Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Canais da vida — Emmanuel


16


Concurso amigo

1 Observa a cooperação em todos os planos da natureza.

2 A rocha garante o solo, o solo alimenta o campo e o campo equilibra a cidade.

3 A terra sustenta a fonte, a fonte protege a árvore, a árvore ampara o homem.

4 Da vastidão cósmica, resplendente e infinita, vela o sol pelo derradeiro verme a ocultar-se na furna, e, não obstante a grandeza que lhe é própria, preocupa-se o mar em fazer a nuvem que se derramará em bênçãos de chuva na floresta distante.

5 Não nos criaria o Senhor para a inutilidade e para a solidão, quando a vida nos pede trabalho e devotamento.

6 Anota, em torno de ti mesmo, a grande família humana reclamando-te pão e luz, esperança e consolo.

7 A aflição maior que a tua e os obstáculos maiores do que os teus esperam por tuas mãos.

8 Se possuis a riqueza dos braços livres, lembra-te dos que jazem imobilizados no leito do infortúnio; se dispões de visão clara e vigilante, não te esqueças daqueles que tateiam na noite dos olhos apagados e, se te sentes dono de um cérebro que pode pensar e dirigir-se, recorda os companheiros que sofrem o insulto das sombras na mente atormentada.

9 Não esperes que a dor te retalhe o próprio ser, acordando-te o entendimento.

10 Retira-te da torre do “eu”, em que te colas ao exclusivismo e abre o coração às dores dos semelhantes.

11 Reflete nas vidas que morrem diariamente para que a tua existência se nutra; pensa no tributo que a tua presença na Terra constitui para a natureza que te acolhe; e não fujas do irmão mais fraco e menos feliz que te partilha o caminho.

12 Sustenta na própria alma a luz do concurso amigo e a cooperação em auxílio aos outros te fará descobrir os tesouros do amor e da alegria que te mostrarão, ainda entre as sombras do mundo, as elevadas revelações da Imortalidade.


Emmanuel


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir