Bíblia do Caminho Testamento Xavieriano

Brilhe vossa luz — Autores diversos — F. C. Xavier / Carlos A. Baccelli


23

Zoraide

(Homenagem à Irmã Zoraide que, por muito tempo serviu ao Senhor Jesus, notadamente na Casa Espírita “Bittencourt Sampaio”, nesta cidade de Uberaba, desencarnada em 17 de maio de 1987.)


1 Perdera um filho amado, um sonho em primavera…

Pergunta a soluçar entre suplício e pranto:

— “Por quê? Por que, meu Deus, o filho que amo tanto?”

Segue o filho, a gemer na dor que a dilacera.


2 Volta, de novo, ao lar!… É a família que espera,

Tem dever a cumprir mesmo banhada em pranto…

No outro dia, é servir ao bem, de canto a canto,

No Templo em luz e paz, que a conforta e venera.


3 O tempo passa lento… Amargura, saudade..

Resguarda o amor de mãe sem que nada o degrade…

Cai gravemente enferma… Enxerga doce brilho!…


4 Ante o supremo instante, em névoa cor de opala,

Eis que o filho lhe diz: — “Minha mãe, vim buscá-la.”

E ela parte a gritar: — “Ah! meu filho!… Meu filho!…”


Auta de Souza


(Psicografia de Francisco C. Xavier)



(Soneto recebido pelo médium Francisco Cândido Xavier, em reunião pública da noite de 23 de maio de 1987, no Grupo Espírita da Prece, em Uberaba, Minas Gerais)


Dona Zoraide Mendonça dos Santos, nascida na cidade de Sacramento, MG, em 3/12/1921, foi um dos fundadores da Casa Espírita “Bittencourt Sampaio”, em Uberaba, que presidiu durante muitos anos. Com o súbito desencarne de Reginaldo, um de seus 5 filhos, ocorrido há 26 anos (21/1/1961), soube transformar a saudade em esperança, construindo em terreno que pertencia ao filho amado, junto a um grupo de amigos, a benemérita instituição que considerava por prolongamento do seu próprio lar.

A Casa Espírita “Bittencourt Sampaio”, fundada em 18/6/1961, conta hoje com inúmeros departamentos doutrinários e assistenciais. Entre eles, citamos o Grupo Espírita “Pão Nosso”, o Lar da “Paz de Jesus” e o Lar Espírita “Pedro e Paulo”.

O belíssimo soneto de nossa estimada Auta de Souza, recebido pelo médium Chico Xavier, seis dias após o desenlace de Dona Zoraide, homenageando-a, é uma síntese das muitas lutas que a nossa inesquecível irmã superou com amor ao trabalho e confiança em Deus, deixando-nos exemplos que jamais haveremos de esquecer em nossa jornada terrestre.


Citação parcial para estudo, de acordo com o artigo 46, item III, da Lei de Direitos Autorais.

.

Abrir