e outros


24


Tratamento de reajuste

05/10/1949


1 Meus caros filhos, Deus abençoe a vocês, concedendo-lhes muita saúde, paz e alegria.

Meu caro Rômulo, faremos hoje à noite, depois do sono físico, o seu tratamento de reajuste. Há jornadas agradáveis, outras, porém, menos aptas à produção de reconforto. A viagem rápida, mas repleta de particularidades exaustivas, em seu setor de luta, desgastou-lhe quota elevada de forças nervosas, em cujo refazimento você receberá o nosso concurso ativo. Serviço é perda e toda perda dessa espécie é bendita e compensada pelo Divino Suprimento, através daqueles que nos seguem do Plano superior. Felizmente, você vai indo muito forte no quadro geral das energias orgânicas e semelhantes desgastes ocorrem por fenômenos naturais da experiência comum.

2 Você me fala da duplicidade de nossos aspectos espirituais no grande caminho e isso sugere um mundo de considerações. Em verdade, meu filho, vocês me reencontrarão nas duas roupagens por intermédio das quais me conhecem mais extensamente, contudo, se esse gênero de realização funciona para vocês, que já podem entendê-la, não acontece o mesmo com muita gente de nossa intimidade familiar, cuja mente não se habilitou ao trato com a vida mais dilatada.

3 Para muitos de nossos amados, neste século, somente existe “Arthur Joviano” e mais ninguém por trás da personalidade que conheceram somente na feição unilateral. Não poderão entender “Neio Lúcio” senão muito depois, quando houverem passado pelo mesmo treinamento espiritual em que vamos caminhando, juntos, há quase três lustros. Tudo é gradativo e razoável dentro da natureza. E para vocês, cuja inteligência já se revela suscetível de apreender toda a extensão do assunto, há também, de imediato, a circunstância que me levará a tratar com todos na mesma base. Se me conhecem a alma em prismas diversos, também identifico vocês através de variados prismas e o entendimento entre nós se fará natural em qualquer clima da vida.

4 Na condição de “Neio Lúcio”, vou agora, segundo a sua justa concepção, dilatando o meu círculo de influenciação espiritual. Depois da consolidação de minha individualidade na nova Esfera, fui convidado por amigos nossos a cooperar em um grande educandário do nosso campo de ação, em caráter definitivo, região essa em que trabalhei, esporadicamente, até princípios de 1947, mas tendo de optar por um serviço mais compacto em zona de permanência, preferi estar com vocês, de modo a prosseguirmos juntos no mesmo roteiro. 5 Desse modo, com sincera satisfação para mim, sinto-me presentemente incorporado, pelo menos por alguns anos, tempo esse que não posso por agora precisar, na grande falange que cultiva e sustenta o Espiritismo-Cristianismo no Brasil. Semelhante exército de paz é grande demais para que eu possa descrever-lhe as atividades. Basta que lhe conheçamos os objetivos centralizados na vitória futura do Evangelho no continente americano. 6 Estou sumamente satisfeito e conto com a possibilidade de trabalharmos cada vez mais na sementeira e na colheita dessas verdades reveladoras que anunciam o mundo regenerado de amanhã. Temos não só o núcleo de força iluminativa, cuja potência mais substancial se concentra na capital da República, n mas também toda uma vastíssima organização de hospitais, lares, escolas, instituições de variados matizes, todas focalizando o socorro e o progresso, como elevadas expressões de contribuição do Alto à humanidade. 7 Poderia, sem dúvida, circunscrever-me, dentro da organização que é imensa, às tarefas do professor redivivo, mas, além disso, estimo agora essa onda de trabalhadores do Espiritismo cristão, que se levanta em nossa pátria através de mil modos na difusão da beneficência e da luz, que ampara o corpo e reestrutura a alma. Graças a Deus, o Infinito está vivo no trabalho tanto quanto no amor e na esperança e, assim, podemos seguir unidos, na antevisão de uma felicidade sempre maior nos cimos da vida. Encham os corações de coragem e confiança. O valor espiritual é a tônica de todos os que aspiram o triunfo nas culminâncias da vida.

8 Quanto às características de nossos serviços, meu filho, creia que quanto mais alto é o nosso conhecimento maior é a nossa possibilidade de cooperar com o Supremo Ordenador, que é Deus. Sob a inspiração de Jesus, a quem neste planeta tudo devemos, depois de nosso débito para com o eterno Pai, somos cocriadores. O espírito esclarecido está sempre gerando obras vivas e gravita em torno delas de acordo com a lei da consequência. Em minha paixão pelo magistério, venho desenvolvendo caracteres, “gerando filhos espirituais”, por intermédio do livro e do esforço didático de muitos anos, e você, em seus pendores de benfeitor da natureza, vem “gerando” amigos do campo e dos seres dignos de nosso maior carinho, que são os animais, nossos afins na escala evolutiva.

9 Em seu trabalho e no meu, experimentamos agora uma transição longamente trabalhada. Ambos acompanhamos há vários séculos o desenvolvimento político e econômico na Europa e na América, dentro dos motivos de nossas paixões benéficas, atuando e criando sempre, mas na atualidade sentimos sede de algo mais alto, não para nos afastarmos do campo de nossas predileções, mas para enriquecermos o nosso esforço. Você ainda se faz acompanhar, nesta fase da experiência, de vasta corte de inteligências “geradas”, isto é, inclinadas ao seu ministério de muito tempo a esta parte e, comigo, acontece o mesmo. Encontro-me ligado a grande número do meu séquito de orientador de letras, que hoje aspira à posição de instrutor de almas e condutor delas. Como verifica, os problemas são enormes e eminentemente complexos. Jesus nos fortaleça para que possamos desferir o voo do conhecimento sublime, destinado a beneficiar os setores em que militamos.

10 Você e Maria trabalharão muito nessa abençoada sementeira de renovação e, por minha vez, desejo acompanha-los para que o nosso núcleo tríplice constitua um manancial de energia renovadora para muitos, inclusive para quantos se acham ligados conosco pelos laços do amor e, por que não dizer, do desamor, oriundo da incompreensão sob vários aspectos. 11 Nesse ponto que consegui expor, você conseguirá apreender qual a extensão do serviço a que se consagrou o nosso amigo, que teve destacado papel entre os jesuítas dignos e nobilitados que estruturaram, sob a inspiração do Cristo, os alicerces da nacionalidade brasileira. n “Quatrocentos anos numa linha de ação é espaço curto de tempo” — diz-nos ele. E recorda que Neio Lúcio era professor no início do Cristianismo e que Helvídio Lúcio n estimava profundamente a experimentação de equinos nobres no mesmo tempo que parece recuado e é apenas de ontem, considerado na ampulheta da eternidade, pela qual, um dia, contaremos as nossas horas. O assunto é longo e pede tempo, a seu turno.

12 Estamos contentes com a disposição de Wanda para a mediunidade. Essa “plantação” será portadora de abençoadas alegrias ao seu espírito de lutadora. Faremos quanto estiver ao nosso alcance pela segurança do êxito.

Seguiremos vocês nos preparativos da jornada até à Bahia. Organizemos a farmácia-mirim e façamos uma boa viagem. A vida é renovação quando inspirada em moldes superiores de trabalho produtivo. Boa noite, e que o Senhor lhes conceda muita saúde física e renovado bom-ânimo. Guardem um afetuoso abraço do papai muito amigo de sempre,


A. .Joviano



Notas da organizadora:

[1] Em 1949, a capital da República era a cidade do Rio de Janeiro. Brasília foi inaugurada em 21 de abril de 1960.


[2] Em referindo-se a Emmanuel, na personalidade do Padre Manoel da Nóbrega.


[3] Personagem do romance 50 anos depois, nesta encarnação Rômulo Joviano.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir